O Abespinhamento de José Sócrates com António Costa



José Sócrates apareceu novamente a fazer declarações políticas consideradas mais ou menos corrosivas. Na dita entrevista, Sócrates dá a entender que o actual primeiro ministro deveria expressar directamente uma palavra acerca do seu processo na justiça portuguesa - que pretende o ex-premier socialista com esta pretensa demonstração de insegurança e abandono por parte da cúpula da actual direcção do Partido Socialista (PS)?

Seria magnífico perceber a intenção de Sócrates se tivermos em conta que o homem não é nada inseguro nem tão pouco frágil, embora de algum modo se possa depreender que algum do seu propósito tenha sido fragmentado; só que isto não é um motivo suficientemente forte para o levar a desejar que  António Costa expresse a sua opinião em relação ao seu imbróglio judicial. Que deseja então o ex-primeiro ministro socialista?

Claro que José Sócrates não está, concretamente, a aguardar que o primeiro ministro da esquerda radical, venha à praça pública expressar este ou aquele pensar acerca do seu caso, convenhamos até que António Costa - sendo advogado de formação e tendo sido ministro da justiça do governo de Sócrates - sabe muito bem que não se deve pronunciar muito mais além do “as pessoas são inocentes até prova em contrário”; logo, o ex-homem forte do PS está a dizer ao seu ex-ministro da justiça para agir sobremodo a que, embora, ele ainda venha a passar as piores humilhações, o resultado final terá de ser a absolvição por falta de provas.

Tendo em conta a tal entrevista, presumo que a impaciência se tenha apossado do ex-homem forte do PS e a consequente corrosão de espírito o tenham obrigado a cometer este faux pas inescrutável para a hoste socialista, mas:
  • Será que o ataque lançado por José Sócrates contra António Costa foi um lembrete de algo somente do conhecimento dos dois camaradas ou será um balão de ensaio que dará lugar a outras considerações mais ou menos escabrosas?
  • Será que Sócrates antecipou uma tomada de resolução, por parte de Costa, antes mesmo do mimo-drama do BPI e do Plano B para Bruxelas?
  • Mas se tudo indica que exista algo tenebroso no desempenho político de José Sócrates, que fará António Costa para ofuscar a mácula comportamental?
Sabe-se que o Primeiro-Ministro Costa, através da Secretaria-Geral de Segurança Interna, quer concatenar a Interpol e a Europol com o  Concelho Superior de Segurança Interna (CSSI) e com o Centro de Contacto Único (CCU), para assim poder ter acesso directo a informação pertinente às ameaças de “terrorismo” no nosso país. A polícia judiciária protestou veementemente já que a Europol e interpol têm sido uma fonte útil de informações nos processos de investigação criminal de toda a sorte. Por aqui pode-se pressupor que o primeiro ministro está a tentar ajudar o seu amigo e camarada José Sócrates.

Bom, estou desconfiada de que a impertinência do engenheiro Sócrates, deve-se ao facto de ter implantado na sua cabeça, a ideia de que para um primeiro-ministro não existem condicionalismos, logo a estratégia que deveria ter sido implementada era a rapidez nos procedimentos acompanhados de uma legalidade abrangente, ou seja, Costa aparentemente só teria que voltar a repensar numa qualquer velha ideia supostamente debatida entre ambos e pô-la em marcha de súbito.

António Costa já levou uma bicada; será que se vai mexer ou continuará a fingir-se de desentendido? A ver, vamos...

Até para a semana


(Imagem: José Sócrates e António Costa - direitapolítica.com)

[As opiniões expressadas nesta publicação são somente aquelas do(s) autor(es) e não reflectem necessariamente o ponto de vista do Dissecting Society (Grupo ao qual o Etnias pertence)]

Comentários

  1. No partido socialista há demasiadas tricas e baldrocas. É uma pena porque perdeu o sentido de missão original do partido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anónimo!
      Seja qual fosse o sentido original do PS, uma coisa me atrevo a afirmar: nunca foi o povo português; porque este é o mesmo de há 42 anos para cá e nada de significativo mudou: o PS diz que luta pelos pobres: os portugueses estão entre a pobreza e a miséria; o Ps luta pela igualdade (nem sei se tal coisa existe): o fosso entre os portugueses é cada vez mais abismal; o PS luta pelo trabalhadores: no entanto o PS é incapaz de apresentar soluções credíveis; o PS está no poder mas não governa: só fala do passado, do governo anterior e já lá vão mais de 100 dias de ambientalização e governação.
      Por isso, meu caro anónimo, tricas e baldrocas hás em todo o lado, mas ética e competência são outro assunto totalmente diferente; não acha?

      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Terei lido bem? O sócrates quer que o costa intervenha no caso dele? Bem, só nos resta fazer uma pergunta: será que o sócrates tem alguma informação contra o costa na eventualidade deste não cumprir?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Carla!
      Leste bem? Depende do que procuravas, minha linda ;-)
      Essa pergunta permanecerá no segredo da colectânia das conversas privadas entre socialistas.

      Bom Pesach

      Eliminar
  3. Olá Lenny,

    Nem sei o que dizer acerca do actual estado da nação portuguesa. Tudo o que me resta fazer é ficar de camarote e ver onde isto tudo irá dar, porque o nível de corrupção é tal que até me admira que os nossos conterrâneos fiquem calados deixando a caravana passar.

    Mas a Carla faz uma boa pergunta: será que o José Sócrates tem algo que possa forçar o PM a agir, e sim...será que ele fará o governo cair, em caso de uma resposta inconveniente? Seria muito irónico...

    Bom trabalho, Lenny :D.

    Chag Sameach

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      A esquerda proletária está ao leme, o povo está feliz e contentado; que podemos nós dizer, sem que de imediato nos apelidem de direita reaccionária: não digas nada, pá!

      Olhe que não sei, olhe que não sei...Não sei se o Sócrates será o Angola de Costa ;-)

      Chag Sameach

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço