Duplopensar: O Método Deles Para Controlar os Teus Pensamentos

George Orwell - Fabrizio Cassetta

Dois conceitos Orwellianos: duplopensar e Novafala.

Vivemos na era da informação; mas estaremos abertos a ouvir todos os lados de uma determinada questão ou ouviremos somente o que queremos, o que nos é mais conveniente, e ficar por aí? Essa é que é a pergunta do século.
Vivemos na era do conhecimento. Companhias como a Google, a Microsoft, a Yahoo etc certificaram-se de que temos informação disponível em segundos, e ajudam-nos na nossa evolução intelectual - uma evolução que irá chegar, e ainda que tarde, esperarei por ela a qualquer dia. Mas buscaremos todos o conhecimento? De maneira nenhuma, porque toma demasiado tempo, ocupa demasiado disco rígido cerebral. E assim caímos nas mãos da Polícia Secreta do Pensamento. Caímos nas mãos de fascistas (sejam de Esquerda ou de Direita).

Pensas duplamente? Sim, se praticas o seguinte:

"Saber e não saber, estar consciente da completa verdade ao mesmo tempo que profere mentiras cuidadosamente elaboradas, ter duas opiniões simultâneas que se anularam, sabendo que são contraditórias e acreditando em ambas; usar lógica contra a lógica, repudiar a moralidade ao mesmo tempo que a reclama para si (...) esquecer, o que quer que seja que tenha sido necessário esquecer, e depois trazê-la de volta à memória quando necessário, e depois esquecê-lo prontamente - de novo - e acima de tudo aplicar o mesmo processo ao processo per se (essa foi a suprema subtileza; conscientemente induzir a inconsciência e, depois, mais uma vez, tornar-se inconsciente do acto de hipnose que executou. Até para entender a palavra 'duplopensar envolve o uso do duplopensar)" -- George Orwell in Nineteen Eighty Four (traduzido por Max Coutinho)

O acima disposto é verdadeiro no caso dos políticos, da media, da maioria dos activistas missionários e políticos hodiernos.
Políticos: encaixam-se perfeitamente na definição de duplopensamento de Orwell porque eles sabem a verdade mas quando falam e agem, eles dizem e tomam decisões baseadas em "mentiras cuidadosamente elaboradas". Eles repudiam a moralidade mas auto-entitulam-se o seu estandarte. Eles esquecem que por conveniência, e quando conveniente lembram-se.
Resultado do duplopensar político: erros históricos; desrespeito pela história, tradições e cultura de um povo; derramamento de sangue.
Media: sabem a verdade mas sentem ser conveniente mentir para tumultuar as emoções e daí lucrar. A media induz a inconsciência de forma consciente e depois torna-se inconsciente acerca da hipnose que executou.
Resultado do duplopensar mediático: lavagem cerebral em massa; ingerência política; derramamento de sangue.
Activistas missionários: activistas imparciais que, na sua busca por provocar uma mudança societal a partir de baixo, ensina às pessoas uma nova língua: Novafala (i.e. uma linguagem controlada que é utilizada como instrumento para limitar a liberdade de pensamento e conceitos [tais como a liberdade, auto-expressão, individualidade e paz] que representam uma ameaça à ideologia/regime dos seus patrocinadores). Velhos processos de pensamento e potenciais aquisições de conhecimentos são apagados para que a mentira esteja sempre um passo à frente da verdade.
Resultado do duplopensar do activismo missionário: lavagem cerebral; ódio colectivo; racismo.
Activistas políticos: activistas imparciais que, ao trabalharem dentro do sistema para o influenciarem e modificarem, alteram a realidade. Eles deliberadamente mentem aos indivíduos e ao mesmo tempo acreditam nessas mentiras. Qualquer facto inconveniente é colocado de lado, a realidade objectiva é negada e tomada em consideração ao mesmo tempo porque senão o seu activismo está condenado ao falhanço desde a sua génese.
Resultado do duplopensar do activismo político: morte da democracia; corrupção; terror diplomático.

Exemplos contemporâneos do Duplopensar e da Novafala:
A. A polarização radical na política Americana desde 2001. Tanto conservadores como liberais (entenda-se: esquerdistas radicais) distorcem a realidade e inventam factos. Se não olharmos para os factos, por nós mesmos, caíremos nas suas mãos.

B. A Esquerda Internacional a tentar convencer-nos de que a religião é a raíz de todos os problemas ao mesmo tempo que dá tratamento preferencial ao Islão.

C. A Comunidade Internacional a tentar convencer-nos de que somos todos muito humanitários no que toca a África ao mesmo tempo que a desestabiliza quando conveniente, e quando economicamente inconveniente corre para o continente para lutar contra os mesmos rebeldes que armou.

D. Novafala: a Palestina (legalmente a nação histórica do Povo Judeu) é agora um país Árabe e "Jesus era palestiniano".
Duplopensar: os Árabes na Palestina estavam ali antes dos Judeus. Jerusalém é um dos pilares do Islão (ainda que a cidade não seja mencionada no Corão nem uma vez). O Rei Salomão e o Templo que ele construiu são um mito.

E. Fernando Color de Mello era o lobo papão e o seu impeachment foi o melhor que aconteceu ao Brasil (ainda que as acusações contra ele fossem infundadas - mas quem questionou?). Interesses e inveja resultaram na remoção de um político decente que lutou contra a corrupção corrosiva (uma raridade em Vera Cruz). O que teria acontecido ao Brasil se Collor de Mello não tivesse sido impugnado?

Pensas duplamente? És fluente na Novafala?


Comentários

  1. Se Collor de Mello não tivesse sido impugnado, o Brasil hoje estaria muito melhor! Ele deu início ao desenvolvimento que hoje se assiste ali e que o PT corrompeu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carla :D!

      Ele certamente deu bases para o desenvolvimento brasileiro, sem dúvida alguma. O PT só corrompeu o desenvolvimento com medidas sociais que não dão certo, a longo prazo. Muito países já o provaram mas o Brasil de esquerda recusa-se a aprender com a história. Pergunta à China se segue esse modelo: nem pensar.

      Carla, obrigada pelo teu comentário :D.

      Um abraço

      Eliminar
  2. Max, sei que você é da direita, mas o Collor foi uma mentira. E decente? Você não conhece a direita brasileira e seus políticos do norte/nordeste, são corruptos, vindos de um coronelismo que impede o desenvolvimento da região para se manterem no poder. São famílias bem organizadas que dominam cada estado brasileiro, só para citar os Magalhães na Bahia, os Sarneys no Maranhão e Amapá, os Collors em Alagoas e assim por diante. Apesar de eu ser da esquerda, reconheço aqui no Brasil que há direitistas decentes, mas são poucos e quase não estão nas mídias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cidão :D!

      O facto de eu ser de direita não quer dizer nada. Quando vejo que um elemento de direita não presta, sou a primeira a dizê-lo baseada em factos e não nas emoções.
      Bem, há pouco tempo fui acusada de não conhecer a esquerda brasileira que é toda corrupta: em que é que ficamos?
      Pergunta: se a direita do norte/nordeste é tão corrupta assim, como é que permitiram que o voto fosse para a Dilma/PT (que, segundo o meu pessoal de Pernambuco, comprou votos com pequenas ofertas disto e daquilo)?

      Não há mal nenhum em as famílias se organizarem (aliás é o que as grandes famílias fazem, tanto de esquerda [como os Clintons, na América] como os de direita).
      Mas a questão é só uma: o Collor de Mello foi absolvido. Segundo a lei não é culpado das acusações que lhe fizeram. Logo, com base em que facto que é o acusas de ser uma mentira e indecente?
      Negas que ele tenha sido o precursor do desenvolvimento brasileiro?

      Quanto aos direitistas, como lhes chamas, decentes: esses operam por detrás dos bastidores (aí e em todo o lado).
      Eu sei que és de esquerda e mesmo assim adoro-te: ninguém é perfeito lol ;)

      Cidão, obrigada pelo teu super comentário :D.

      Um abração

      Eliminar
    2. Te adoro Max, :) mas os Clintons são de esquerda? Essa eu não sabia.
      Está havendo agora no Brasil muitas manifestações onde a direita está por detrás manipulando. Há uma clara tentativa de desestabilizar o governo, que na maioria das pesquisas levará a eleição já no primeiro turno. As conquistas sociais que o povo do norte/nordeste obteve nesses 12 anos de governo do PT em nada se compara com os governos direitistas do passado (incluindo os populistas dos anos 30 a 50, a ditadura militar dos anos 60 a 80 ou dos que se dizem de esquerda PMDB/PSDB).
      Existem erros? Claro. Nenhum governo é perfeito. Mas prefiro o PT no poder do que o resto que existe na política nacional.

      E Collor foi uma mentira. É só o que tenho a dizer.

      Um abraço, Max!!! :)

      Eliminar
    3. Oi Cidão,

      Peço perdão pela resposta tardia, mas tem sido uma loucura. Sim, os Clintons são da ala esquerda do partido democrata (mais ela do que ele).
      É normal que a direita esteja por detrás das manifs (a esquerda faz o mesmo quando está na oposição). Bem, não posso negar que tenha havido progressos mas a que preço para a economia nacional (e aqui falo de medidas como a bolsa família e programas similares que arrombam com qualquer cofre nacional em vez de se formarem programas de formação e iniciativas de criação de emprego)? Para além disso, ainda há gente no Maranhão (por exemplo) que não sabe o que é saneamento básico, ainda que o Brasil esteja a construir tais infraestruturas no estrangeiro...claro que tudo isso gera polémica, concordas?

      Preferes o PT apesar da corrupção provada?

      Se me apresentares argumentos sólidos que expliquem por que é que Collor foi uma mentira, mudarei de opinião.

      Um abração e também te adoro :)

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço