António Costa: The Faker!


A saison de verão do PS teve um showmício chamado “Festa de Verão” no qual a organização socialista fez uma pobre imitação dos town-halls à la Obama, pois ao contrário deste último, António Costa ladeou-se de figurantes apáticos talvez para contrabalançar o ímpeto que emprestou às palavras do seu discurso nulo de conteúdo:

  • Passos Coelho talvez nada tenha feito pela floresta porque o país teve então mais sorte na quantidade e intensidade dos fogos; não obstante, o António Costa sabe muito bem que o ex-premier Passos Coelho estava bastante ocupado a repor as finanças do país (conseguiu), as quais foram despudoradamente delapidadas pelo governo socialista liderado pelo engenheiro Sócrates - do qual António também fez parte.
  • Aquela senhora que foi ministra da agricultura no governo precedente ao seu, chama-se Assunção Cristas, e se o António Costa deseja a sua colaboração no seu pacote florestal deve exigi-la pois, a Assunção é também paga pelos impostos dos portugueses, mas seja cavalheiro e não se porte como um qualquer fuinha mesquinho: olha a soberba, Babush!

António Costa, sei que todos os portugueses saloios e labregos (que se acham da fina-flor):

  • Acham-no um tomador de riscos excepcional, porque se atreveu a mandar à merda os votantes portugueses quando se recusou - 'por Portugal e seu povo' – a aceitar a coligação com o partido mais votado e governar Portugal na posição que lhe foi atribuída pelo voto popular
  • Acham-no cool porque segundo eles, o António é possuidor de uma força interior fantástica
  • Acham-no exigente porque entra em mode bully quando as coisas não lhe correm de feição
  • E o presidente Marcelo acha-o um bom aluno porque foi ele que sugeriu que o António roubasse mais uma vez a posição de outrém e a transformasse em sua ideia.


Meu caro Costa, permita-me o moçambicanês: matchimba para tudo isso! Demorei-me bastante na leitura do seu pacto florestal, pois estava a tentar destrinçar a sobreposição das propostas do governo e do Bloco de Esquerda e...

Se o António fosse cool, exigente e um verdadeiro risk taker, teria com certeza chegado à conclusão de que a sua ala política está mais uma vez a tentar enveredar por um sistema legislativo propicio à criação de nichos de corrupção.

O António pode e deve sem delongas convocar os deputados de todas as facções para que a pasta relativa às florestas passe definitivamente para os governos locais, que deverão impreterivelmente recomendar o seguinte:

  • Os munícipes que registem as suas propriedades
  • Que se faça cumprir a lei dos dez (10) metros para além da estrada, e o começo da plantação das árvores e a distância entre as mesmas de quatro (4) metros
  • Cada um deve limpar as suas matas, sob pena de uma pesada coima que permita à Câmara proceder com a limpeza
  • Perante uma única reincidência o terreno passará para o controle da Câmara Municipal que num prazo de cinco (5) anos pode leiloar o terreno (e após deduzidas as despesas e os respectivos juros) o ex-proprietário receberá o resto
  • Finalmente, deixem os eucaliptos em paz, Portugal precisa de celulose e não quer desequilibrar a balança de pagamentos com importações desnecessárias: Sim à racionalidade e Não à estupidez.

António Costa, de uma vez por todas, diga não às negociatas que possam pesar ainda mais à máquina do Estado; faça somente cumprir a lei; não seja um fake politician. E olhe, nem de propósito, vi-o na TVI a exibir os seus dotes de bailarino de danças folk com as sopeiras da localidade em que se encontrava e, embora o Sócrates diga o contrário, eu acho-o com fortitude testicular suficiente para abandonar a sua obstinação em culpar o governo anterior de todos os reveses que aconteçam neste país.

Até para a semana

(Imagem: PM Costa[Ed.] - Jornal Económico)

[As opiniões expressadas nesta publicação são somente aquelas do(s) autor(es) e não reflectem necessariamente o ponto de vista do Dissecting Society (Grupo ao qual o Etnias pertence)]

Comentários

  1. António costa não é um mau indivíduo mas é mau político porque lhe falta sinceridade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Anónimo!
      Vê-se que teve uma formação adequável; o povo despenalizou a falta de sinceridade num político, pois de tanto mentirem e não haver quem os questione, o povo adaptou-se ao mundo da falsidade política. Contudo o problema de António Costa é a arrogância despropositada e o modo inqualificável com que ele se serve da ferramenta da desresponsabilização política; tornando-se assim uma fraude.

      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Olá Lenny,

    Pá, o PM Costa até que dança bem; sim, senhor. Tem mojo!
    Esse pacto florestal parece ser mais um motivo para jobs for the boys: Mah nishtanah?

    Só estou de camarote a assistir a tudo. Falemos daqui a uns anos.

    Beijocas e bom trabalho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      Tem obrigação de ter mojo; tem sangue indiano, thanks G*d!
      Eu também gostaria de estar de camorote, mas não consigo por uma razão: já que o Costa fez a borrada de se colocar no poder sem permissão directa do povo, quero que ele seja bem sucedido por Portugal; portanto, sempre que ele tente descarrilar caio-lhe em cima; porque ambos partilhamos sangue indiano e pelo seu sacrifício dos nossos antepassados, da Índia até Moza, não merecem serem desonrados nem que seja por um trapaceiro.

      Beijocas e boa semana de trabalho

      Eliminar
  3. O mano costa cool?! Hehehehe pode até ser. Xii onde pode ver o mano a dançar?
    Olhem, a política é toda ela suja e já tou um bocado cansado mas as tuas propostas são maningue nice e seu eu fosse o mano costa eu daria ouvidos aqui à mana! Estamos juntos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carlitos!
      Sim é tido como cool pelas hostes da política portuguesa. Olha pá vai ao site da TVI jorna das oito.
      O Costa não dá ouvidos ao pessoal de direita, só aos esquerdóides. Estamos juntos; porque não?

      Aquele abraço, resistente de Moza!

      Eliminar
  4. Imaginem que o PM Costa saiba o que tem a fazer, mas o seu partido não o deixa agir como deve de ser, porque no PS a ideologia está acima da lógica, da decência, e sobretudo do patriotismo? E o próprio partido, o PS, estiver a querer sabotar António Costa? Afinal, não deve ser fácil para muita gente em Portugal ter um Goês Católico (descendente de Moçambicanos) no poder...o homem está cativo, infelizmente e apesar de todas as qualidades que lhe foram atribuidas. Playing the devil's advocate here :-).
    Shabbat Shalom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, CCG!
      But... não me parece que ele esteja assim tão cativo do PS; quem jogou aquela cartada por duas vezes: contra António Seguro e contra Passos Coelho é mais do tipo raposa velha do que cordeirinho sacrificial.
      Olha que quando Sócrates diz "António Costa não tem tomates" está despeitado porque Costa apesar dos pesares negou-se a participar com ele na corrupção corrosiva.
      So please, indulge me, and advocate for Babush the innocent ;)

      Boa semana de trabalho, amore mio!

      Eliminar
  5. Faker é favor...! Vocês são muito brandos aqui.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço