Convite para Jantar Comemorativo: A Direita e seus Amigos


Dona Efigénia Stewart Rocócó: Ó Emengarda, vá num pé e volte noutro, aos correios remeter estes convites, pois ainda terá que ir aos nossos amigos que controlam a JSD e a JP por causa do grupo de apoio. 
Emengarda: Ai madrinha que emoção, voltámos ao antigamente.
Dona Efigénia Stewart Rocócó: O quê, rapariga?
Emengarda: Então, não é? Para que serve o e-mail, twitter e facebook?
Dona Efigénia Stewart Rocócó: Não seja uma coitada! Vá enviar os convites aos nossos amigos.
----

Convite
Caros amigos,

É com um enorme prazer que o nosso Clube de Bridge vos convida para participar num cocktail-jantar (Cocktar) a ser realizado em solidariedade para com Oliveira e Costa, Dias Loureiro, Duarte Lima, Ricardo Salgado, João Rendeiro, Miguel Macedo e Manuel Palos; em nome da justiça social.
Para mais detalhes, façam o favor de ler a nota que acompanha este convite.

Nota
Após aturadas negociações com o nosso Mayor, conseguimos que se fechasse o trânsito desde a Guia até ao restaurante Porto Sta Maria para que se realizasse o social gathering das 15 às 23 horas.
A encarregada do mis-en-scéne é a Perdida Paixão, mas seja como for, façam o favor de comparecer trajados apropriadamente a fim de se evitarem embaraços junto da comunidade dos garçons.

Na parte central da estrada, teremos mesas com 50 mil lugares a um preço de €5.000 e nas duas bermas da estrada teremos mesas com 250 mil lugares a um preço de €50 para os suportters, que são a quase totalidade dos votantes da direita portuguesa – depois de deduzidas as despesas, os proventos irão para um fundo que contribuirá para as despesas legais dos homenageados.
Abaixo podem ler o conteúdo dos cardápios que serão servidos aos dois grupos.

Cardápio1
Cocktail: Caviar em rolinhos de salmão; pastéis de massa tenra recheados com codorniz; salada de frutos tropicais picante; cajú embebido em sacana e recheado com lagosta; camarões tigre de Moçambique dispostos numa escultura de gelo retratando os homenageados; castanhas de ovos e barriguitas de freiras; vinho do Porto, vinhos do Douro e do Minho, e Martinis.
Jantar: Consommé de vegetais; foie gras acompanhado de rebentos de feijão frade e salada de vegetais bébés; pato assado com batatinha dourada, vegetais salteados, regado com redução de vinho do porto e laranja caramelizada; Bife Kobé na grelha com puré de tubérculos; trouxas de ovos, toucinho do céu e fruta da época; vinhos da garrafeira da família Roquette.

Cardápio2
Cocktail: Rolinhos de pescada com ovas de salmão; rissóis de galinha; salada de frutos do mar com maionese; pêra embebida em jindungo recheada com solha; cocktail de camarões de Espinho; cornucópias de ovos e pastéis de nata; vinho do Porto, vinhos do Ribatejo, shots de vodka e gin.
Jantar: Creme de cenoura e raiz de aipo com lasquinhas de amêndoa tostada; patê de fígado de galinha num tosta e pepino bébé; perninhas de frango glazed em sumo de citrinos e puré de batatinha com rábano; picanha grelhada com grelos de nabo salteados; salada de frutas da época; delícia de amêndoas e fondant aux chocolat; vinhos da adega da família Joe Berardo.

O mote do entretenimento será dado por um dos Doninhas Ranhosas em estilo desgarrada com voluntários do público:
  1. Rebaixar a capacidade intelectual dos investigadores e pôr em causa a sua competência e eficiência na leitura e compilação de dados. 
  2. Desacreditar o Ministério Público na pessoa dos seus Procuradores-adjuntos
  3. Desacreditar o Sistema Judicial português na pessoa dos seus juízes
  4. Negar todo o tipo de acusações alegando falta clamorosa de provas, mesmo que os indícios sejam mais que evidentes.
Fecho do cocktar: entoar o hino Nacional, seguido de uma salva de palmas com duração de 1 hora; obrigatoriedade de beijar, confortar e abraçar todos e cada um dos homenageados com murmúrios de “a Justiça prevalecerá”, “tudo acabará para bem de todos”, “tudo será resolvido politicamente, pois, os nossos amigos e nós temos um interesse comum: Os juízes baixarão a mona, haverá ordens para que se atrasem os processos, a infalível substituição da Procuradora Geral da República em devido tempo; detecção de falhas técnicas nos processos; prescrição e arquivamento dos mesmos"; “Não sofra mais, a humilhaçãozita já lá vai”.
O convívio terminará ao som de He’s a jolly good fellow.

Amigos, espero que ninguém seja alérgico, mas fiquem sabendo que se poderá confeccionar o que for necessário. Haverá águas minerais, charutos franceses, bicarbonato de sódio e 10 médicos brasileiros à espera de colocação (3 cardiologistas, 3 neurologistas e 4 generalistas).

Os meus cordiais cumprimentos,
Efigénia S. Rocócó
Presidente do Clube de Bridge “A Direita Prevalecerá”


(Imagem: Jovem não se consegue concentrar no Bridge - Charles Dana Gibson)

Comentários

  1. HAHAHAHAHAHA! Que hilariante! Só posso partir do princípio que isto seja uma boca ao almoço do sócrates, certo? Pá, aquilo foi um espectáculo de mau gosto, quer dizer o homem abusa do poder, ganha uma fortuna através da corrupção, vai preso com base em provas e depois faz-se de vítima e toda a gente lhe paga um almoço e batem palminhas? Pá, juntando isto ao roubo de poder do costa: portugal nunca desceu tão baixo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Cêcê!
      Em outros países o importante é vencer em Portugal é ser um perdedor; noutros países quando se perde, assume-se uma postura humilde, em Portugal assume-se uma postura de arrogância e orgulho na derrota. Está dito somos um país de perdedores dirigido por tipos falhados.
      O Partido Socialista é um grupinho tão sui generis. Noutros países (civilizados), um tipo como o Sócrates ficaria na prateleira até o fim do processo, aqui foi o que todos vimos, por isso aconselho a todos os presos preventivamente ou não e aos que estejam na iminência de o ser: peçam aos vossos amigos e familiares que se juntem e organizem dinner parties em vossa defesa e façam um julgamento popular do sistema judicial pois vocês não são menos que o Sócrates, este é precisamente vós.

      Adorei fazer-te rir; bom fim de semana e Shabbat Shalom

      Eliminar
  2. Ó meu Deus, há muito que não ria assim tanto. Olhe, lenny vocês são terríveis, no bom sentido! Gostei do cardápio, uma delícia mas não me lembro de alguma vez terem servido algo similar em portugal. Acho que a menina anda nuns círculos demasiado sofisticados para o portugal dos pequeninos. Olhe, obrigada pela gargalhada. Já tinha saudades. Um abraço, JP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, JP!
      Estimei vê-lo por aqui e, amei fazê-lo rir; afinal não há melhor remédio....
      Meu caro, vamos criar moda, na arte de bem comer?
      Sempre ao dispôr!

      Bom fim de semana

      Eliminar
  3. Olá Lenny,

    Ainda estou a limpar as lágrimas....
    Primeiro, gostei do menú: trés trés bon e com ironia à mistura...mensagem entendida lol.
    Segundo, acho que depois de José Sócrates tudo é possível em Portugal. Logo, porque não homenagear também todas as individualidades envolvidas em casos judiciais? Se andaram todos a matar-se para terem o Kagamba nas suas festinhas (um suspeito de lavagem de dinheiro e tráfico humano), porque não se juntarem todos para ajudar os portugueses em tempos de aflição? Ora pois tá claro...

    Ai, Lenny, tu matas-me. Foi uma boa dose de humor político. Cheers!

    Beijocas e bom trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Max!
      Estou com um sorriso nos lábios, por tê-los feito rir :-)
      O Kagamba foi cá "debutado" pela fina flor portuguesa e, agora anda a mandar recados estapafúrdios desde de Luanda para Portugal:
      os milionários portugueses são tão Robs Pierre...
      Beijocas e Shabbat Shalom

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço