Os Vaticinadores



Isha foi chamada aos aposentos da Sacerdotisa-mor. Ao percorrer os longos corredores, repetia-se o mesmo pensamento “Vou ser expulsa! Devia ter ficado calada!”

Assim que chega à câmara sacerdotal, a porta abre-se mesmo antes que ela pudesse bater nela «Isha, entra!» ordenou uma voz rouca de dentro da sala; a jovem iniciada entra no enorme compartimento escurecido e quando olha à sua direita, ei-la: a Sacerdotisa-mor de pé (alta, magra, de cabelos pretos, olhos azuis, compleição branca como a neve, vestida de preto) acompanhada pela sua assistente pessoal (baixinha, magra, cabelo castanho, olhos castanhos, compleição amarelada, também vestida de preto)! «Isha, Constance informou-me acerca do teu último manifesto verbal! Aparentemente não concordas com o modo como organizamos as coisas aqui!» «Não...não me entenda mal, Sacerdotisa-mor, não é nada disso! Eu acho que as coisas estejam muito bem planeadas...[“É uma diplomata de primeira! Claramente discorda de nós, mas começa por concordar!” diz, telepaticamente, Constance a Gillian, a Sacerdotisa-mor “Eu sei! Não é incrível?”]...contudo sou da opinião, humilde opinião, de que se deva proceder a algumas alterações!» as duas mulheres entreolham-se; Gillian comunica «Sugerimos que prepares um relatório, expondo quais as mudanças que aches serem necessárias; e asseguramos-te de que levaremos em total consideração as tuas sugestões!» a iniciada sorri entusiasmadamente «Isto quer dizer que não me enviarão de volta para casa?» Constance responde num tom de voz baixo «Apreciamos a expressão pessoal, minha filha! Agora, deixa-nos!» Isha sai da sala e as duas mulheres começam a rir:

- Ah, ela parece-se contigo, Constance…quando tinhas a idade dela. Tinhas sempre qualquer coisita para dizer.
- Ha, Gill…e eu que pensava que nunca me estavas a ouvir! Nada parecia afectar-te…[suspirando]…como era nova…
- [rindo para si] Sei bem…mas tu sabes que era o meu dever não revelar aquilo que me afectava ou não…para além disso, eu tinha de te ensinar a ter paciência e a abandonares as tuas emoções. E olha o resultado: és uma excelente Sacerdotisa!
Constance sorri à sua patroa e continua a organizar o dia da Sacerdotisa-mor.

«Esta é uma optima oportunidade! Ainda nem acredito que a Lady Gillian esteja realmente disposta a ouvir as minhas ideias...eu...[de repente, Isha sente que está a ser observada]...quem está aí? [fecha os olhos e apercebe-se de uma energia masculina] Revele-se, cavalheiro!» por detrás da árvore sai uma cópia de um deus Grego, que Isha observa dos pés à cabeça: alto, ruivo, olhos claros, corpo atlético, uma cara digna de ser idolatrada e um estilo incrível.
«Tenho estado a observar-te, há já um tempo! Eu sou o Erwin!» «Estou a ver que és um perseguidor confesso; que bom para ti! Chamo-me Isha...mas concerteza já o sabias!» ele sorri, ela acha-o um metido «Ouvi dizer que desafiaste a minha avó Gillian! És corajosa...Hmmm...fazes-me lembrar a minha mãe! Ela também gostava de estar sempre a apresentar novas ideias à minha avó [e começa a rir sozinho]...» Isha assusta-se, pois é tomada por um sentiment desconhecido; o seu coração bate descompassadamente, ela apercebe-se de que cora, e quando fecha os olhos visualiza este homem (à sua frente) a acordar a seu lado...«Mas o que é isto?» pergunta em voz alta «Não me estou a rir de ti, se é que estás a pensar!» responde Erwin; ela cora ainda mais «Desculpa...mas não é isso!» e baixa a cabeça; o jovem tenta confortá-la «Eu sei o que viste! Tá tudo bem; a minha mãe contou-mo e, a minha avó aprova...é por isso que te tenho estado a observar à distância [ele sorri, ela levanta o sobrolho]!»

No dia seguinte…
Isha senta-se num banco, no meio do jardim idílico, e pensa “Será por esta razão que a Sacerdotisa-mor não me enviou para casa? Será por esta razão que ela está tão receptiva às minhas ideias? Ela quer que eu me case com o neto dela...mas porquê?
...Boa pergunta: porquê?

Próximo Episódio: O Alegado Vatícinio

Comentários

  1. Gostei do conto, Max! Bem intrigante esta primeira parte! Não sou muito bom nisso, mas a única idéia que me passa à mente é o fato da avó estar pensando nela como futura Sacerdotisa-mor! Mas seria muito óbvio! :-)

    Ah, ainda teremos a continuação, certo? Gostei muito mesmo!

    Beijos e bom final de semana!

    ResponderEliminar
  2. Oi Juca! :D

    Ainda bem que gostaste, lindo :D!

    Hmm, não tinha pensado nisso "avó estar pensando nela como futura Sacerdotisa-mor" mas só há um problema...geralmente há uma hierarquia a respeitar; mas nunca se sabe!

    Certíssimo! Na próxima semana teremos a sequela! Ai que bom...se tivesse ego ele estaria derretido lol :D!

    Obrigada pelas tuas palavras, lindão!

    Tem um bom fim-de-semana tu também!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Bom, mas pelo que li até agora, não apareceu nenhuma neta para receber o cargo... :-) Será que teremos uma disputa, uma descendente que ainda aparecerá? :-)

    Ficarei aguardando os próximos capítulos! :-)

    Beijão!

    ResponderEliminar
  4. Oi Juca!

    LOL LOL LOL essa é boa! Gosto das tuas ideias, Juca! lol...

    Combinado: até aos próximos capítulos! :-)

    Beijão

    ResponderEliminar
  5. OI Max
    Muito bom!
    Bem... eu acho que Isha possui muitos poderes sensitivos que ainda não foram desenvolvidos por ser muito jovem mais a sacerdotisa, por ter grande experiência soube prever o grande futuro que ela terá, esse jovem (Deus Grego, hummm estou imaginando, LOL)possui também poderes que se completam ao de Isha e os dois só poderão seguir seus destinos se estiverem unidos...

    estou esperando a continuação...

    beijos

    ResponderEliminar
  6. Vim deixar um beijo de boa semana! Fique bem! :-)

    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Oi Adriana!!! :D

    Obrigada, ainda bem que gostaste!

    "Bem... eu acho que Isha possui muitos poderes sensitivos que ainda não foram desenvolvidos por ser muito jovem mais a sacerdotisa, por ter grande experiência soube prever o grande futuro que ela terá, esse jovem (Deus Grego, hummm estou imaginando, LOL)possui também poderes que se completam ao de Isha e os dois só poderão seguir seus destinos se estiverem unidos..." - muito bem!!! Que interpretação maravilhosa!!! *aplaudindo de pé*!

    "estou esperando a continuação..." - LOL sai amanhã!

    Ó minha amiga, obrigada por esta crítica fantástica; amei :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Oi Juca,

    Obrigada :D! Que surpresa boa!!

    Também te desejo uma boa semana :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Intrigante, vou ler a continuação!!! Beijos!!!

    ResponderEliminar
  10. Oi Cidão!

    Ok, gato..fica à vontade :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Ola achei sua pagina sem querer, pois estava procurando o nome de Isha.
    Tive um sonho com uma sarcedotisa egpicia q se chamava Isha.
    Ela me contou sua historia, e me disse q foi expulsa.
    Fiquei imprecionada com seu conto...
    Muita coincidência .
    Gostei muito ��������

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Aline :D!

      Bem-vinda ao Etnias. Não há coincidências, por isso se calhar encontraste este site por algum motivo :)

      Volta sempre.

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço