Zeinal Bava: o Gestor de todos os anos

Zeinal Bava

O senhor Zeinal Bava é o CEO do Grupo PT (Portugal telecomunicações); e desde que assumiu o comando do grupo, transformou-se num vencedor e é premiado todos os anos: é um gestor da era moderna.

Zeinal é tido como um ser pensante. Por exemplo, quando esteve associado à Telefónica (Telecomunicações de Espanha) esta quis tentar expurgá-lo do mercado Brasileiro; só que Zeinal (que fez uma aliança com o Eng. Sócrates) não só sacou mais dinheiro aos Espanhóis como ainda adquiriu grande parte da “Oi”, empresa Brasileira de comunicações móveis, e se quedó en Tierras de Vera Cruz: fantástico!

Bava é um gestor sincopado com o seu Tempo; tanto assim é que conseguiu uma simbiose perfeita entre a sua empresa e a Universidade de Aveiro: os resultados estão à vista. Mas, ó Bava... de tanta ode à tua pessoa deixaste-te envolver pelo vulto da banalidade. Ok, compreendo que tenhas sido convidado pelo governo socialista (do eng. Sócrates) a entregar o Fundo de Pensões dos Trabalhadores da PT ao estado (tu n-e-gas...negas que tenhas sido coagido por causa daquela aliançazinha); mas, caramba, teres a audácia de cair na armadilha da vaidade arrogante e cobrares um imposto de €0.30 ao povo português (mind you: 90% dos que sustentam o teu business) por cada carregamento de telemóvel, é demais! Lembra-te que tudo começou por ser um pagamento aos Agentes da PT e, depois passou para ti também. Enfim, tu lá sabes...

Familiares meus, que regressaram a Moçambique há uns anos, vieram recentemente de férias a Portugal, e quando confrontados com este imposto disseram: “Txa aaah txa...até parece negócio de Monhé!” eu rebati este profiling, explicando a tua situação com o Sócrates porque sempre quis acreditar que fosses um gestor de uma sofisticação intelectual, diria mesmo savvy, mas erro meu...
Ouve, tinhas mil e uma maneiras de recuperar o equivalente ao valor disponibilizado à Nação sem que o ónus sobre o Povo Português fosse uma interminável vergalhada. Sabes como, Zeinal? Ah-ah-ah-ah...se quiseres a ideia terás de pagar por ela; afinal, não és tu o todo poderoso da gestão? Todos os anos dizem que sim, embora em momentos cruciais a tua criatividade raie a mediania: I’m done with you, mister!

Porém...o sr. primeiro ministro, Passos Coelho, sabe bem que as chamadas de telemóvel pagam um IVA de 23%, certo? Sabe também que o grosso da clientela dos telemóveis carrega de cada vez  €5 (ou mais), e por cada carregamento é obrigado a pagar um imposto de 30 cêntimos do euro; o que equivale a 6% (ou menos) – quanto mais se recarregar menos se paga de imposto; isto é justo?
É do conhecimento geral que os que estão na esfera empresarial, associativa, política e até Judicial estão-se nas tintas para com esta roubalheira consentida já que todos eles foram comprados (com os chamados pacotes de comunicações), pelo guru da gestão em Portugal.

Et tu, Passos Coelho? Prometeste a mudança, e embora o povo continue a reiterar o compromisso de te ajudar a restaurar Portugal, o mesmo não vai admitir pôr a cabeça no cepo por dá cá aquela palha.

Passos (ainda tenho uma réstia de esperança em ti), em honra do Povo Português, decreta já o fim da ameaça velada e da extorsão institucionalizada!!!

Comentários

  1. Lenny, adorei este artigo! Para gestor do ano Bava tem muito pouca criatividade - e os engenheiros sao criativos por natureza, enfim. 30 centimos por carregamento e muito dinheiro para quem carrega 5€ ou mesmo 10€...mais uma vez, trama-se a raia pequena.
    Mas pergunto, o que faz a oposicao? Fica calada porque com certeza tambem foi comprada com os ditos pacotes e logo que va para o diabo o resto!

    Parabens!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, obrigada pelo teu comentário.
      A oposição? No futuro, quando não ganharem o assento parlamentar, vão ser empregados do Zeinal como gestor de prestígio de uma porra qualquer; capisce? Por isso não me faças rebolar no chão de tanto riso....
      ciao

      Eliminar
  2. Olá Lenny!

    Só me lembro do nome deste senhor quando os técnicos da MEO não sabem responder às minhas perguntas. E mais não digo.
    Não sabia que ele tinha nascido em Moçambique...Bava: somos da mesma terra, pá! lol

    Fico feliz pelo seu sucesso, mas sinceramente não aprecio o imposto de 30 cêntimos. Gostei do pacote "e" mas aquela mensagem estúpida "e, é grátis" cada vez que se quer efectuar uma chamada é uma parvoice irritante (preferia aquele outro toque que também me irritava).

    Lenny, fazes bem chamar o PM Passos Coelho para a arena: sei que ainda há muito a fazer, mas ele tem de começar a olhar para estas pequenas coisas; pois são elas que pesam no bolso do povo - principalmente agora, nesta altura de crise.

    Capitalismo Iluminado, SEMPRE! Capitalismo selvagem, NÃO!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yeh... somos todos de Moçambique, maning nice; Yah? Lol
      Eu só estou a tentar lembrar ao Primeiro ministro que um particular não pode criar um imposto sobre os consumidores. Um destes dias o padeiro para me vender uma carcaça no valor de €.17 vai cobrar €.1,02 só pela entrada na sua padaria; quem o poderá criticar se é permitido aos Bancos e as Telecomunicações de fazerem o mesmo?
      Como se diz no meu Portugal: ou comem todos ou haja moralidade

      Eliminar
  3. "Vamos lá" este lema ainda é mais estúpido que o "Até já"!

    ResponderEliminar
  4. Xiii, monhé?! Coitado! Mas yah, a maneira como ele conduz o negócio da pt parece isso mesmo e não é só aí em Portugal...

    Lenny Hannah é nova aqui, não é? Bem, está a fazer um ótimo trabalho, continue!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, pelo seu comentário, minha conterrânea; vou tentar manter a linha.
      Kanimambo!

      Eliminar
  5. Mas bah, Lenny, novamente muito bem vinda oa Etnias, essa é sua extréia, acho, pois bem, para a grande maioria das pessoas, a velha estratégia do de (grão em grão...) passa desapercebida, assim é muito bom jogar um pouco dse luz sobre o assunto. Parabéns e um grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diler, obrigada pelas suas palavras e tentarei não desiludir!
      Este grão a grão é um rombo porque imagina que uma pessoa faça 4 ou 5 carregamentos por mês gasta entre €1,20 e 1.50 a mais.
      Na Assembleia a oposição estava exigindo que, além dos subsídios enerentes aos mais desfavorecidos, o governo oferecesse o pequeno almoço a todos os meninos das escolas primárias, como forma de combater o "gap" no rendimento escolar.
      Então porque não lutam eles para pôr fim a este imposto gritante? Visto que com €1,20 pode-se comprar 1l de leite, 1 paozinho e três iogurtes? "Perguntar não ofende..."

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço