Ocupação


Os políticos, e todos nós, somos um bando de hipócritas.
Ao ouvirmos a palavra “ocupação” qual a nação que nos vem à cabeça? Pois é...como eu disse, somos hipócritas.

Toda a nação deste mundo já ocupou território (e na maior parte dos casos essas nações impuseram a sua religião, costumes, cultura e decisões governamentais a povos que já detinham as suas próprias crenças, costumes, cultura e sistema de governo) por isso deveriam re-pensar o seu comportamento quando, na ONU, apresentam dois pesos e duas medidas em relação a algumas nações.

Ainda há países hipócritas, e um não-país (a quem interessa ignorar a História), que ocupam territórios:

  • A Turquia ocupa o Curdistão e Chipre (e já agora deveria reconhecer o Genocídio Armênio e talvez possa vir a ser convidada a juntar-se à UE).
  • A Rússia ocupa a Tchetchênia.
  • Espanha ocupa o País Basco e Olivença (território Português).
  • França ocupa a Córsega.
  • O Reino Unido ocupa o Norte da Irlanda, as Malvinas e Gibraltar (território Espanhol).
  • A China ocupa o Tibete.
  • O Irão ocupa o Curdistão.
  • O Iraque ocupa o Curdistão.
  • A Palestina ocupa Jerusalém...

Por isso pensemos de novo (e pensar que pensar torna-se, aos poucos, uma utopia)...ao ouvirmos a palavra “ocupação” quais as nações que nos vêm à cabeça? Pois é...estamos a começar a ser menos hipócritas.


Imagem: Membros da ONU tirada do Wikipedia

Comentários

  1. Mas bah, guria.
    Desde que o mundo é mundo, quatro poderes exercem domínio sobre as pessoas: Bélico, Religioso, Econômico e Político...

    ResponderEliminar
  2. Fiquei deslumbrado não só com seu blog, como também pelas suas postages, maravilha! Gostei deste post!!
    Conheça os meus em:
    www.congulolundo.blogspot.com
    www.queriaserselvagem.blogspot.com

    Um abração do tamanho do mundo.

    ResponderEliminar
  3. EU, quando penso em ocupacao, vem-me á mente, a ocupacao dos traficantes no Morro carioca...
    bjs e dias felzies, Max.
    A vida dos curdistaos, tbm..Tenho amigos de lá que, sofreram o pao que o diabo amassou..ora nas maos do Iraque, ora nas maos do ira..e por ai vai

    Tem o Curdistao-Iraque, Curdistao-Ira, Curdistao-Siria...haja gente a ser dominado..

    Acho que o Mundo está se esfacelando em ocupacao

    ResponderEliminar
  4. Oi Diler :D!

    É verdade...

    Obrigada pelo comentário: bom fim-de-semana :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Oi José Sousa :D!

    Bem-vindo ao Etnias!

    Ainda bem que gostaste do blog, do post e de tudo o mais :D. Espero ver-te por aqui mais vezes.

    Visitarei os teus blogues sem dúvida alguma!

    Obrigada pela visita.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Oi Grace :D!

    É, o exemplo dos traficantes de droga nos morros também é um bom exemplo.

    Os Curdos sofreram imenso. E ainda sofrem o caramba nas mãos dos Turcos, do Irão e Iraque e ninguém diz nada. A ONU que deveria importar-se com a causa deste povo prefere andar a perseguir outros países e dar voz a grupos terroristas.

    Enfim....

    Obrigada, querida pelo teu comentário :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Max, já vim inúmeras vezes ao Etnias, e naturalmente sendo o bisturi que ele é, faz cada rasgo na carne e na alma da gente. Você não é fácil, miúda! Coloca-nos diante de cada enrasco. Aponta-nos o que somos, com seu bisturi em riste, e não nos deixa esquecer que quanto mais nos civilizamos, mais invadimos o/a outro/a, o espaço alheio, e não tem quem fuja disso...

    Mas deixo-te um grande beijo e desejo de um domingo perfeito!

    ResponderEliminar
  8. Oi CB :D!

    LOL é verdade, não é fácil estar diante do Bisturí da Sociedade. Mas é um sacrifício que devemos fazer se queremos expandir os nossos horizontes (sim, porque ao escrever também eu me submeto ao bisturí, e aprendo ainda mais).

    Obrigada pela tua generosidade!

    Beijos e boa semana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço