A Morte da Língua Portuguesa: Selvagemmente!?


Mas o que raio significa "selvagemmente"?

Mas será que a língua Portuguesa se encontra numa crise tal, que tenha de se rebaixar a este ponto?
A Sic Radical (um canal, de cabo, Português), na legendagem de um programa do Anthony Bourdain, deixou passar a não-palavra "selvagemmente". 

Primeiro, em Português, de uma maneira geral, não se utiliza duplo Ms - o tradutor confundiu o Português com o Francês ou com o Italiano.
Segundo, o tradutor ignora como se formam os advérbios na língua Lusa:

"muitos advérbios de modo formam-se juntando mente à forma feminina do adjectivo" (fonte: Aqui)

Mas há excepções:

(Nota: o bloguista, Calavero, fez-me notar que o advérbio "comummente" [embora seja mais usual "comumente"] é uma das excepções à regra; posto que se usa o duplo M)

No caso da palavra selvagem, o advérbio é formado a partir da palavra selvático; por isso o advérbio correcto (e obedecendo à lei da formação dos advérbios) a ser empregado pelo tradutor deveria ter sido: 


Selvaticamente

Até para a semana!

Comentários

  1. Nunca desistirei do meu português, lindo, cantado, maravilhosamente doce, hehehe!

    ResponderEliminar
  2. Essa série será um crazy link toda a semana!

    ResponderEliminar
  3. Oi CB :D!

    Amén!

    Obrigada pelas doces palavras, querida!

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Oi Cidão :D!

    :D super obrigada! Sinto-me honrada *vénia*!

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Em principio concordo com Voce, porque tal adverbio nunca existiu no portugues. Mas engana-se sobre a regra do duplo "m", como bem mostra o adverbio "comummente" (ou sera que estamos no Brasil?). Eu ca sou um partidario da transformacao da lingua, se esta e motivada por influencias regionais ou etnicas (como nos PALOP); agora, inventar palavras por desconhecimento - isto sim e uma grande chatice.

    Abracos desde a Polónia!

    ResponderEliminar
  6. Olá Calavero :D!

    "Em principio concordo com Voce, porque tal adverbio nunca existiu no portugues. Mas engana-se sobre a regra do duplo "m", como bem mostra o adverbio "comummente" (ou sera que estamos no Brasil?)."

    Tem toda a razão: não deveria ter sido tão absoluta - deveria ter dito "em regra geral, em Português não se usa o duplo M".
    Em Português escreve-se "comumente" mas também se aplica o "comummente", é verdade.
    Procederei à correcção do texto :D.

    "Eu ca sou um partidario da transformacao da lingua, se esta e motivada por influencias regionais ou etnicas (como nos PALOP); agora, inventar palavras por desconhecimento - isto sim e uma grande chatice."

    Também eu sou a favor do enriquecimento da língua; mas a gramática básica tem de ser respeitada.

    Calavero, muitíssimo obrigada pela correcção - é para isto que estes artigos servem para aprendermos uns com os outros. :D

    "Abracos desde a Polónia!"

    Um grande abraço de Portugal para a Polónia

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço