Acima de tudo: Seres Humanos


Feminismo...Sexismo...Guerra de género...Homens Vs Mulheres...Mulheres Vs Homens...que cansativo!

Eu, como ser humano, estou francamente fatigada de toda esta guerra de géneros. Estou que já nem posso ouvir falar disso, nem sequer dos mesmos, e obsoletos, argumentos que a justificam.

Mas não me entendam mal...aqueles que me conhecem, já tiveram tempo de se aperceber que como Pro-femina (defensora da integridade feminina), estou grata às sufragistas, e feministas clássicas, pelo seu fantástico trabalho que nos permitiu (a nós, mulheres) votar; dar voz ao nosso pensamento; lutar pelos nossos direitos; sermos vistas como iguais, intelectualmente falando; participar nos assuntos do estado...etc.
Não obstante, tenho um sério problema com as feministas contemporâneas.

Olhando para o mundo hoje, não se pode evitar reparar numa imagem assustadora: foi declarada a guerra aos homens.
Mas o mais interessante é que as mesmas mulheres que declararam guerra aos machos, são exactamente aquelas que quando perante um homem se sentem impotentes, fragéis e, por vezes, comportam-se de forma submissa (mesmo que não tenham consciência disso).
Pergunto-me se estas pseudo-amazonas se apercebem de quão vão o seu esforço é...

Tanto homens como mulheres, têm dentro de si as energias femininas e masculinas; mas quando se é homem costuma prevalecer a energia masculina, e quando se é mulher a energia feminina é a que geralmente prevalece. E, é por esta razão que quando os dois se unem, complementam-se.
E se começarmos a pensar na teoria da reencarnação, apercebemo-nos do quão fútil a guerra de género é: nesta vida pode-se nascer homem, mas na próxima pode-se vir como mulher (e vice-versa). Querendo isto dizer que durante uma vida podemos estar a lutar contra o que já fomos, ou contra o que seremos.
Deus criou-nos à sua imagem; o que significa que Ele É feito das duas energias (masculina e feminina). Será válido pensar que quando os humanos lutam entre si, devido ao género, lutam contra Deus? Bem, não sei; mas sei que quando desrespeitamos outros seres humanos, devido ao seu género (por exemplo); desrespeitamos Deus.

No dia em que os homens e mulheres começarem a olhar uns para os outros para além do phallus e da kteis; e, no dia em que nos comerçarmos a respeitar como os seres humanos que somos (independentemente das conotações terrenas de ter um pénis e uma vagina) talvez nos possamos concentrar em assuntos mais sérios.


Imagem: Mr and Mrs William Hallet ('The Morning Walk') de Thomas Gainsborough

Comentários

  1. Excelente MAX!! Assino embaixo! Também não entendo tanta divergência, já que no fundo todos querem a mesma coisa e as feministas contemporâneas, se é que se pode chamá-las assim, estão perdidas no tempo. Antigamente sim a mulher era tratada como um animal, sem direito a reclamar dos seus direitos. Agora podemos e porque não usufruir?
    Tem um sexólogo brasileiro que diz que os casais se unem pelo sexo, mas também se separam pelo sexo. É isso, o problema não está nos homens ou nas mulheres, o problema está no sexo. Não me entenda mal, nao estou sendo simplista ou grosseira, mas este princípio pode também ser o fim. Beijus

    ResponderEliminar
  2. Max! I've missed you.
    I've been on vacation and now I'm back ... so to speak. :-)
    I do hope to see you at the MW page from time to time.
    Take care.
    ~JD

    ResponderEliminar
  3. Este trecho fecha muito bem seus argumentos, Max:

    "No dia em que os homens e mulheres começarem a olhar uns para os outros para além do phallus e da kteis; e, no dia em que nos comerçarmos a respeitar como os seres humanos que somos (independentemente das conotações terrenas de ter um pénis e uma vagina) talvez nos possamos concentrar em assuntos mais sérios."

    Agora temos mais é que unir forças em prol do mesmo ideal: paz e harmonia entre os povos, respeito e tratamento digno aos demais seres viventes da Terra!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Oi Luma!

    "Excelente MAX!! Assino embaixo!" - muito obrigada *vénia*!

    "Também não entendo tanta divergência, já que no fundo todos querem a mesma coisa e as feministas contemporâneas, se é que se pode chamá-las assim, estão perdidas no tempo. Antigamente sim a mulher era tratada como um animal, sem direito a reclamar dos seus direitos. Agora podemos e porque não usufruir?" - Concordo plenamente; elas estão perdidas na cápsula do tempo! Absolutamente, minha linda, absolutamente!

    "Tem um sexólogo brasileiro que diz que os casais se unem pelo sexo, mas também se separam pelo sexo. É isso, o problema não está nos homens ou nas mulheres, o problema está no sexo." - é bem capaz de ter razão esse sexólogo...aliás, ele tem razão! Sexo é o motivo de muita guerra...hás-de reparar que até as pessoas resolveram fazer do sexo a arena para resolver toda a sorte de questões.

    "Não me entenda mal, nao estou sendo simplista ou grosseira, mas este princípio pode também ser o fim." - compreendo-te perfeitamente...tens razão!

    Luma, obrigada por este super comentário! Amei :D

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Hey JD!

    Well I am back, buddy :D!
    I hope you had a terrific time off!

    Thanks for having dropped by while I was away :D!

    Cheers

    ResponderEliminar
  6. Oi Juca!

    Não poderia concordar mais contigo, meu lindo! Eu sinceramente espero ver esse dia chegar!!

    Obrigada pelo teu comentário e apoio :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço