O meu maior desapontamento: Africa


África: o berço da criação.
O continente de gente afável; de boa comida; de fruta maravilhosa; de um pôr-de-sol inesquecível; de lindas paisagens, da diversidade e de magníficos artistas.

Contudo, sinto-me profundamente desapontada com a Terra-Mãe como um todo; porquê (perguntai-vos)? Por causa daquilo em que se transformou:

A: o pedinte número um do mundo
África está feliz com as esmolas que o Ocidente caridosamente lhe dá; está tão feliz que se limita a encostar-se, a fazer nada, sabendo que nós (sofrendo do complexo de culpa) ir-lhes-emos atirar com migalhas e ajuda financeira sempre que precise.
Em vez de ficar à espera do peixe para comer num dia; África deveria garantir um ambiente pacífico e seguro para que o seu povo possa aprender a pescar e, assim, comer durante toda a vida.

B: o palco de violência e guerras
Longe vão os dias em que se podia caminhar livremente na maioria dos países Africanos sem se ser assaltado: hoje em dia não se pode andar nas ruas com uma Nike’s (e afins) no pé; não se pode adornar o corpo com jóias nem sequer usar uma boa camisa sem se tornar num alvo a ser assaltado.
Quando as pessoas pensam em África, pensam em duas palavras “guerra” e “fome” (ainda que hajam bastantes países Africanos que gozem de paz e estabilidade); mas quem pode censurá-las? Ninguém, visto que essa é a imagem que passa cá para fora, graças aos líderes Africanos.

C: um Bacanal
Os Africanos bebem até cair; fornicam até à exaustão e sem protecção (se um homem tem 5 mulheres, pode estar seguro de que estas tenham, por sua vez, outros 2 ou 3 homens; que por sua vez têm outras 5 ou mais mulheres, e por aí adiante); contraem doenças, espalham-nas como quem espalha manteiga numa torrada; e parecem ter perdido os seus valores tradicionais.
Até quando estão em guerra arranjam maneira de violar mulheres e crianças. Eu pensei que as guerras Africanas estivessem a ser travadas com a finalidade de atingir a libertação ideológica mas agora estou a ver que é tudo uma desculpa para obter gratificação sexual à força.

D: o Chupa-Chupa da China
A China chupa, chupa, chupa e chupa os recursos naturais d’África (para os enviar para a RPC).
África estigmatizou os Europeus por causa do período da colonização, mas agora permite que a China os colonize de uma maneira ainda pior: a República Popular da China tira de África tudo o que precisa; não constrói coisa alguma; transforma peva em território Africano, e não emprega trabalhadores Africanos (já que traz consigo, de casa, os trabalhadores Chineses). A RPC explora de forma pouco ética o continente com permissão dos governantes Africanos.
Ao menos os Europeus viam África como algo mais que um mero chupa-chupa ou uma chiclete.

E: o ninho nefasto da corrupção
A corrupção está em todo o lado, e enquanto houver um ser humano sobre a terra aquela existirá para sempre.
Quando há corrupção mas há infra-estruturas, escolas e hospitais; pode-se dizer que a corrupção seja humana. Não obstante, quando há corrupção mas não há água potável, sistema de esgotos, estações de tratamento de águas residuais; não há escolas, hospitais, electricidade para todos; não há equipamento nem treino adequados para os agentes da autoridade, nem sequer um departamento de bombeiros e etc – pode-se dizer que a corrupção seja inaceitável.

F: o paraíso dos Islamistas
África possui esta característica irritante de acolher criminosos no seu território. No passado, os criminosos metiam-se na sua vida e viviam-na em paz; mas os islamistas não desejam meter-se na sua vidinha: eles estão obcecados por converter as juventude Africana em terroristas-mirim e futuros bombistas-suicídas, somente para servir o seu único propósito – ver uma África livre de Zorkas (i.e. pretos). Olhem o que aconteceu no Senegal, na Guiné Bissau e em Moçambique: centenas de crianças foram raptadas para serem colocadas em madrassas, afim de receberem uma lavagem cerebral para se tornarem mártires.
E pensar que isto acontece sob o olhar da União Africana. A questão é: que dinheiro é que rola para que isto se perpetue?

Sempre que oiço que um Ocidental foi raptado no Médio Oriente, ou na América Latina, pergunto-me “Mas por que é que esta gente não vai passear para África?”...depois acordo, levo uma chapada da realidade e respondo “Mas como, se África não oferece nenhuma segurança ético-moral?”. Por exemplo, quem pode saborear uma carne de caça suculenta e deliciosa, sabendo que lá fora estão 50 crianças esfomeadas à espera de uma esmola? Somente um diplomata intensamente treinado para ignorar a miséria alheia.

Imagem: Guerreiro Africano [detalhe de um postal] de Lombe (uma artista Zambiana)

Comentários

  1. Finalmente alguém que diga umas verdades sobre este continente esquecido pela história e pelos próprios habitantes. Parece que a África nasceu para ser pobre e assim quer ficar.

    Alguns pontos achei parecidos com o Brasil, mas pelo menos aqui não percebo este sentimento de querer ser eternamente a periferia da história.

    ResponderEliminar
  2. Olá Zahta :D!

    "Finalmente alguém que diga umas verdades sobre este continente esquecido pela história e pelos próprios habitantes. Parece que a África nasceu para ser pobre e assim quer ficar."

    Estou farta de ver aquele continente a auto-destruir-se, percebes? E também, ficamos todos pelo politicamente correcto e os Africanos pensam que concordamos com a sua auto-destruição...basta! Está na hora de botar a boca no trombone!

    "Alguns pontos achei parecidos com o Brasil, mas pelo menos aqui não percebo este sentimento de querer ser eternamente a periferia da história."

    Mas ao menos o Brasil está a avançar, aos poucos mas está - enquanto que ali, meu Deus...parece que regride um pouco todos os dias.

    Zahta, muito obrigada pelo teu comentário; amei :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Oi! Estou aqui de novo para avisar que indiquei o seu Etnias ao selo "Esse Blog Mexe Com Meus Sentimentos". Para pegá-lo, é só ir no "Big Post - 22" do Blaster.
    Que bom que você gostou do comentário anterior! Até a próxima!

    ResponderEliminar
  4. Mas bah, Max.
    No meu cotiano lido com animais; costumo dizer que êles, os animais, com raras exceções, teem apenas dois interesses: Comer e procriar!
    Nós, os humanos, por força da racionalidade temos muitos outros interesses, mas se uma população é submetida a miséria, ao abandono e a desesperença, advem o caos e o resultao é a brutalidade, e uma vida orientada pelos institos: Comer e procriar...

    ResponderEliminar
  5. Acabei de chegara da Àfrica. Uma amiga viu meu estado emocional e me enviou seu link. Voltei com a cabeca doída, sofrida, depressiva. Nao tenho como encontrar um ekjo de ajudá-lo. Pelo simples fato de que eles nao querem ser ajudados. Eles querem nos sugar de forma que nos deixam exauridos, sem energia alguma.
    Dois anos se passaram dxesde que decidi investigar a vida da crianca refugiada africana. Terminada a pesquisa, persisti em ajudar uma familia de ruandeses. O casal tinha 7 criancas. E bastou eu dar as costas para fazerem mais UM. Achei demais...
    Eles nao querem sair debaixo da saia da ONU. Arquitetei comprar uma casa, mas vi que a cabeca do casal, o homem, passou a incentivar a esposa a me convencer a dar dionheiro para ele conseguir um emprestimo. Antes eram 3 mil dolares. Agora, ele alega que sao 12.000 dólares e que precisa de 10% de garantia para pagar ao banco. Mas se eu tiver a metade tbnm resolve.
    Olha, seu texto é verdadeiro,sim. Tudo isso que vc escreveu eu já presenciei na África.Os chineses estao acabando com Mocambique, malawi de uma forma assustadora.
    No Norte Mocambiqcano, um grupo chinês fechou um hotel...e anulou...Simplesmente para ter oi dominio do terreno.O hotel nao existe mais.
    Nos aeroportos africanos, o que ouvimos sao os chineses berrando, entrando sem visto, sem ser fiscalizados...Pois um patricio já está do lado de dentro da imigracao a ditar ordens...
    Sem contar que, eles se apegam a tanta magia negra que voltei doente, estes dias.

    Oarabéns pelo texto
    graceolsson.com/blog


    eu escrevei sobre a impressoa que tive da ultima vez

    ResponderEliminar
  6. Oi Zahta :D!

    Obrigadão pelo selo: amei :D!!

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Oi Diler :D!

    "No meu cotiano lido com animais; costumo dizer que êles, os animais, com raras exceções, teem apenas dois interesses: Comer e procriar!
    Nós, os humanos, por força da racionalidade temos muitos outros interesses, mas se uma população é submetida a miséria, ao abandono e a desesperença, advem o caos e o resultao é a brutalidade, e uma vida orientada pelos institos: Comer e procriar..."

    Bem dito!

    Meu amigo, obrigada por este super comentário, adorei :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Olá Grace :D!

    Bem-vinda ao Etnias!!

    "Acabei de chegara da Àfrica. Uma amiga viu meu estado emocional e me enviou seu link. Voltei com a cabeca doída, sofrida, depressiva. Nao tenho como encontrar um ekjo de ajudá-lo. Pelo simples fato de que eles nao querem ser ajudados. Eles querem nos sugar de forma que nos deixam exauridos, sem energia alguma."

    Para começar; bem-vinda de volta à Europa!
    Segundo; sinto muito por teres tido uma péssima experiência em África (realmente pode ser um murro no estômago às vezes).

    "Eles nao querem sair debaixo da saia da ONU. Arquitetei comprar uma casa, mas vi que a cabeca do casal, o homem, passou a incentivar a esposa a me convencer a dar dionheiro para ele conseguir um emprestimo. Antes eram 3 mil dolares. Agora, ele alega que sao 12.000 dólares e que precisa de 10% de garantia para pagar ao banco. Mas se eu tiver a metade tbnm resolve."

    Credo!! Se é para ajudar, não dês o dinheiro na mão deles - este é o meu conselho (já vi muita coisa, acredita). É preferível arranjares um intermediário (ligado à igreja católica ou a uma missão) que compre a casa para eles, que trate de tudo. Mas não caias no erro de dar o dinheiro directamente.

    "Olha, seu texto é verdadeiro,sim. Tudo isso que vc escreveu eu já presenciei na África.Os chineses estao acabando com Mocambique, malawi de uma forma assustadora."

    Pois é, eu acho que todos os que visitam Africa vêem-no, mas calam-se. E está na hora de expôr este tipo de coisa.
    O verbo é o caminho para a mudança!
    Estou chocada com o que contaste acerca de Moçambique...

    "Sem contar que, eles se apegam a tanta magia negra que voltei doente, estes dias."

    Isso é outra coisa que deve acabar - que dependência louca!! É como digo: perderam os valores morais....meu Deus!

    "Oarabéns pelo texto"

    Obrigada, querida :D!

    Já estive no teu site e amei: és uma fotógrafa de mão cheia! :D

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. OI Max,
    É, o melhor tipo de ajuda é aquela que torna a pessoa ajudada totalmente autônoma e não uma eterna pedinte.
    Todos precisam lutar para encontrar seu lugar ao sol e não ficar apenas esperando, isso é triste!
    A imagem que o mundo tem da África não é das melhores, mas tudo isso pode mudar, é só se trabalhar para isso, acho que eles possuem um grande potencial.
    Nossa!Eu não imaginava que era um bacanal assim...O que está faltando é uma educação básica... falando em violência, aqui não fica muito atrás, é preciso providencias imediatas.
    A corrupção...esse é o mal, não sei o que passa na mente desse povo que é corrupto, que não luta pelo seu país, que não tem orgulho de ver o desenvolvimento do país, ao contrário, prefere sugar, roubar até o último centavo, puro egoísmo e falta de caráter.
    É algo assustador de ser ver...

    Excelente post! está cada vez melhor!
    beijos

    ResponderEliminar
  10. Oi Dri :D!

    "É, o melhor tipo de ajuda é aquela que torna a pessoa ajudada totalmente autônoma e não uma eterna pedinte."

    Não há dúvida!

    "A imagem que o mundo tem da África não é das melhores, mas tudo isso pode mudar, é só se trabalhar para isso, acho que eles possuem um grande potencial."

    Essa é a minha opinião; mas até lá temos de falar para ver se acordam!

    "Nossa!Eu não imaginava que era um bacanal assim...O que está faltando é uma educação básica... falando em violência, aqui não fica muito atrás, é preciso providencias imediatas."

    A Educação está a começar a ser feita, aos poucos; mas até atingir o objectivo (diminuir o número de infectados do virus HIV) há que falar e pôr os factos em termos chocantes para ver se as pessoas se tocam.
    Concordo.

    "A corrupção...esse é o mal, não sei o que passa na mente desse povo que é corrupto, que não luta pelo seu país, que não tem orgulho de ver o desenvolvimento do país, ao contrário, prefere sugar, roubar até o último centavo, puro egoísmo e falta de caráter."

    Oiçam, que esta mulher fala e fala bem!!

    "Excelente post! está cada vez melhor!"

    Obrigada, minha linda! :D

    Dri, mil vezes obrigada pelo teu super comentário...amei :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço