Peronista no Vaticano & PS Para Manuela M. Guedes


“Is the Pope communist? No, he enjoys provoking people” (in BBC)

Que delícia...! Agora lembrei-me que enquanto adolescentava, a minha mãe foi chamada a um centro de dia para jovens porque eu havia desafiado o princípio da definição de Deus.
Depois de uma caminhada silenciosa, quando chegámos a casa, perguntou “disseste que Deus é o quê?” [disse que para mim, Deus é uma dicotomia existencial ] “mas porquê que não respondes como toda a gente: é o Criador do Céu e da terra, é um Ser Omnipotente, Omnipresente e Mag....” a minha avó cortou-lhe a palavra e pediu-me que explicasse a dicotomia, acatei o pedido e disse “Deus é a essência do meu ser, aquela inexplicabilidade que faz de mim tudo e nada”, depois de um pequeno debate em que acordámos, discordámos, prevaleci e, a minha mãe rematou dizendo “esta miúda gosta de provocar as pessoas”.
Então, tirando o proveito da minha fama, vou devolver a provocação ao homem de Deus - Sua Santidade Papa Francisco.

Segundo o artigo da BBC, o Santo Padre criticou a economia de mercado: eu sei que S. Santidade é de cor branca, nunca viveu debaixo dum sistema comunista, mas eu vivi num durante dois anos (1975-1977) e a minha família que por lá quis ficar, conheceu o sistema de senhas para se poder abastecer nas lojas controladas pelo governo; enquanto que em menos de cinco anos atrás este nível de miséria só era possível em Cuba, na China, na Etiópia, na Rússia, na Tanzânia e na Zâmbia (em que até as retretes eram propriedade do Estado).
Lê-se também que o Santo Padre disse “o capitalismo no seu melhor é uma fonte de desigualdade e no seu pior é um assassino” ora, sabemos que o capitalismo no seu melhor é criativo, competitivo, livre, gerador de riqueza e solidário; no seu pior ainda permite a exploração do homem pelo homem, é implacável, imoral, desonesto e incidentalmente pode causar morte (suicídio e assassinato), mas qualquer um pode participar e tentar internamente torná-lo mais ético. Enquanto que a colectivização dos meios de produção é sempre economicamente asfixiante, embrutecedora, invejosa, delatora, perversa, fétida, faminta, indolente, amoral, repressora, tirana, torturadora e homicida, mas só beneficiam os que estão ligados à cúpula e aparelho do Estado e, qualquer tentativa de mudança conduzirá o reaccionário aos campos de re-educação, onde durante 10 anos repetirá a cada cinco segundos: “a ditadura do proletariado é a forma suprema da democracia”.

Sugere-se que o Papa seja fã da teologia da libertação “o evangelho deve privilegiar os pobres” e é ainda adepto da teologia do povo “Ver o mundo com os olhos dos pobres” ou “Igreja pobre, para os pobres” ó Caro Senhor Bergoglio quão asinino é isto? Eu sou tão solidária quanto o próximo, mas recuso e rejeito a deificação do pobre, porque a nossa missão enquanto soldados de Deus é ensinar e guiar os mais desfavorecidos, pobres e miseráveis, a encontrar o seu rumo, para se levantarem do seu desconforto social, porque só assim se livrarão do estigma da incapacidade crónica; porquanto se possuirem dinheiro e compreenderem o seu devido valor, poderão providenciar para o avanço intelectual, económico e psicológico da sua família e, sem constrangimentos participar e contribuir para o desenvolvimento do seu país. Santo Padre, acabem com o mito da pobreza e dos pobres porque só serve para apaziguar as vossas consciências deturpadas.

Diz-se que o Santo Padre afirmou que “O desemprego é o resultado da escolha mundial de um sistema económico que se traduziu nesta tragédia, um sistema económico cujo pilar é um deus falso, um deus falso denominado dinheiro” - bem, como sou conhecedora do sistema económico marxista, leninista, stalinista e mao tsentunguista, exorto-o a que apresente um sistema diverso do capitalista no qual não haja crédito mal-parado, no qual todos tenham trabalho, dinheiro, uma casa paga ao fim de 30 anos e no qual cada cidadão procrie sem antecipar desgraças futuras e onde as mulheres sejam respeitadas pelos seus companheiros, maridos, namorados e amantes.

Diz-se que um dos seus ajudantes de campo terá afirmado “Se vocês agora pensam que o Papa é marxista, esperem e vejam o que ele tem a dizer sobre o meio-ambiente”, bem não estou em pulgas e nem sei se quero a sua opinião acerca do assunto, porque o Santo Padre ao desviar-se dos assuntos de Deus e entrando na arena política pelo flanco da esquerda marxista, escapou-lhe o facto de que devido às ideias de Karl Marx, as mulheres queimaram soutiens e roubaram o negócio às prostitutas (i.e. hoje, as mulheres “sérias” são detentoras das DST [doenças sexualmente transmissíveis] não porque o bastardo e desgraçado do marido as infectou, mas porque elas, donas do seu corpo e merdas que tais têm entre 5 a 50 amigos com benefícios e resultado: o #23 pegou-lhes gonorreia na garganta; o #13 presenteou-as com clamídia, o #45 mimou-as com fissuras anais, and so on. Por exemplo as miúdas entre 13 e 17 anos estão convencidas que são virgens porque só praticam sexo anal e oral).
Camarada Santo Padre, juro-lhe que adoro as pessoas que defendem ideias de um idiota sem nem sequer considerarem todos os ângulos de ideais tão nocivos.

P.S: Manuela Moura Guedes, eu incluo os aspergers no grupo de pessoas intelectualmente brilhantes porque não desistem até obterem o que pretendem.
A Manuela não foi sábia o suficiente ao sair de cena porque aquela piveta não respondeu à sua pergunta, nem no programa nem na conchinchina; aquela flauzina mal-educada estava prestes a ficar doidinha e prontinha a explodir.
Então a Manuela não viu o modo como a deputada marxista independente do Partido Socialista levava as mãos ao seu pescoço como se estivesse a dizer-lhe que a tinha de a arrancar tal qual um nó que não a deixa engolir? Então não reparou que a certa altura enquanto ela lia os papéis [que devem ter sido escritos pela cúpula do PS] deitou as mãos à cara num sinal de incredulidade sobre o que cuspia? E quando assentava o queixo sobre as suas manitas para disfarçar a tremedeira? Manuela, a cobardolas, vira-cara e encrenqueira estava quase a mostrar as suas verdadeiras cores; se ao menos tivesse tido paciência ter-nos-ia proporcionado um espectáculo memorável.

Bom Manuela, a sua impaciência talvez tenha sido o Universo a dar-lhe uma bicada no rabo; pois lembro-me que numa das eleições de há uns anos atrás, estava eu a ver os comentários pós-eleitorais na TVI e, a Manuela mais um colega seu estavam a dissecar o significado do voto dos portugueses e, a falecida Dra. Maria José Nogueira Pinto foi rudemente mandada calar pelo seu colega. Sabe uma coisa, Manuela? Ela ficou, enfrentou o seu fantasma até ao fim com toda a lisura – coisa que é apanágio dos grandes; e a Manuela não chamou a atenção do rapazola do seu colega por ter sido malcriado para com uma senhora que tinha idade para ser mãe dele e, além disso tinha uma folha fabulosa ao serviço de Portugal; coisa que ele nunca alcançará nem que viva mil anos.
Olhe que se lixe, eu porém esperava mais de uma pessoa com a sua experiência: pronto perdoou-lhe não me ter ajudado a limpar os meu fígado através de uma boa risada.

Quanto ao Nilton, coitado...fez figura de cão, porque o seu papel é moderar o tempo e não o que se diz ou faz. Mas pronto, viu a oportunidade de agir como todos os arseholes e exercer o pátrio poder. 

Até para a semana


(Imagem: Papa Francisco - Google Imagens [Editada])

Comentários

  1. Este papa é um desapontamento. Quanto a MMG, tambem acho que não deveria ter saido quando a razão estava do seu lado, mas se calhar não quis dar uma estalada naquela impertinente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Anónimo!
      Se calhar a Manuela M. Guedes devesse ter-lhe mandado uma pêra em direcção à fuça da dita marxista independente do PS; que na passada segunda-feira estava particularmente feiosa, nem a maquilhagem conseguiu disfarçar aquelas manchas horrorosas.
      Obrigada pelo seu comentário, meu caro!

      Bom-fim de semana

      Eliminar
  2. Olá Lenny,

    Já argumentas desde de pita, hein? Bom saber... :)
    Com que então temos um Papa esquerdista wannabe: no que é que estavam a pensar quando elegeram este servo de Deus? A criatura tem um historial duvidoso, a criatura tem tendências estranhas, e agora profere palavras típicas do século XVIII em pleno século XXI.
    O Papa Francisco nega ser marxista mas as suas palavras e acções são próprias de um comuna; essa é que é a verdade. Primeiro foi o alegado colaboracionismo com o Videla e agora isto...será que a sua doença o estará a confundir?

    Confesso que tive de assistir ao Barca do Inferno, no site da RTP (aqui fica o link para quem como eu está no estrangeiro: http://www.rtp.pt/play/p1719/barca-do-inferno), antes de poder comentar:
    1- A menina Moreira não respondeu à pergunta da senhora Moura Guedes. Como é que a descida de TSU poderá garantir emprego e consumo? Como?
    2- A menina Moreira não respondeu à pergunta, não explicou coisa alguma, porque a sua intervenção foi feita a partir da leitura de um papel propagandista escrito por alguém do partido,; porque quando autoramos um texto nós sabemos explicar o seu conteúdo...ela não soube.
    3- Eu, se estivesse estado no lugar da senhora Moura Guedes não me teria retirado da mesa; porém teria feito aquela mal-educada responder à minha pergunta e teria dito ao Nilton para se calar (Nilton esse que é outro mal-educado sem piada nenhuma - aquela tentativa de facécia após a saída da senhora Moura Guedes foi triste).
    4- O que aconteceu foi mais um sintoma do que se passa em Portugal: o confronto é tido como ataque, a crítica ao desempenho professional é tida como insulto, a acusação com base em factos é tida como uma afronta; e a cobardia (tal como sair de um programa e chegar a casa e ir para o Facebook cuspir veneno sabendo que o seu alvo não está presente para se defender) é tida como um acto de coragem. Marcas dos tempos...
    5- Raquel Varela fez perguntas excelentes; e encostou a "adolescente eterna" à parede - nisto, Manuela Moura Guedes deve aprender com a senhorita Varela.
    6- Nilton, entre africanos, nota zero para ti. A tua defesa deslocada dessa mulherzinha Moreira é suspeita; mas é um homem casado, logo...páro por aqui.

    Lenny, muito bem. Espero que o Vaticano aproveite este momento para pensar bem em quem nomearão para Papa para a próxima.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      O que o Sto Padre nega ou deixa de negar, isso é lá com ele; o que conta para mim são as palavras que vai proferindo aqui e acolá, todo o resto são balelas.
      1- A descida da TSU pode acrescentar alguma folga financeira no bolso dos portugueses, mas nada garante que ela vá ser injectada na economia, podem usá-lo para guardar para mais tarde pagar a escola dos meninos e ou para pagar dívidas acumuladas: cartão de crédito, hipoteca, Intrujustitia, Cofidis.
      2- A figura dela nesse instante parecia a do Papa acima.
      3- Quanto ao Nilton eu já disse tudo acerca da figurinha: é um cretino
      4- País de brandos costumes que nunca sairá da cepa torta a não ser que se aceite o confronto e a crítica como veículos de mudança de atitudes e comportamentos. Essa atitude covarde é típica dos marxista que em Moçambique denunciavam familiares, amigos e até pais para subirem na escala política.
      5- A senhorita Varela é intrigante, porque quando eu penso que ela vai no bom caminho, o raciocínio está bem elaborado e que nos vai iluminar: ela divaga, perde-se no pensamento e depois começa a dizer que ela é isto, aquilo e aqueloutro.
      E ela tem um sorriso tão sincero e por vezes terno; mas falta-lhe algo, não sei se é falta de reconhecimento ou ela acha que não lhe dão o valor condicente com o seu trabalho; olha não sei!
      Há algo que a incomoda e que está a distraí-la grandemente e, depois saem-lhe aquelas coisas esquisitas que ela para lá pronuncia; enfim...
      6- Já te disse o quanto adoro a praticidade nos homens; mas hoje em dia está difícil para os pobres diabos; em ramo nenhum da vida se destaca um homem e o Vaticano não é a excepção que se poderia esperar.
      Todo e qualquer homem, em qualquer parte do planeta, acha que tem de dizer algo mesmo que seja impensado; os homens deixaram de parte o pensamento metódico, a reflexão, a lógica da razão e sobretudo a frieza dos factos foi descartada do cérebro masculino. Olha é uma desilusão o pote intelectual da rapaziada.

      Beijocas

      Eliminar
  3. Xii, lenny, agora fizeste com que me lembrasse da época negra de moçambique, as senhas, o mercado negro, a luta para encontrar divisas..txo, foi duro. Não gosto deste papa, diz uma coisa hoje amanhã diz outra e depois parece ter um problema com africanos, yah? Cá ficamos à espera do próximo, né?
    Hehehe mas o que é isso de dizer que as mulheres roubaram trabalho às prostitutas? Eh, lenny, faz favor...!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carlitos!
      Eu acho que o Papa é commie e racista, que o digam os cristãos católicos da República Centro Africana, Camarões, Nigéria e Quénia que não tiveram direito a uma vigília, estando eles a ser fustigados por islamistas por se dirigirem a Deus através de Jesus Cristo.
      Depois as crianças sirias são uma geração perdida, e as africanas são abortos ambulantes condenados à morte: não consigo criar empatia com este Papa.
      Se calhar a Missão Suíça devesse regressar em força para África, já que as missões católicas estão fartas ou têm medo de evangelizar os pretos.
      Já reparaste que quando o Vaticano fala de África, nem sequer é o Papa? Juro por Deus que tenho saudades do Papa João Paulo II e até do Benedictus.
      Lembraste do processo de paz em Moçambique entre a Frelimo e a Renamo? Foi conseguido e mediado pela comunidade de Sto Egídio (padres italianos) com a benção do Vaticano e do governo italiano. Ainda bem que não era este Papa, porque se calhar teria dito " não estou familiarizado com pretos, não consigo compreendê-los e além do mais o governo marxista de Moçambique é legítimo; se os bandidos da Renamo querem matar moçambicanos o problema não é nosso".
      Ainda há quem defenda o marxismo, mesmo havendo pessoas que gritam (porque viveram sob esse sistema) aos 4 ventos a horripilância dessa ideologia : é incrível

      Quanto as mulheres "sérias" roubarem o trabalho às mulheres de "vida fácil" é uma evidência pois elas têm uma carteira de amigos com benefícios que não pagam: quem quer uma prostituta? Por amor de Eros, Carlitos!

      Aquele Abraço

      Eliminar
  4. Mas quem é que vocês pensam que são para dizerem às mulheres quantos homens devem ter? O que é isto de impôr um número 5-50? Seus moralistas da merda!!! Nem toda a gente com multiplos parceiros apanha doenças sexualmente transmissíveis, ora essa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou rezar por si, joana, para que Deus a afaste de uma vida de devassa! Fico ao menos feliz por saber que apesar da sua profissão pouco séria ainda cuida da sua saúde. Deus a abençoe e que lhe arrange um bom marido para assentar na vida!

      Eliminar
    2. Olá Joana,

      Bem-vinda ao Etnias. Porém, gostaria de a advertir de que ainda não ganhou pontos suficientes para empregar asneiras neste blogue - terá essa prerrogativa após um ano a deixar comentários (findo o qual poderá empregar 5, mais do que isso verá os seus comentários apagados).
      Ainda bem que a Joana ainda não apanhou nenhum doença venérea, mas ainda irá a tempo se não praticar sexo seguro.

      Cumprimentos

      Eliminar
    3. Olá, Joana!
      Nós não somos mais nada senão o grupo que colabora no Etnias!
      Para já não impomos nada, podem ter menos de 5 e mais de 50: hakuna matata.
      O milando começa quando tudo isso afecta a saúde pública; quando se chega aos 50 anos e se deseja ter o primeiro filho; as custas de tentativas de inseminação falhadas (cada tentativa pode custar mais ou menos €10.000) suportadas pelo Serviço Nacional de Saúde e tudo isto acrescido pela frustração; que pode resultar numa crise de ansiedade crónica; consequente baixa de produtividade que poderá conduzir a perda de emprego.
      Joana seja bem-vinda ao nosso espaço, espero que se divirta connosco.
      cumprimentos

      Eliminar
    4. @Maria Joaquina HAHAHAHAHAHA pândega!

      Eliminar
  5. Ó lenny, o santo papa já disse não ser comunista nem apologista da teologia da libertação! Mas pronto, sei que não é por mal que diz isto porque o santo padre está a confundir toda a gente com o seu discurso pouco claro, também é verdade!
    As mulheres marxistas são todas umas desavergonhadas, lenny, Deus me perdoe mas é o que elas são! Rezo por elas todos os dias, tem de ser senão o nosso país vai perder-se para a fornicação em massa!
    Estou com a MMG porque se ela tivesse ficado na certa teria dado uma grande chapada naquela cara de sonsa, ai teria teria! Por isso a Manuela fez bem, comportou-se como uma senhora e saiu. Olhe, eu não sei se teria tanta classe, ai não sei não lenny! Que Deus esteja com todos vocês e que abençoe o etnias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria Joaquina!
      Não gosto deste Papa! Então vai e diz ao Abbas que espera que ele seja um anjo da Paz? O árabe Abbas é sunita e ao contrário dos shiitas não crê em dividandes: que quer que eu pense disto?
      Reconhece os árabes na Palestina como povo com direito a um pedaço de terra Israelita? O Quê? Não é o Sto Padre chefe da Igreja Cristã Católica Apostólica Romana? Então ele não sabe que Jesus calcorreou a Galileia, que Judeia deu origem aos judeus, que Jerusalém era a capital de Israel onde Jesus ia orar no Templo e até se chateou por lá? Que terra quererá ele dar aos árabes na Palestina? Que visão tem ele quanto ao futuro do país Israel e do povo judeu? Ele não sabe que os Judeus foram arrastados de Israel para a Europa pelos Romanos? Ele não sabe que Jesus era Judeu e seus ensinamentos e valores se baseavam no Torah que são as Sagradas Escrituras Hebraicas? O Papa quer aliança com os árabes na Palestina porque o Vaticano tem o mesmo Estatuto que aqueles na ONU? O que quer isto dizer? O Vaticano nada disse ou fez quando impávido e sereno viu o Hitler massacrar e tostar 6.000.000 de judeus e mais de 1.000.000 de pessoas entre os quais ciganos, pretos e católicos; e agora o Papa tem ambições políticas e quer dar o seu palpite sobre o desemprego, os sistemas económicos, o capitalismo etc; etc...
      Olhe minha querida, tire as suas conclusões acerca do que penso do Peronista Caviar no Vaticano.
      Obrigada por nos brindar com a sua presença, minha amiga, que Deus a abençoe a si também e aos seus!

      Eliminar
  6. Olá meus amores! 1º a imagem é um espectáculo, fartei-me de rir. 2º Max, obrigada pelo link: também tive de assistir antes de poder falar.
    Pá, o papa francisco é lixado porque depois do mundo ter visto o que o comunismo fez ainda bem acusar o capitalismo de ser o mal de todos os males? Is he fucking kidding me? Lenny, claro que tens toda a razão!
    Tche, qual o problema dessas mulheres em portugal? Não vou falar da varela, mas vou falar da isabel cuspideira moreira: que cobrinha venenosa, cobardolas! Vocês viram como fez merda (yah, eu comento há mais de um ano) e depois fez-se de vítima induzindo o gajo lá a protegê-la como se ela fosse uma dama? Pá, eu não sei mas se eu fosse a Manela eu teria dado uma grande chapada na cara dela! Mas pensando bem, ela já tinha levado de alguém porque a cara estava cinzenta ou azul ou que raio era aquilo.
    Moreira cuspideira: uma marxista não precisa de homens para a protegerem de debates! Não leu os livros de Marx? Parva!
    Manuela Moura Guedes, estou consigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hey, hey. hey...
      Yah, vê o descaramento de Sua Santidade. I hope not, even intelectually; right? As mulheres em Portugal são uma bundas moles.
      Ela é a tal que tirou quasi-nudes na praia e depois chorou quando a coisa se espalhou por aí fora; é tal e qual as mulheres de que fala o cientista inglês: apaixonam-se pelos colegas, e quando lhes chamam atenção por algum erro profissional, começam a chorar: topas?
      Que nada, a mulherzinha é simplemente feia e a boca fica pior quando está a fazer fitas ou a mentir: perde o lábio superior e parece um espantalho de cabelo sedoso.
      Marxista in name only:MINO é a deputada marxista independente do Partido Socialista; nós que vivemos no comunismo de Marx/Engels (seriam um casal? Que pena não se terem tatuado) desprezamos quem subscreva acerca dum sistema que arruinou África e contribuiu para a morte de milhões de africanos de pele escura vulgo negros/pretos.
      Mas estes milhões que pereceram devido a uma ideologia vil, não são tão importantes como os dois trabalhadores que morreram nos tais desacatos a polícia em 1982, porque talvez fossem socialistas/comunistas; assim como ela é marxista de barriga cheia: sem moscas ao redor da sua boca, sem poeira a cobrir o seu corpo debilitado, sem barriga expichada devido a ma-nutrição, sem ter de comer farinha de milho todos os dias sem proteína animal, sem câmaras a filmá-la, e a expô-la como se fosse gado a espera de ser abatido pelo ideal de Marx.
      Manuela M. Guedes deveria ter ido até ao fim, eu estava quase a fazer detox dos meus rins e fígado, quando ela sai de cena sem dar uma lição a tarada marxista.

      Bjcas

      Eliminar
    2. É, boa descrição lenny. O nosso povo e outros que viveram o comunismo não interessam, só aqueles que só sonham com o inferno. Bom fim de semana, mana.

      Eliminar
  7. Bem, eu vi o programa que sinceramente espero que acabe de vez, e achei lamentável o comportamento daquelas mulheres. O tal Milton ou Nilton foi a pior escolha para mediador de um programa de debate da história de portugal; mas a mania agora é essa: pôr comediantes a comentar política; patético! Tentaram fazer uma experiência e não resultou, pronto. A Barca do Inferno demonstrou porque é que os homens dominam a cena do debate político, ponto final.
    O Papa? Não me interessa o que ele diz ou faz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Celeste!
      Ai, fadista.....!
      Cêcê obrigada por teres comparecido :-)

      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Lenny, estou em portugal pela 1ª vez e vi esse programa!! Ri muito, a sério! Não fazia ideia que as portuguesas fossem tão divertidas, gritam muito, têm ódios contidos, são nervosinhas, agitadinhas! Aaaah, gostei muito! Eu por acaso gostei da saída da mais velha de todas porque vi que ela ia chapar aquela outra, sério. Mas, iih, naadaaa...
    Acho que deveriam continuar com o programa, porque li que vai acabar mas com outras mulheres talvez, né? Bem, o Papa, nem sei o que dizer, estou triste com isso porque nós sabemos o que é o comunismo, as senhas, o kilo de açucar por mês para uma família, eh falta de pão; não gosto disso! Por isso, o papa que me desculpe mas ele tá errado nem que seja para provocar ou começar debate, a nós parece desrespeito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Leila!

      PARTE I
      Espero que estejas a gostar deste "jardim à beira-mar plantado".
      Rir é bom, é desintoxicante e como diria um comediante brasileiro "é bóptimo"
      As portuguesas das grandes cidades são aquilo que em Moçambique se diz "o homem daquela ainda não viu bem: coitada não é?"
      Pronto a senhora Moura Guedes não deveria tê-la chapado com as mãos, porque seria considerado agressão física e em Portugal é crime; mas poderia tê-la chapado com palavras duras e directas.
      No Brasil existe um programa só com mulheres e é moderado por uma mulher, está no ar desde 2002. Como dizem os brasileiros o papo é bom e, nem sempre estão de acordo umas com as outras.
      Em Portugal não duram muito, primeiro porque as mulheres portuguesas são umas chatas (até a rir são comedidas), segundo os tipos que dirigem as programações televisivas acham sempre que têm de contratar aquele comediante que lhes faz rir, para um assunto tão sério como é a política no feminino e por último as moderadoras portuguesas querem sempre mostrar que sabem muito fazendo dissertações em vez de perguntas, usam também um tom agressivo ( problemas com os pápás, manos ou maridos) porque acham que só assim serão respeitadas; claro que não há quem aguente nem dê audiência a tamanho destempero; demonstração de ignorância mascarada de sabedoria.

      Eliminar
    2. PARTE II
      Quanto ao Papa: está erradíssimo, porque à volta do mundo há católicos que falam com Jesus e com Deus muito surdamente, na verdade só com os olhos porque vivem em regimes que adoptaram os ideais desse maluco chamado Marx; na China ainda há pouco tempo andavam a derrubar cruzes das igrejas cristãs alegando uma questão de estética; na Coreia do Norte quantos cristãos e católicos vivem amordaçados e com "emprego" forçado?
      Em Cuba quantos dissidentes foram presos e mortos porque o regime dos manos Castro concede igualdade de pensamento, vestir, comer, não religião, de miséria e de saúde (esta dizem-me que é boa, mas desconfio que seja para que os torturadores possam magoar as pessoas requintadamente)?
      O Sto Padre não pode ser como os políticos que dizem porcarias e depois desdizem-se torcendo e retorcendo as suas próprias palavras; o Papa não é nenhum académico de esquerda com o complexo de sabichão cujo âmago é doutrinar os incultos; Sua Santidade não é nenhum velho tonto que na juventude e na vida madura não teve ocasião de expressar as suas ideias nefastasmente revolucionárias, querendo agora aproveitar-se da sua posição de chefe máximo da Igreja para provocar/promover o debate em assuntos extremamente sensíveis e horripilantes para muitos dos seguidores da fé cristã.
      As pessoas querem que o Vaticano seja crente ou seja lute pela liberdade religiosa de qualquer ser humano, ainda que pareça uma causa perdida; as pessoas querem que o Vaticano seja bilionário para poder fazer chegar fundos aos familiares dos encarcerados pelos regimes opressores por esse mundo fora; as pessoas querem que o Vaticano deixe de ser polítiqueiro e seja humanista; as pessoas querem que o Vaticano que não se pronunciou quando o Hitler churrascou judeus ( irmãos de Jesus), e se mantenha firmemente neutro quando os judeus estão na reconstrução do seu país (ainda que não histórico, como deveria de ser), porque estes não têm outra terra; enquanto que os árabes que gravitam na Palestina podem sempre regressar às terras dos seus antepassados: Árabia Saudita e Egipto principalmente e depois Líbano e Siria.
      Em suma do Vaticano quer-se equidade e não favoritismo; iluminação e não exibicionismo.
      Eu que sou simplesmente uma mulher choro tanto pelas crianças que nascem e morrem nos campos de reeducação/concentração na Koreia do Norte como pelos orfãos xixizados nos orfanatos chineses, agasto-me pelos miúdos dos esgotos na Roménia, sofro pelas meninas pedófiladas através dos casamentos forçados, grito pelas crianças soldado, violentadas e esfomeadasde África; digo obscenidades pelas crianças vítimas de escravatura e prostituição infantil e protesto veementemente pelos meninos que aqui no Ocidente sofrerem pesarosamente e são obrigadas a trabalhar devido ao desemprego dos pais. Todos estes meninos é como de fossem meus; neste mundo doido em que todos estamos insensíveis, estes pequenos seres são o lembrete que me faz agradecer incessantemente a Deus e a amar a minha família ferozmente sem excepção.

      Leila obrigada pela bula bula; goza as tuas merecidas férias neste lindo e incomensurável Portugal. Olha visita o Norte, o Alentejo onde encontrarás brancos com feições africanas e no Algarve delicia-te com os doces de marzipan um espectáculo.

      Aquele Abraço

      Eliminar
  9. O papa é cansativo e ainda bem que não vejo mais a barca do inferno. Já estou a ver que foi mais uma canseira!

    ResponderEliminar
  10. Olá, Carla!
    Ele parece daquelas pessoas que acham que têm de estar sempre a emitir opiniões, senão não se sentem vivos.
    Canseira é favor.

    Aquele Abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço