Estou Sempre a Aprender

Ainda estou a aprender de Francisco de Goya

As crianças são óptimas professoras.
Ser adulto não significa ter todas as respostas e saber de tudo e mais alguma coisa, independentemente da experiência acumulada ao longo dos anos. As pessoas aprendem constantemente, mesmo que o ignorem.

Quantas vezes ouvimos dizer "Cala-te, miúdo! Ainda és muito novo para saberes do que falas!"? Este imperativo sempre me fez confusão, uma vez que considero as crianças um poço de conhecimento:
  • Transmitem os seus pensamentos mais profundos; que apesar de serem simples (através da linguagem básica) expõem verdades complexas (fazendo-nos questionar acerca da fonte de tais veracidades).
  • A sua inocência é um raio de luz sobre a nossa fase adulta corrupta.
  • A sua existência lembra-nos de que somos responsáveis pelo futuro da humanidade: logo, moldar crianças não é manipulá-las à nossa imagem; mas sim trabalhar com a sua natureza e ajudá-las a desenvolver eticamente.
  • A sua infantilidade mostra-nos como não nos devemos comportar. Os adultos também podem ser infantis (devido ao seu desejo secreto de ser "forever baby") e as crianças representam um obstáculo a esse comportamente; já que, ao olharem para elas, é-lhes lembrado intrinsicamente que o seu dever é educá-las.
Agora, se pedirmos emprestado ao misticismo a reencarnação, a afirmação "és demasiado novo para saber do que falas!" pode ser descartada porque poderemos estar perante uma criança de 5 anos, detentora de uma alma de 500 anos, que se lembre bem do seu passado remoto. Poderemos ter 50 anos, ter uma alma de 100 e nem sequer nos lembrarmos do que comemos ontem. Quem é que sabe mais (não só por deter melhor memória acerca do passado mas também por fazer melhor uso dela)?

Os adultos deveriam respeitar mais as crianças. Deveriam respeitar mais o seu intelecto e as suas emoções.
Não obstante, os adultos deveriam ensinar-lhes a hierarquia (mesmo que saibam mais; aqueles que nasceram primeiro têm prioridade na estrada da vida), disciplina e boa educação.
Permitir que as crianças estejam demasiado à vontade e respeitar, em demasia, as sua natureza, intelecto e individualidade é irresponsável e um sinal de negligência.

As crianças são raios de luz contudo, os adultos são retroreflectores (que reflectem a luz de volta à sua origem para evitar ao mínimo que a luz se espalhe).

Comentários

  1. Sem dúvida que as crianças são uma grande fonte de aprendizagem, pena é que uma grande maioria das pessoas se esqueça que também passou por essa fase e desse modo desvalorize directa ou indirectamente aquilo que já foi, que já sentiu e que também experienciou.
    Obrigado por, através das suas palavras, nos ajudar a reflectir acerca de assuntos que nem todos os dias damos atenção.

    ResponderEliminar
  2. Mais um belo texto. É difícil medir sabedoria e afirmar quem sabe mais ou menos, incluindo crianças.

    Está bem que são mais novas, e talvez menos experientes na forma como comunicar o que sabem, mas isso não reduz sua sabedoria.

    Sabia que sempre fico inspirado lendo esses seus artigos... (:

    ResponderEliminar
  3. Viagem a Dois, olá! :D

    Isso é verdade: muita gente se esquece que já passou pela infância, e o que sentiu/pensou naquela altura.

    Ora essa, obrigada eu por lerem as minhas palavras.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Zahta :D!

    Obrigada, amigo.
    Amei o teu comentário e concordo plenamente.

    "Sabia que sempre fico inspirado lendo esses seus artigos..."

    Não, não sabia. Mas obrigada: é encorajador sabê-lo :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Tenho saudades da infância inocência, fantasia, ideais enfim...há tanto a ser lembrado...
    Sabedoria inocente tem as crianças !!!
    Aprendem tanto e tem grande capacidade de ensinar aos outros com um simples gesto ou um sorriso.
    Obrigada pela visita querida amiga!

    Aproveito para avisar que nós do Cripta Dos Filmes estamos disponibilizando alguns filmes On Line grátis, sem protetor de links e com tutorial para assitir o filme completinho.
    Beijo!
    Até...

    ResponderEliminar
  6. Os adultos se esquecem de que o futuro da Humanidade está nas criancas. Investir nelas é o que melhor fazemos. Mesmo que as mesmas nao tenham vindo de nós
    bjs e dias felizes
    Grace Olsson

    ResponderEliminar
  7. Oi Max,

    Vim aqui avisar que o Blaster mudou de endereço e nome. Ele agora se chama "blog do Zahta", um nome bem mais auto-explicativo, não?

    E o novo endereço é http://www.blogdozahta.tk

    Gostaria que você atualizasse o pequeno banner aqui na sua sidebar com o novo banner, que está no final da página do meu blog.

    Obrigado pelo apoio!

    ResponderEliminar
  8. Aqui reside a nossa arrogância: acharmos que os miúdos nada têm a nos ensinar. Ora, se a vida é dialética, como não aprender com esses seres iluminados que não sabem ainda ludibriar o mundo? Como é bom ter sentimentos de creianças e olhar o mundo sob a sua ótica...

    Beijos, Max, tudo de melhor para você em 2011!

    ResponderEliminar
  9. Oi Grace! :D

    Obrigada pelo teu comentário!

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Zahta!

    Já procedi à mudança dos links e banner!

    Obrigada e parabéns pelo novo espaço! :D

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. Oi Angel :D!

    Quase que perdi o teu comentário (no seio da confusão da minha inbox lol).

    Às vezes também tenho saudades da infância...

    Obrigada pelo teu comentário e darei um pulo na cripta dos filmes :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Oi CB :D!

    Concordo em género, número e grau com o que disseste :D!

    Obrigada pelos votos e desejo-te um maravilhoso 2011!

    Beijooos

    ResponderEliminar
  13. Calculo que um adulto quando manda uma criança calar a boca é porque esgotaram-se os argumentos para ter com ela... afinal, mandar calar a boca é algo bem estúpido! Porque não mandam calar a boca um adulto?
    Dizem também que depois de uma certa idade, os adultos passam a regredir e quanto mais velhos, mais próximos da primeira infância. Idade não quer dizer maturidade!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  14. Oi Luma :D!

    LOL é verdade; quando um adulto não tem argumentos contra uma criança, geralmente a solução encontrada para escapar ao debate é mandá-la calar a boca. É triste.

    Olha, às vezes é bom mandar calar um adulto.

    "Idade não quer dizer maturidade!"

    Concordo.

    Luma, muito obrigada pelo teu super comentário :D.

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço