OMO em Portugal: Publicidade Enganosa?

Logo do Omo (Fonte: Google Imagens)


Parece obsessão, mas não é: garanto-lhes! O facto é que a UNILEVER está bem implantada no mercado português e, claro meia volta volver os produtos daquela multinacional entram na minha casa.

Desde sempre que o Omo tem sido o meu produto de eleição para lavagem da roupa à mão; então acho-me no direito de enviar um recado à UNILEVER e à sua associada, Jerónimo Martins, devido a publicidade alabregada do produto em Portugal.
Por exemplo na embalagem do Omo, o distribuidor françês diz “Omo est là et la saleté s’en va” e o distribuidor português diz “ Omo lava mais branco” ora que devo eu inferir desta grosseria publicitária?

Outra distorção: o distribuidor françês diz “Aux agents actifs” e o distribuidor português diz “branqueador activo” - é verdade que um dos componentes do Omo é o azurant cuja propriedade é realçar/intensificar a cor branca, mas isto é diferente de ser um branqueador porque quando se usa omo em roupa de cor, esta não se esbate.
Faço notar que no inverno, por razões óbvias, seco a roupa na máquina e, o fenómeno de branco alvo, o aroma suave e afável do sol, não é tão perceptível mas não quer dizer que o produto não cumpra o seu propósito: a sujidade é eliminada e as manchas difíceis desaparecem.

Finalmente uma dupla discrepância, já que ambos os distribuidores afirmam “não precisa esfregar”; clamam que após deixar a roupa de molho, a limpeza da mesma obtém-se ao passar a roupa por água limpa várias vezes; ora isto é uma inverdade, porque certos materiais mesmo passando por água várias vezes, depois de secos - seja através da máquina ou no estendal - a roupa fica com um cheiro aqueijado. Conclusão: seguindo os conselhos do Omo perde-se tempo, gasta-se água duplamente visto que a roupa deve ser re-lavada; donc il faut frotter!

Perante o acima exposto, só posso concluir que o departamento de marketing da Jerónimo Martins é dúbio por ignorar a noção de coerência numa embalagem; é idiótico por fingir que não sabe que o Omo lava roupa de todas as cores; é presunçoso por se arrogar ao direito de conceber que os portugueses são parvos e por isto fazem uso da lei do menor esforço recorrendo à publicidade enganosa, sem se aperceber que está em clara violação do Artigo 169º do Tratado de Lisboa que prevê a defesa do consumidor - i.e. neste caso, o direito à informação (correcta).

Até para a semana!


Comentários

  1. Lenny, é isso mesmo: em portugal o consumidor é enganado a toda a hora e momento. Sinceramente não sei qual o papel da DECO porque há tanta coisa em portugal que não vai bem e não vejo a DECO atacar essa gente. Se calhar temos de levar o assunto para a união europeia!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Carla!

      Se calhar devessemos ir até a UE, mas primeiro tu e eu precisamos de mais cinco pessoas doutros países europeus, para formar o nosso comité, registá-lo e conforme as directivas do European Citizern Initiative, teriamos de recolher um milhão de assinaturas. só então poderiamos apresentar o nosso caso em Bruxelas: fácil não é?

      Ainda não me debrucei sobre os estatutos da DECO, mas se eles recebem fundos públicos, just forget about it; capisce?

      Boa semana de trabalho, caríssima!

      Eliminar
  2. Olhe, lenny, o slogan deste produto é a coisa mais tola que já alguma vez ouvi "Lava mais branco" porque como bem disse, ao olharmos para a embalagem do produto lemos indicações de como proceder com a roupa escura!
    Olhe, a menina é um primor. Abordou exactamente o que ando a dizer há anos em privado ; talvez seja esse o nosso mal e por isso mereçamos ser enganados pelos chico-espertos da vida.
    JP

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá JP!

      Ó meu caro, é uma incongruência de todo o tamanho, Só gostaria de perceber a razão pela qual a Jerónimo Martins ainda não mudou o slogan.

      Se calhar essa empresa acredita que os consumidores portugueses são como os burros: todo o burro come palha, é preciso saber dá-la...

      JP, boa semana de trabalho!

      Eliminar
  3. Oi, Lenny!
    Quando for ao supermercado vou prestar atenção no que está escrito na embalagem do lava-roupas omo. Eu suspendi o uso desse detergente em pó por causar alergia em todos de casa. Além de provocar coceira, também coriza e ardência nos olhos. Talvez esse branqueador ativo, seja ativo não somente nas roupas.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Oi, Luma!

      Tenho uma amiga que também foi obrigada a descontinuar o uso do produto; ela ficava com as mãos gretadas; era um horror!

      Em Portugal na embalagem do Omo, o produtor/ distribuidor aconselha a descontinuar o uso do produto em caso de alergias; mas é como tudo na vida: as pessoas só descobrem que são alérgicas quando é tarde demais: não é?

      O agente activo é capaz de ficar na roupa, se seguir as instruções de não esfregar; eu esfrego e ainda bato com a roupa na pedra do tanque e enxaguo de seguida em bastante água.

      Meu Deus ir ao supermercado nos dias que correm é um exercício de intelectualidade; parece que temos de saber quimica e as suas complexidades: é um pesadelo!

      Minha cara, boa semana de trabalho!

      Eliminar
  4. Olá Lenny,

    Pergunto-me onde está a DECO nestas horas? Quer dizer, a defesa do consumidor implica defender o seu direito à informação clara e completa. Enfim...
    Quanto ao não esfregar a roupa: uma coisa é testar a roupita nova num laboratório, após se ter colocado nela um pouco de lama, doce, vinho, molho de tomate e pronto. Outra coisa, é roupa usada no corpo (com suor humano, sebo e otras cositas más) com os mesmos ingredientes no tecido submetidos à energia do corpo humano. As condições (químicas e não só) não podem ser as mesmas, não é verdade?

    Beijocas, linda

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Max!

      Por favor não olhem para a DECO como se fosse um watchdog independente; se a DECO recebe dinheiro do governo, ela nunca será imparcial, principalmente, se ao governo interessar que o prevaricador seja deixado em paz: yah?

      Claro que não é igual, o sujo verdadeiro é complexo e difere também de pessoa para pessoa.

      Bjcas e boa semana de trabalho, Boss!

      Eliminar
  5. Olá meus amores! Bemmmm, se um primeiro ministro pode mentir na nossa cara, destruir o país, sair, voltar como comentador político na estação de TV do estado e não ser processado por burla e lesão aos cidadãos...um engano deliberado no Omo não vai afectar muitos os portugueses!

    ResponderEliminar

  6. Hey, girl!

    Tens toda a razão, carina mia!

    Bjcas

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço