Sexo; depende...




Lisístrata: Há muitas coisas em
Nós mulheres que me entristecem,
Tendo em conta que os homens nos
Vêm como umas marotas.
Calonice: Que de facto somos!


Aristófanes sugeriu numa das suas obras, Lisístrata (411 AC), que as mulheres fizessem greve ao sexo como um meio para forçar os homens a acabar com a Guerra do Peloponeso.

Eis-nos em 2009, e a mulheres Quenianas seguiram o conselho de Aristófanes: fizeram jejum de sexo como forma de protesto contra os desentendimentos entre os líderes principais da nação.
Tal como Lisístrata convocou todas as mulheres Gregas a aderirem à greve sexual; assim o fez um grupo activista feminino Queniano que convocou todas as mulheres da nação (incluíndo as mulheres do Presidente e Primeiro Ministro) a participarem no boicote sexual até que os líderes da nação se reunissem, conversassem e se mancassem. As mulheres estão fartas da instabilidade política que se instalou naquele país (que já ceifou mais de 10.000 vidas, nos confrontos violentos de 2008) e, querem que os políticos de concentrem no bem-estar, e segurança, do país ao invés de se concentrarem no seu próprio ego e, desavenças tribais. Afinal, trata-se do futuro dos seus filhos.

As mulheres usaram o jejum sexual para transmitir a sua mensagem...e funcionou. Ao fim de 7 dias, o Presidente Mwai Kibaki e o Primeiro Ministro Raila Odinga reuniram-se e, começaram a delinear reformas políticas.
Na obra de Aristófanes, Lisístrata e as mulheres venceram...e assim aconteceu na vida real, no caso das mulheres Quenianas.

Em Lisístrata, as mulheres começaram a ficar sedentas de sexo e assim passaram à deserção; contudo a sua líder restaurou a disciplina nas suas camaradas e assim, a luta continuou.
Pergunto-me o que teria acontecido se os homens Quenianos se tivessem aguentado sem sexo por mais de uma semana...será que as Quenianas desertariam também?

Este pensamento levanta algumas questões: será o sexo mais importante para os homens do que para as mulheres? As mulheres aguentam mais o Jejum sexual do que os homens? Serão os homens mais sexuais do que as mulheres? Será o sexo uma solução para as mulheres resolverm problemas políticos?
Tentemos responder as estas perguntas...

Será o sexo mais importante para os homens do que para as mulheres? Na minha opinião, o sexo é importante para os dois géneros. Ambos têm desejos sexuais; ambos são afectados pela febre de vez em quando, ambos apreciam a cópula, e ambos procuram atingir o final orgásmico.

As mulheres aguentam mais o Jejum sexual do que os homens? Há homens que aguentam o jejum sexual mais do que as mulhers; e há homens e mulheres que aguentam na mesma proporção (através de muita meditação e exercício físico; ou simplesmente porque são destituídos de apetite sexual). Tendo dito isto…não acho que se trate de uma questão de género, mas sim de uma questão de força mental ou predisposição para o sexo (ou falta dela).
Serão os homens mais sexuais que as mulheres? A sociedade submeteu-nos a uma lavagem cerebral para que pensássemos que sim; mas não é verdade. As mulheres são tão sexuais quanto os homens; só que as mulheres foram ensinadas a não expressar os seus desejos sexuais sob pena de serem rotuladas de devassas: ridículo.
Não é do interesse da sociedade ter um bando de mulheres castradas, ou sexualmente reprimidas, vagueando pelas ruas; pois são mais perigosas que os serial-killers.

Será o sexo uma solução para as mulheres resolverem problemas políticos? Bem, depende de quem dirige a nação. Vê bem, em Lisístrata parte-se do princípio de que todos os homens são heterosexuais e desesperados por sexo, daí a trama feminina ter funcionado.
Hoje em dia, não se deve partir desse mesmo princípio (mesmo que os homens sejam casados com mulheres); por isso se os grupos activistas quisessem convocar as mulheres para procederem à greve sexual isto só funcionaria para os heterosexuais e as safistas, mas não iria funcionar com os líderes politícos homosexuais (que, mesmo se casados com mulheres, iriam agradecer que as mulheres os deixassem em paz); logo, os grupos activistas teriam que convocar toda a gente para jejuar. Será que funcionaria? Numa sociedade livre, talvez; mas em países onde os líderes políticos só agora é que se aperceberam de que as mulheres usam o sexo como instrumento de manipulação e, por isso, consideram passar leis que permitam os homens violar as suas esposas se estas se recusarem a ter sexo com eles...não funcionaria de jeito nenhum.

Então porque é que funcionou no Quénia? Porque o Quénia é como a Grécia retratada em Lisístrata: presume-se de que todos os homens são heterosexuais; e se alguém decide assumir-se...é morto.

«Após uma semana sem sexo, o queniano James Kimondo entrou com um pedido de indemnização no tribunal de Nairobi, alegando angústia mental, stress, dor nas costas e falta de concentração.» (Fonte: TVI 24)


Imagem: Fausto tenta seduzir Margarete de Eugéne Delacroix

Comentários

  1. Max, oi, olá! Não sei se a stuação provoca esses questionamentos; ou se eles estão na pauta, para nos depararmos com o nosso estado de inércia, que nem sabemos, estamos mergulhados? Seja qual for o resultado, o sexo é uma arma poderosa, disso eu não tenho dúvida!

    Mas há uns anos atrás quando li o livro, eu adorei!

    Um beijo pra ti.
    ;)

    ResponderEliminar
  2. Excellent blog, nice post. I love the contents and thoughts. I am so proud to vote for this beautiful blog. I VOTED FOR YOU, I hope many friends like Danaty, Freearticle, Fengshui, chinafan, freearticle will Vote for u. I expect your valuable suggestions about
    my favorite Business Blog. I hope you will grace me with your precious Vote.Just copy this link to your browser
    http://bloggerschoiceawards.com/blogs/show/69551

    ResponderEliminar
  3. Um bom mote para uma reflexão.

    Abraçamigo.

    ResponderEliminar
  4. Esse post é muito polemico Max....pq se julgar culpa nas mulheres nos homens sofreremos a rejeição delas...se julgar a nos....nos mesmo iremos a vcs.....olha achu q deveria acabar com isso e entra num consenso...

    bjao...
    desculpe o sumiço mas era prova...ai o blog ficava programado as postagens...

    ResponderEliminar
  5. Oi Canto da Boca :D!

    "Não sei se a stuação provoca esses questionamentos; ou se eles estão na pauta, para nos depararmos com o nosso estado de inércia, que nem sabemos, estamos mergulhados? Seja qual for o resultado, o sexo é uma arma poderosa, disso eu não tenho dúvida!"

    Compreendo onde queres chegar. De facto vivemos tempos de inércia mental (parece que estamos vazios de causas, de propósitos dignos de luta...mas não estamos, há muito a fazer ainda). LOL isso é verdade...a música diz "money makes the world go 'round" mas eu digo "sex makes the world go 'round" lol...

    "Mas há uns anos atrás quando li o livro, eu adorei!"

    É uma peça super interessante: ri muito! (também li há anos)

    Obrigada, minha querida, pelo teu super comentário!

    Beijos :D

    ResponderEliminar
  6. Hey CollegeGirl,

    Thanks for the vote! I have voted for you as well :D!

    Cheers

    ResponderEliminar
  7. Oi Eurico,

    Concordo contigo! :D

    Obrigada pela visita!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Oi Philip,

    LOL é, é uma faca de dois gumes.

    Sabes, lindo, esta guerra dos sexos nunca irá acabar (pode tornar-se mais civilizada, mais subtil, mas nunca acabará).

    Não faz mal, Philip...eu compreendo! Espero que as provas estejam a correr bem! :D

    Beijão

    ResponderEliminar
  9. Mas bah, guria.
    A greve de sexo não resolve só problemas políticos, resolve muito problema doméstico tb.
    Tenho um amigo que sempre usa a expressão: Trata de andar na linha ou sua esposa o coloca na parteleira(sem uso).

    ResponderEliminar
  10. Olá minha querida,

    Meio atrasada, mas cá estou para agradecer seu carinho, muito obrigada.
    Essa idéia seria muito bem vinda por aqui também, quem sabe sabe os nossos homens e governantes não fariam alguma coisa para as muitas que estão acontecendo.
    Beijos em seu coração e venha sempre lá pra casa adoro bater um papo bem gostoso.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  11. Explicar tabus é complicado e esse do homem sentir falta do sexo e a mulher não é um deles.
    A própria figura do poder está ligada ao sexo. Afinal, para que a vaidade da conquista do poder, se você não dispor de sexo satisfatório?
    "Faça amor, não faça a guerra". Seriam os senhores da guerra impotentes?
    Não entendi: No Quênia o homossexualismo é motivo para matar?
    Outro tabu: Esses homens e mulheres não se masturbam? Ou o sexo solitário também é motivo para morrer? (pecado)
    Boa semana! Beijus

    ResponderEliminar
  12. Oi Diler :D!

    "A greve de sexo não resolve só problemas políticos, resolve muito problema doméstico tb."

    LOL é verdade...

    "Tenho um amigo que sempre usa a expressão: Trata de andar na linha ou sua esposa o coloca na parteleira(sem uso)."

    LOL LOL LOL que horror! LOL LOL As mulheres realmente...

    Diler, obrigada pelo teu comentário :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  13. Olá Rô :D!

    "Meio atrasada, mas cá estou para agradecer seu carinho, muito obrigada."

    Nunca atrasada :D! Não tens de agradecer, minha linda...é o meu dever como ser humano :D!

    "Essa idéia seria muito bem vinda por aqui também, quem sabe sabe os nossos homens e governantes não fariam alguma coisa para as muitas que estão acontecendo."

    lol lol lol é só mobilizar o mulherio!

    "Beijos em seu coração e venha sempre lá pra casa adoro bater um papo bem gostoso."

    Obrigada, querida! Aparecerei sim, também gosto de um papo gostoso :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma :D!

    "Explicar tabus é complicado e esse do homem sentir falta do sexo e a mulher não é um deles."

    Os tabús estão na base da repressão, que por sua vez está na base da violência (seja de que tipo fôr).

    "A própria figura do poder está ligada ao sexo. Afinal, para que a vaidade da conquista do poder, se você não dispor de sexo satisfatório?
    "Faça amor, não faça a guerra". Seriam os senhores da guerra impotentes?"

    Boas perguntas. Muitos senhores de guerra eram (e são) impotentes...(olha, outro tabú: a impotência).

    "Não entendi: No Quênia o homossexualismo é motivo para matar?"

    Não sabias? No Quénia (assim como em muitos países Africanos, se não a maioria) a homosexualidade é ilegal, e se alguém fôr apanhado em actos homosexuais ou vier a público admitir a sua sexualidade: é morto.
    É mais que pecado, é considerado contra-natura logo ilegal. Um absurdo!!

    "Outro tabu: Esses homens e mulheres não se masturbam? Ou o sexo solitário também é motivo para morrer? (pecado)"

    Masturbação (ainda hei-de escrever acerca disto): pegaram num exemplo Bíblico (Onan que foi morto por Deus, não porque deixou a semente cair no chão, mas sim porque se recusou a cumprir um Desígnio Divino que era engravidar Tamar, para que a semente da Tribo de Judah pudesse prosseguir) e condenaram a masturbação...juro, as pessoas gostam de fazer de Deus parvo.
    Quanto à tua pergunta, embora não seja visto como pecado (não gosto da maneira como esta palavra é usada, mas enfim...) o homem Africano não é adepto da prática porque é-lhes ensinado que o pénis é para ser oferecido a uma dama (é por isso que eles não se recusam a nenhuma: e assim, têm 7 mulheres ou mais cada um).

    Luma, obrigada por este super comentário: amei :D!

    Boa semana e beijos, querida

    ResponderEliminar
  15. Max
    Não a greve de sexo não resolve os problemas políticos,não é bem por aí, não seria muito melhor se as mulheres buscassem outros caminhos de aprimorarmento e crescimento pessoal para conseguir as mudanças que tanto almejam, você sabe, que quando as mulheres querem de fato, ninguém as pode segurar...
    Também acho que a importância do sexo é a mesma para homens e mulheres.


    bjs

    ResponderEliminar
  16. Oi Dri :D!

    Também acho que as mulheres deveriam buscar primeiro a evolução pessoal, mas já sabes...isso leva tempo e as pessoas preferem coisas mais imediatas. No caso Queniano, contudo, deu resultado porque em África o sexo é quase um dado adquirido; logo a greve do sexo deu certo (principalmente porque foi inesperado, os homens nunca pensaram que desse certo).

    Concordo em género, número e grau: quando uma mulher quer algo...ah, não há quem a segure!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço