Demasiado Ruído Branco na Política: Alguma Coisa Se Passa...


'Lar, doce lar!'...Lembram-se desta expressão? Pois é, a nossa casa, salvo raras excepções, é sempre o nosso refúgio predilecto, é o sítio para onde todos queremos regressar donde quer que estejamos. Mas hoje aquela premissa é uma meia verdade:
  • O marido quando chega sintoniza-se na Sport TV ou nos comentários dos jogos que estão para acontecer ou que já ocorreram; 
  • Os meninos estão nos quartos a jogar jogos de consola estranhíssimos acompanhados de sons estrondosos; 
  • As meninas nos seus quartos estão ao computador no chat com as amiguinhas; 
  • A avó está na cozinha a ver os programas ensurdecedores de fim de tarde (na estação de televisão de sua preferência) com o intuito de ganhar uns cobres para aumentar a sua pensão; 
  • O avô está no Facebook a olhar para as fotos de garotas que se dizem suas amigas virtuais e, 
  • Ela quando chega da Repartição tem de fazer o jantar entre a gritaria dos apresentadores das televisões e a contenção da irritação ao ver a avozinha com o telefone na mão a esbanjar dinheiro nas chamadas de valor acrescentado.  

Após o jantar, loiça tratada e as crianças deitadas; quando tenta ver as notícias, vem a avó pedir ajuda com o seu telemóvel para tentar aprender a mesma operação desde que comprou o smartphone; depois o avô que quer instalar todos os apps e mais algum no seu telefone e por último vem o marido perguntar se ainda demora. Quando pede para terminar de ouvir as notícias, vem a sacrossanta resposta:

 “Estás a perder tempo, isso é sempre a mesma coisa: incêndios, a estupidez dessas gajas do BE, a politização das massas imposta pelos comunas dos socialistas, fluxo de estrangeiros que escolhem Portugal para viver; os pobrezinhos dos migrantes, os enjoos da mulher do príncipe William, o porco anão do paralelo 38 do Oriente que anda à cata de uma guerra, vão mais uma vez deitar abaixo o presidente dos Estados Unidos da América, os afectos de Marcelo, e...penso que está tudo explicado, vem para a cama!”...

...A ela só lhe apetece responder “Mesmo assim prefiro ouvir e ver directamente pois estou cansada do sistema dos 15 minutos de canseira porque convenceste-te compulsivamente que és o único que vai trabalhar na manhã seguinte”.

O mundo está envolto numa onda vibratória incessável, esta é de tal modo tumultuante que se chegou ao cúmulo de as pessoas se sentirem incapacitadas de pensar e reagir. Tenho eu própria verificado que o dia-a-dia está frenético, ora veja-se que quando uma pessoa se propõe a reflectir sobre um assunto logo aparece outro mais desconcertante para a distrair, por exemplo:

  • Quem é o responsável pelas 64 vidas ceifadas e pela desgraça dos sobreviventes em Pedrogão Grande? Porquê que essa mulherzinha chamada Constança Urbano de Sousa, dita ministra da Administração Interna, não se demite por uma questão de ética moral e profissional?
  • Segue-se de imediato o ataque islamista em Barcelona; está-se a tentar digerir a informação policial e de repente uma demonstração pública de pesar com direito à missa pela paz (o que quer que isto queira dizer) e lá estão o presidente Marcelo R. Sousa e o premier António Costa a participar no show Catalão por dois cidadãos portugueses (um senior e uma criança). 
  • Perguntei-me porque não houve manifestação similar com a presença de altas individualidades portuguesas no caso de Pedrogão Grande? Entre as vítimas também se encontrava um menino de tenra idade e o seu tio. 
  • Para não nos questionarmos acerca da deferência concedida aos mortos de Barcelona em relação aos de Pedrogão Grande logo vem a polémica dos livros de testes psicotécnicos da Porto Editora, e a sua retirada do mercado porque os políticos da geringonça acharam tratar-se de uma discriminação entre os géneros - para aqueles não existem diferenças naturais entre rapazes e raparigas  
  • Logo sai cá para fora a notícia das viagens patrocinadas pela Huawei/NOS a deputados e autarcas e, pela Oracle a quadros superiores do Estado. Así de fácil houve umas demissões e esperam-se mais. Foi célere mas caramba, estes não têm o sangue de 64 pessoas estorricadas em Pedrogão Grande. Contudo, acho bem que se investigue esta forma de corrupção pois a NOS alegadamente celebrou um contrato com o Estado português à pala das ditas viagens à China.

Ainda não se engoliu bem este affair das viagens e repentinamente o PCP organiza uma greve pela primeira vez na história da Auto-Europa. Ainda sob estupefacção eis que:

  • Todos fingiram indignação e choque com as palavras dirigidas aos jovens pelo Professor Aníbal Cavaco e Silva na Universidade de verão do PSD. Ah, por Marx e Lenine, o ex-presidente é reaccionário! E já se vai consultar a Constituição para ver se não merece que lhe ponham um açaime para não perturbar o sistema instalado pelo coitadinho do professor Marcelo, e pelos jagunços da geringonça. 

Ontem, quando me preparava para ver um filme recebo um email e neste, un ami à moi dizia que se sussurrava que um grupo está prestes a provar que as actividades do ISIS (terroristas islamistas) haviam sido patrocinadas com o dinheiro do Ocidente, para se causar um caos tal a ponto de justificar a formação de um governo global e que este iria pôr a nação judaica de joelhos, obrigando-a a viver ensanduichada entre o Hamas (em Gaza) e a OLP (na Judeia e Samaria).
Respondi-lhe que o Mel Gibson tinha razão quanto aos judeus de esquerda e que eu acrescento que quem está por detrás desses meliantes, ditos judeus seculares, é a Internacional Socialista (que tem ambições de formar um governo globalista); porém assegurei-lhe que nunca iriam conseguir concretizar nenhum dos sonhos porque

  1. Se os muçulmanos continuarem com as suas matanças, eles iriam ver com quantos paus se faz uma canoa e de quantos costados são feitos os verdadeiros jovens europeus; 
  2. Israel tem um procedimento “Annexation and Repossession” e nada nem ninguém vai querer pagar para ver porque o Criador de Israel irá bramir a sua espada e nada ficará em pé – digamos que a Alemanha foi a última a pagar o preço; 
  3. Com a qualidade de políticos que por aí pululam (que mais se assemelham a bandos de maltrapilhos, mentirosos, ladrões e assassinos) o tal grupo está bem arranjado...

Até para a semana.        

(Imagem: White Noise Image - Youtube)

[As opiniões expressadas nesta publicação são somente aquelas do(s) autor(es) e não reflectem necessariamente o ponto de vista do Dissecting Society (Grupo ao qual o Etnias pertence)]

Comentários

  1. Olá Lenny,

    lol Gostei da pequena história familiar. Coitada da avó!
    Concordo que o pão e o circo está a ser demasiado óbvio. Na antiguidade todos sabiam acerca da diversão mas o povo relaxava; agora as pessoas não se apercebem da diversão e andam todos loucos, stressados.

    Quanto a Pedrogão Grande vs Barcelona: realmente, que falta de respeito para com os portugueses. Ok, em Barcelona morreram duas portuguesas; mas duas versus 64 (ou mais) eu diria que as 64 têm mais peso. Mas pronto, no enterro de Pedrogão não há fotos com o Rei e a Rainha (o que é estranho porque em Portugal ninguém quer uma monarquia, embora talvez fosse o melhor sistema para a nação).

    Something is afoot, Watson!

    Beijocas e bom trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      Sherlock, a global investigation is in order; is it not?

      Boa semana de trabalho, darling!

      Eliminar
  2. Ó minha amiga, então a menina não sabe que os esquerdistas detestam Cavaco Silva? Não interessa se ele é sensato, se é ponderado ou se tem uma visão adequada para portugal. Não, de facto o melhor é atacar a honra e o nome do único homem que realmente fez algo por portugal, em termos concretos, após o 25 de Abril. Olhe, fico por aqui porque senão verá um lado meu que a menina ainda não conhece. Um grande abraço, JP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, João Pedro!
      Caríssimo, ainda bem que tem o seu próprio negócio e, graças aos céus não precisa de favores do Estado; senão os tipos da geringonça fariam os possíveis para lhe cortarem as pernas ;)
      Viva a integridade e viva o professor Aníbal Cavaco e Silva!

      Aquele abraço, mon chéri

      Eliminar
  3. Concordo: alguma coisa se passa para tanto embalo ao povo - o que será que escondem? Uma economia em pior estado do que pintam, a ameaça terrorista que assola Portugal, o quê? Kol Hakavod, Lenny. Shabbat Shalom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, CCG!
      Escondem a verdade e esta, mais cedo ou mais tarde, virá ao de cima.

      Shavua tov, habibi!

      Eliminar
  4. Partilho da opinião dos demais: há aqui qualquer coisa que não cheira bem!! Continuam a dizer que tudo está bem, tudo vai às mil maravilhas, mas sente-se a tensão no ar, ah pois é! Continuem o bom trabalho e desejo-vos muito sucesso com este projecto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Anónimo!
      Só quero ver quando a bosta entrar pelo ventilador adentro; o povo vai mais uma vez dizer: eu não sabia...
      Obrigada e volte sempre ao nosso pequeno lugar.

      Cumprimentos

      Eliminar
  5. E os tugas tão a cair nisso? Um amigo meu diz-me que a vida tá cara na tuga que só turista consegue aguentar os preços cobrados aí, é verdade? Mana, os políticos são bandidos isso a gente sabe, né? Mas quem controla o nível de mentiras assim? Epá, não sei onde tamos a ir, a sério!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carlitos!
      Os tugas caem sempre desde lhes acenem com promessas merdosas: vê tu que as pensões iam ser aumentadas entre 5 e 10 Euros, a minha prima, uma pensionista de 82 anos recebeu um aumento de €1,20.
      Agora dizem que vão baixar os impostos aos cidadãos mais carenciados, vê tu num país onde mais de 52% da força laboral não paga impostos: can you believe it?
      Nem tanto ao mar nem tanto à terra, os turistas concentram-se em zonas específicas e nesses sítios as rendas estão inflacionadas, quanto ao resto está na mesma: se queres roupa acessível vai aos ciganos, se queres esticar mais na alimentação vai às feiras e tenta caçar todas as promoções dos supermercados.
      A esquerda é mentirosa e insidiosa e como controla os Media: adivinha quem?
      Onde estamos a ir? Bom aqui vai, o refrão dum spiritual "what goes around, comes around, be careful what you do; what goes up, down must come, this I know it's true; what you do today, come back tomorrow; maybe sorrow, maybe joy; what goes around, comes around; Be careful what you do..."

      Aquele abraço, resistente de Moza!


      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço