quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Oiçam-se Ao Falar



Quando eu era menina e moça dizia-se “Quando um burro fala o outro baixa as orelhas”; desde então aprendi a ouvir mais do que a falar.
Às vezes, em Moçambique desapareciam de cena vizinhos, amigos e familiares e toda a gente sabia que havia sido obra da PIDE (polícia secreta do tempo da ditadura portuguesa); então quando aparecia um estranho no bairro a perguntar por alguém, mesmo que se conhecesse a pessoa, a resposta era uma encolhidela de ombros ou “não conheço”.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Genocídio & Racismo: Perversão dos Termos para Fugir à Crítica

Interior da Mesquita de El Ghoree - David Roberts
Na última década, tem havido um crescente número de organizações que abusam de determinados termos. Por exemplo, as palavras Genocídio e Racismo têm sofrido abusos por parte de grupos e indivíduos de esquerda.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Taxa dos Sacos: Não, Obrigada...Estou Farta de Pagar!



Eu adorava andar debaixo da ilusão de que os sacos de plástico  disponibilizados pelo supermercado – para mais tarde reutilizá-los como portador das três categorias de lixo doméstico – que eram absolutamente gratuitos. Mas, meu Deus que nevralgia; o Estado Português no passado dia 15 deste mês, por decreto, acabou de arruinar a minha ilusão.
Ao criar uma taxa em si taxada com 25% de IVA sobre os sacos plásticos alados, o governo clama que irá conseguir reduzir o uso do dito acessório ou seja: cada português passará a consumir anualmente 50 sacos contra o número 500 que tem vindo a ser observado até à data.