A Morte da Língua Portuguesa: exemplo de má Legendagem - Parte I


E bem, chegamos ao fim de mais uma semana interessante.
Desde que o último post foi publicado, deparei-me com dois exemplos de má legendagem que irei, aqui, partilhar convosco.

Ora, quando teclamos não é anormal a existência de gralhas (erros tipográficos), mas se um tradutor fizer o seu trabalho como deve de ser (ou seja, editar  ou proceder à revisão do seu texto) não haverá lugar para tantos erros inaceitáveis.

Exemplos de erros aceitáveis (i.e. gralhas):

  • Trabalo em vez de trabalho (gralha por omissão).
  • cmapanha em vez de campanha (gralha por troca de posições).
  • espeecial em vez de especial (gralha por repetição).
Exemplos de erros inaceitável (i.e. erros de contrução frásica):
  • "Não quero ter de disparar-vos" - legendagem do último episódio da temporada 10 de CSI, no AXN - (em vez de "Não quero ter de disparar contra vós/vocês").
  • "Eu te gosto" - legendagem de um dos episódios de Castle, no AXN (em vez de "Eu gosto de ti").
Esta é uma boa altura para abordar um assunto que parece termos olvidado: Pronomes tónicos. Estes vêm-se sempre acompanhados por uma preposição.
Exemplo:

Não quero ter de disparar contra vós/vocês (o pronome vocês necessita de preposição contra para fazer sentido)
Eu gosto de ti (o pronome ti precisa da preposição de para fazer sentido).

Até para a semana!



Comentários

  1. Max,

    Como sempre, um belo post...

    Abraços,
    Ricardo Sérgio

    ResponderEliminar
  2. Olá Ricardo :D!

    Obrigada e agradeço a visita :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço