Ano Novo, Vida Nova?

Natureza-morta com copo, manteiga e bolo de Van Schoote

Feliz Ano Novo!
Este simples desejo sugere o começo de uma vida nova, ou, pelo menos uma diferente abordagem à mesma; contudo 2012 começou de um modo que promete mais do mesmo.

Discursos Políticos
Assisti a discursos de Ano Novo de 3 líderes políticos diferentes:
Presidente Obama: uma Mensagem de Ano Novo como deve de ser. Foi positiva; relembrou ao Americanos acerca do seu papel na política Americana e que eles são o verdadeiro veículo para a mudança.
Presidente Cavaco Silva: de um modo geral, um discurso de Ano Novo deprimente. O presidente português repetiu imenso as palavras "sacrifícios", "dificuldades", "crise" tornando o discurso pesado, tristonho e, logo, ineficaz. Também falou de esperança, mas sinceramente a esperança não paga as contas. Apesar disso tudo, houve dois excelentes momentos no seu discurso em que o presidente relembrou aos portugueses que eles também haviam sido responsáveis pela actual crise e que "Nenhum Português está dispensado deste combate pelo futuro do seu País".
Presidente Sarkozy: de um modo geral, mais um discurso de Ano Novo deprimente, mon Dieu! O presidente francês fartou-se de repetir a palavra "crise" (o que é ineficaz; ele deveria despedir o responsável pelos seus discursos); usou palavras como "souffrance" (sofrimento) e esperança...mas o que é que se passa com os Latino-Europeus? De qualquer maneira, adorei a sua posição assertiva "nem os mercados nem as agências de rating decidirão as políticas Francesas"...vive la France!

Fareed Zakaria 
Não é segredo nenhum que assisto ao GPS todos os Domingos. E este Domingo não foi excepção. Desta vez, o Fareed Zakaria não se atreveu a oferecer-nos a sua previsão para 2012, logo para esse efeito resolveu convidar um painel de 3 peritos: que desapontamento. O perito mais interessante foi o que menos falou; o perito menos interessante (que evitava o contacto visual) foi o que mais falou e a senhora presente...riu.
O GPS já nos acostumou a um certo nível de excelência, mas o programa de ontem parecia vaticinar um ano enfadonho - os mesmo comentários, as mesmas opiniões, as mesmas velhas análises.

Media Portuguesa
As pessoas acabaram de dar as boas-vindas ao Novo Ano com alegria e esperança. A media portuguesa, em tom de pânico absoluto, bombardeou Portugal com as seguintes notícias trágicas: a partir do dia 1 de Janeiro as suas contas de electricidade aumentarão 4%! Ir aos restaurantes será mais caro por causa do aumento do IVA (agora a 23%)! Comprar sumos concentrados, bebidas gasosas, refeições pré-cozinhadas e pré-fritas, bolachas e bolos industriais, pizzas etc serão mais caros, de novo, por causa do aumento do IVA (oh sim, que tragédia comer saudavelmente - os ingredientes necessários para confeccionar, em casa, a maioria dos produtos mencionados são taxados a 6%)!
Portugal e a media precisam de aprender uma coisa: estamos perante uma oportunidade e não perante o fim do mundo. Reinventem-se!

Ao menos o Anderson Cooper e a Kathy Griffin fizeram-me rir à gargalhadas e, essa é a maneira mais indicada para começar o novo ano: humor, risada, música, alegria e relaxamento.

Novo Ano, Vida Nova? Não exactamente. Mas posso dizer-vos que neste blogue será algo como "Ano Novo, Bisturí Novo".

A sessão de 2012 do "Bisturí da Sociedade" começa agora!

Comentários

  1. Feliz Ano Novo Max!

    Estamos prontos para ver as coisas aquecerem este ano aqui no Etnias (tal como sugere o cabeçalho do blogue)!

    Todo o sucesso e que o Bisturí comece a dissecar!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Feliz Ano Novo, Carla :D!

    lol é verdade...o novo cabeçalho sugere isso mesmo: boa análise!

    Obrigada pelos teus votos e comentário :D.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Oi Max, amiga.

    Estou de volta, e vejo que o Etnias está cada vez melhor!

    Então vamos nos falando...

    beijos

    ResponderEliminar
  4. Dri, olá :D!

    Feliz Ano Novo!!

    Que bom ver-te de volta: de facto 2012 já começa mesmo bem :D!

    Falaremos com toda a certeza!

    Obrigada pela visita e generosidade! Beijosss

    ResponderEliminar
  5. Que mudemos, quem sabe o ano mude também?

    Beijos, Max!

    P.S.
    Confesso que já ando farta de tanto ouvir e ler a palavra "crise", porque ela não existe para todos, só para os 'desprivilegiados': o povo!

    ResponderEliminar
  6. Mudemos para que o ano mude também!

    Deixo beijos, Max, e claro desejos de um 2012 possível!

    P.S.
    Mas confesso que ando farta de ouvir e ler a palavra crise, porque ela só existe para os 'desprivilegiados': o povo!

    ResponderEliminar
  7. Oi CB :D!

    "Que mudemos, quem sabe o ano mude também?"

    É um bom começo, querida.

    "P.S. Confesso que já ando farta de tanto ouvir e ler a palavra "crise", porque ela não existe para todos, só para os 'desprivilegiados': o povo!"

    É, já cansa. O que queremos agora é acção. Mesmo em tempos de prosperidade, a crise persiste para os que têm menos; por isso, é tudo uma questão de perspectiva.

    CB, muito obrigada pelo teu comentário :D.

    Beijoss

    ResponderEliminar
  8. CB,

    "Deixo beijos, Max, e claro desejos de um 2012 possível!"

    Beijos e feliz 2012! :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço