Bitcoin: Luz Ao Fundo do Túnel do Roubo Institucionalizado



Caros leitores, o Etnias decidiu dedicar esta semana ao Bitcoin.

O que é o Bitcoin? É uma moeda não física, só existe electrónicamente. Vai o sistema bancário adaptar-se à nova realidade? Vão os governos ajustar-se a esta nova era ou vão continuar a sufocar os contribuintes?

Antigamente, os bancos eram o porto seguro para as poupanças das pessoas e eram também o santuário financeiro, pois era impensável a ideia de alguém depositar o produto do seu trabalho nas mãos de um ladrão ganancioso sem escrúpulos. Contudo, desde que os governos decidiram transformar os bancos nos maiores detentores da dívida pública, e em informantes primordiais da polícia, logo se aprovaram leis em que todo e qualquer cidadão estava obrigado a abrir uma conta bancária; desde então, os clientes arcam com todas as despesas para o funcionamento dum banco:

  • Pagar para ter e manter o seu depósito
  • Dar 90% do seu juro ao banco
  • Contribuir para a renda das agências bancárias
  • Contribuir para a conta da luz, água e papel higiénico do banco
  • Contribuir com despesas inomináveis...

Os governos da actualidade estão adstritos a uma qualquer organização obscura que no alto da sua ubiquidade instrui aos seus associados a seguirem certos ditames de modo a controlarem os seus cidadãos de um modo indefensável. 

Por exemplo, a esquerda internacional inventou o estado social no qual os cidadãos liberais, pensantes, criativos e bem sucedidos são claramente discriminados em relação aos cidadãos adeptos de um estado pai, estáticos intelectualmente, passivos e de parcos recursos. Estes cidadãos são incentivados a não progredir, porque assim estarão livres da contribuição tributária, beneficiando de um qualquer subsídio, de uma qualquer taxa social, de um complemento que qualquer ordem e...por aí fora.

Ora, em Portugal, ogrupo acima descrito constitui 52% da força activa que candidamente não se apercebe que é vítima de uma golpada política sem precedentes, pois está a ser miseravelmente empobrecido pelo mesmo bando de inidóneos que lhes promete mundos e fundos. E que fazem os 48% dos esmifrados?

  • Pagam os salários da função pública 
  • Pagam aos deputados 
  • Pagam aos assessores dos políticos
  • Pagam aos secretários de estado
  • Pagam aos partidos políticos para existirem e irem para o Parlamento fazer nada
  • Pagam por terem uma casa avaliada em mais de €600.000
  • Pagam na conta da electricidade o consumo real, a potência contratada acrescidos de taxas e impostos (i.e. a DGEG [taxa para a Direcção Geral de Energia e Geologia], mais o IEC [Imposto Especial de  Consumo]) mais IVA, a contribuição audiovisual mais IVA.
  • Pagam na conta do gás o consumo real, o termo tarifário fixo, mais taxas e impostos (TOS [Taxa de Ocupação de Subsolo] um fixo e um variável; IECGNC [Imposto Especial Sobre o Consumo de Gás Natural Combustível] mais o IVA sobre tudo) 
  • Pagam na conta da Água o tratamento de resíduos sólidos €0,18 m3 (à Valorsul), o saneamento de águas residuais urbanas € 0,81 m3 (à AdVLT SA), o abastecimento de água €0,92 (à a Epal), a taxa de gestão de resíduos, a taxa de recursos hídricos, e o IVA sobre a soma da água facturada e da taxa de recursos hídricos sobre a água facturada.
  • Pagam imposto solidário obrigatório para ajudar os beneficiários dos subsídios

Mas como tudo tem um fim, este estrangulamento está a ver a luz ao fundo do túnel, pois parece que alguém se fartou de tanta exploração do apto pelo governo inapto e criou o Bitcoin.

Bitcoin: Luz Ao Fundo do Túnel

Se a maioria dos pagantes se organizar, estudar e entender a mecânica da dita moeda e decidir investir nela, a coisa vai feder para os governos que obrigaram toda a gente a ter um NIB ou IBAN para ajudar os seus amiguinhos banqueiros que deixaram de precisar de buscar clientes, porque a lei fez o trabalho por eles.

Os governos combinados com os bancos resolveram que é ético ser ilícito; uma vez que se pode falir um Banco e fazer com que uma poupança detida pelo banco acima de €500.000 valha apenas e só €100.000; portanto se se confirmar que o bitcoin é suportado pela sucata mundial (esta é infindável), aconselho os actuais funcionários bancários a aprenderem outra profissão – pois, o vosso futuro não será risonho.

O Bank of England está seriamente a considerar criar uma moeda tipo Bitcoin suportada pela Libra e negociar directamente com o grande público ultrapassando assim a banca comercial. 

O Bitcoin está a ser transaccionado em Wall Street, não sei quem estará a supervisionar este mercado (se a Reserva Federal de Nova York ou se a de Washington DC); mas seja como for a coisa está a borbulhar. Un ami à moi disse-me que o seu investimento já produziu um lucro apreciável e livre de impostos.

Então, se basta comprar como se de um título do tesouro se tratasse e descarregar electronicamente o número do valor adquirido e guardar algures num ficheiro virtual num país longíquo que cobre impostos razoavelmente...

Como farão os bancos e os governos que são igualmente ladrões, corruptos e estranguladores?

Até para a semana

(Imagem: Bitcoin[Ed] - Google Imagens)

[As opiniões expressadas nesta publicação são somente aquelas do(s) autor(es) e não reflectem necessariamente o ponto de vista do Dissecting Society (Grupo ao qual o Etnias pertence)]

Comentários

  1. Olá Lenny,

    Uma coisa é certa: o Bitcoin está a começar a criar ondas. Os governos estão doidos a tentar ver como taxar os lucros: uns taxam como IVA, já que a cryptomoeda não é uma moeda em termos legais (ou seja, não podem taxar como rendimento)...é muito engraçado. O Bank of England está a pensar passar uma rasteira na banca comercial...uiii se a moda pega. A coisa vai feder e ainda bem porque os governos já estão a abusar; as empresas já estão a passar das marcas...e as pessoas não devem aceitar mais essa situação.

    Bom trabalho, Lenny. Grazie!

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Espera lá, vocês pagam taxa sobre impostos? Mas roubo é legal na Tuga? Epá, nem aqui em Moza. Não sei muito sobre o tal bitcoin mas já me parece ser algo positivo se ajudar os governos a mudar, né? Vamos lá ver como vai correr a coisa!

    ResponderEliminar
  3. A roubalheira é tanta que já nem sabemos onde nos enfiar! E o que a lenny diz destes aumentos sem tamanho que não acompanham o aumento salarial? Os deputados dirão que sim, mas o nosso bolso diz que não! Precisamos de uma revolução!!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço