Donald Trump e a Esquerda: Auto da Barca da Comiseração



Nos Estados Unidos da América, o candidato presidencial Donald Trump terá supostamente afirmado que, caso fosse eleito, baniria a entrada de imigrantes muçulmanos no seu país. Terá também acrescentado que algo de errado se passa dentro das mesquitas e que é imperativo que se fique a saber o que por lá se diz.
Os esquerdistas de serviço, num pranto a crioulo doido, logo saltaram para a arena da politiquice comiserativa.

Num acto de auto-comiseração, os olheiros muçulmanos (que bastas vezes a seu bel-prazer entoam cantos cujo refrão é “Morte aos judeus; o Médio Oriente purgado de judeus” e insídias que tais) muito convenientemente vieram a terreiro clamar que as tácticas do senhor Trump se equivaliam às usadas pelos nazis quando exterminaram os judeus; e assim, com este mote, iniciou-se a opereta na Media internacional.

A questão mexicana

DanadoTrompetista: Os mexicanos ilegais são uma corja perigosa e potenciais criminosos que poderão estar ao serviço de traficantes de droga!
Activistas latinos: Essa pessoa não tem lugar na América e é um preconceituoso inaudito!
Canal Negativista Nacional: Danado Trompetista lança farpas racistas contra os imigrantes mexicanos!
Comentadores: Ridícula e gravosa a posição de Dan e, é de cariz anti-americana. Este país é uma nação de imigrantes de todo o mundo.
Políticos: É uma visão difamatória e além disso qualquer imigrante legal é bem-vindo ao nosso país.
TV Raposa: Será que ninguém fala inglês? Tanto barulho para nada; Dan Tromp não ofendeu nem insultou quem quer que seja, ele disse “ilegais...ilegais”.

A questão dos Black Lives Matter

Danado Trompetista: Quem são esses barulhentos? Ah...! Sim... sim... sim, a vida do negro tem valor; agora para que os meus seguranças não vos façam a vida negra toca a andar daqui para fora; já agora, para que a vossa vida tenha mesmo significado toca de arranjar emprego e trabalhar; deixem da viver à custa do erário público, saindo já da Assistência Social e dos restos du coeur; Yah!
CNN: Mas o quê que se está a passar? Dan Tromp deu numa de atacar minorias? Será que vai cair no mesmo erro dos 47% de Myth Rourkey?
NAACP: Essa pessoa é racista e está na certa a avançar a agenda do KKK.
Comentadores: Isto está errado; isto borda o racismo e a xenofobia; isto são os EUA onde todos pretendemos ser iguais embora só alguns beneficiem: brancos, asiáticos, latinos de pele branca e 0,0001% de afro-americanos com formação universitária.
Políticos: Todas as vidas são importantes, mas fica a promessa de a polícia beneficiar de melhor treino e equipamento para saber lidar com aqueles de quem eles têm medo, é tudo!
TV Raposa: Os polícias estão simplesmente a cumprir a lei que diz “atirar em caso de temer pela própria vida”; mas 16 tiros num miúdo já raia o exagero; ok?

A questão dos Judeus Republicanos

Danado Trompeteiro: Os judeus são bons negociadores (sei do que estou a falar) e gostam de controlar os políticos através dos seus donativos; eu não preciso do vosso dinheiro.
Activistas judeus de direita: ultrajante, absolutamente ultrajante!
Activistas judeus de esquerda: Não se deve pôr todos os judeus no mesmo saco, ele deve estar a referir-se aos seus parentes e sogros da sua filha, a qual se converteu ao judaísmo - só pode!
CNN: Ó pá, ele continua com as suas tiradas racistas e para todos os lado, não poupa ninguém.
Comentadores: É preciso ter lata, principalmente se pensarmos que estava diante de uma base republicana.
TV Raposa: Eles estava a ser sarcástico, era um amigo a falar para amigos: rapazes serão sempre rapazes!

A questão Muçulmana

Danado Trompeteiro: Quando for eleito presidente, os imigrantes muçulmanos bem podem dizer adeus à América; a sua entrada será banida; o FBI terá autorização para entrar nas mesquitas, ouvir tudo e comunicar-me.
CNN: É inconstitucional e racista!
Comentadores: Isto é o Dan a deitar veneno por todos os poros; é claro que conforme ele tem direito à liberdade de expressão, qualquer um tem direito à liberdade religiosa.
TV Raposa: Ele só disse o que a maioria pensa acerca das mesquitas e seus Imãs, faltando-lhes porém a coragem de o verbalizar: nada mais.
Políticos: O congresso e o senado são o ramo legislador deste país; ok?
Olheiros muçulmanos: isto é racismo puro e duro, incitamento à violência e pedimos protecção policial para os 2.750.000 muçulmanos deste país.
Activistas de esquerda: O Dan não é um candidato viável para os EUA e o que ele disse é racismo na forma mais obnóxia que se possa imaginar.

Já fora do frenesim dos Media e das câmaras

Olheiros Muçulmanos: F*ck os muçulmanos ricos domésticos, a Arábia Saudita e o Qatar já mostraram que podem soltar os cordões à bolsa se vocês co-operarem. Quanto é que é preciso para acabar com a campanha do sacana do Tromp?
Activistas de esquerda: Primeiro vamos começar pelos abaixo assinados a nível mundial e conseguir a proibição da sua entrada nos países dos palhaços da UE, vamos recorrer aos nossos aliados do Bando de Desocupados Sociopatas.

Olheiros Muçulmanos: Não involvam esses, por enquanto, porque nós vamos invocar o exemplo do extermínio dos judeus.
Activistas de esquerda: Não abusem nem puxem em demasia a corda com essas comparações.
Olheiros Muçulmanos: Usaremos o método que for mais conveniente, não podemos deixar o Dan apunhalar a religião do Profeta.
Um activistas de esquerda: Mas neste país ele tem o direito à liberdade de expressão...
Olheiro muçulmano: Querem eleger um democrata ou não? Só nós sabemos qual é a nossa agenda; ok?

Activistas de esquerda: já dissemos vamos banir a sua entrada em Israel (Obama falará com o Bibi), Inglaterra, França, e UE...excepto a Hungria, República Checa, Letónia, Eslováquia, Estónia, Polónia, Ucrânia enfim, os suspeitos do costume.
Olheiros muçulmanos: Isso, isso, até porque os afro-americanos e brown boys vão beneficiar de educação também através do nosso financiamento na obra social de Obama “your brother's keeper”, por isso é imperativo que o Obama obrigue o Bibi a não recebê-lo, caso não possa proibir a sua entrada na Palestina. Na UE é diferente; nós controlamos os políticos, empresas e clubes de futebol...

Activistas de esquerda: Mesmo sabendo que a Arábia Saudita, o Qatar e a Turquia  financiam grupos terroristas que assassinaram +/– 122 cidadãos franceses no 13 de Novembro, em Paris, a busca de terroristas não foi tão severa como na Bélgica.
Olheiros muçulmanos: Ouve bem, em França nós controlamos a Côte d'Azur, a Câmara de Paris e o PSG e nenhum político que se preze quer mexer com as massas do futebol e os votantes muçulmanos (6.000.000).
Activistas esquerdista: Admirável. Obrigada pelo financiamento do Super-PAC, já trataremos do Trompeteiro....

Olheiros muçulmanos: Embora a nossa religião permita espancar na mulher, desestabilizar países africanos até que sejam todos seguidores de Alá, e morte aos infiéis; lembrem-se de frisar constantemente e somente que o Islão é paz e é também pocket-money para os Super-PAC.
Activistas esquerdistas: Bismi'llah...!

Conclusão

Afinal quem é Donald Trump? É uma pessoa que conhece bem a maioria da sociedade americana, é alguém que é astuto e implacável nos negócios e por sinal bem sucedido.
É racista? Ó por favor, catalogar Donald Trump de racista e preconceituoso é tão absurdo como catalogar Israel de país do apartheid.

Quanto a mim, Donald Trump é daquelas pessoas que têm o condão de transformar trampa  numa iguaria gourmet que é servida em todos os menus da Media internacional. Portanto, povo meu (mexicanos, pretos, judeus e Cª limitada), criem uma carapaça como segunda pele para não se deixarem atingir pelas tiradas calculadas do parolo raiando a burgesso, que é o Mr. Trump, nem se deixem aviltar pela Media ávida de seguidores bacocos, nem levar por olheiros muçulmanos oportunistas, nem tão pouco pelos esquerdistas sem escrúpulos que andam sempre à caça do vosso voto.

Até para a semana


(Imagem: retirada do Google Imagens)

Comentários

  1. O homem diz aquilo que todos pensam, essa é que é a verdade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Anónimo!
      Durante muito tempo caímos na malha chinesa do "politicamente correcto" que, quando aparece alguém a dizer a verdade nua e crua, uns fingem-se chocados, outros sentem pavor e outros ainda acobardam-se.Quanto a mim o homenzito é também abrangido pelo direito de dizer as coisitas que bem lhe aprouvierem.
      Então da nossa casa assistimos impávidos e serenos os árabes, persas e muçulmanos em geral a gritar cheios de ódio "morte aos judeus, mataremos todos os judeus em Israel" e o sr. Trump diz que não quer imigrantes muçulmanos no seu país e, isto é racista? A esquerda e a sua camarilha islâmica que se vão lixar!
      Olhe já avisei: não assinarei petições da cáca; nem me deixarei manobrar pelas hostes muçulmanas (vivo bem sem o seu capital) nem tão pouco por esquerdistas ranhosos e corruptos.

      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Olá Lenny,

    Não sou fã do Donald Trump, politicamente falando, mas reconheço que ele tem o direito de dizer o que quiser.
    É engraçado como a nossa sociedade está disposta a ouvir "morte à América!", "morte aos Judeus" e "Islão vai subjugar o ocidente" mas não está disposta a ouvir a verdade acerca do que se poderá passar dentro das mesquitas? Está tudo doido.

    Mas o mais giro foi o CAIR reagir às palavras de Trump ao invocar os Nazis e os judeus, os mesmos que a organização (que já agora é uma organização que está na lista de orgs terroristas nos Emirados Árabes, e que é um braço do Hamas na América) apela à morte de judeus e afins nos campuses americanos. Quanto a mim, só mostrou o quanto Donald Trump assusta essa gente.

    A esquerda anda a ajudar a causa do inimigo (leia-se a Jihad Global), disso não há dúvidas. Vejam bem que o indivíduo que ajudou o Farouk (atentado de San Bernardino) a comprar as armas foi um elemento da esquerda Latino...graças a D-us já está na cadeia.
    A Europa só tem de fazer o mesmo: quem ajuda esta gente, quem justifica os seus actos, e quem apoia a sua causa tem de ir para a cadeia com efeito imediato.

    Bom trabalho, Lenny.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      A Europa só tem de fazer o mesmo? Ó pá não me faças rir; os políticos europeus estariam todos na cadeia incluindo os presidentes e primeiros ministros. Há ajuda física e há a moral que é tão perniciosa quanto à primeira; quando os terroristas islâmicos ceifam vidas de cidadãos inocentes os políticos vêm logo a seguir com mil e uma desculpas: isto não é islam (no entanto antes de cada morte gritam Allah hu akabar); ó eles sentem-se desenraizados; ó não tiveram as mesmas oportunidades que nós; ó estão esmagados pelo desemprego; ó vivem em habitações deploráveis, nhónhónhó nhónhónhó...
      Ora muitos indígenas europeus estão desempregados, as suas casas foram tomadas pelos bancos, perderam carros, vivem em condições deploráveis, sofrem discriminação; passam fome e outros mais perderam a dignidade e contudo...
      Olha não me faças falar mais, ainda nem estou em mim com este governo de esquerda radical...

      Shabbat Shalom

      Eliminar
    2. "Olha não me faças falar mais, ainda nem estou em mim com este governo de esquerda radical..."

      LOL LOL :)

      Shabbat Shalom

      Eliminar
  3. Hehehehehe ai lenny, vocês mata-me a rir; Deus a abençoe! Eu por acaso não gosto deste indivíduo Donald Tramp, mas que ele diz algumas verdades, ai ele diz sim senhora! Mas pronto, não devemos ser tão agressivos, não é verdade? Deus não gosta, mas também Deus não gosta do que os infiéis andam a fazer, a matar gente e isso! Só Deus para nos valer nestes tempos de tribulação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria Joaquina!
      Amém!
      Tenho saudades do Deus do Antigo Testamento; bem eu já teria marchado pelas vezes que O evoco em vão, mas estes terroristas já teriam visto o inferno.

      Bem minha querida, estimei vê-la por aqui e tenha um bom fim de semana.

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço