Nota: Rescaldo das Eleições Portuguesas e Vou de Férias



No Domingo passado, dia 4, parte do povo português pronunciou-se em alto e bom som e, tal qual os políticos, eu estou extremamente orgulhosa dos cidadãos responsáveis do meu país. Mas como dizia o poeta “falta cumprir-se Portugal”, porque descobri que em Portugal existem 43% de calões e oportunistas.

Portugal encontra-se numa encruzilhada e os únicos cidadãos que se ergueram para o socorrer foram os da esquerda? Mas que raio de porra vem a ser esta? Quem são afinal estes egoístas e cobardes maliciosos que não marcaram presença no momento em que o país clamava por eles? Ah... o quanto gostaria eu de saber quem sois e o que vos move, pois não é possível uma descarada demonstração de tanta arrogância e descaso pela Nação.

A sofisticação do carácter é inata, mas também pode moldar-se: eu tenho um primito que me disse “quando for presidente do Sporting irei esmagar o Benfica” e eu respondi-lhe “fracassarás porque a premissa deveria ser: farei do Sporting Clube de Portugal uma organização vencedora”.    
Pois então, em Portugal desde a escola primária, seguindo-se o liceu e finalmente na universidade existe um grupo de educandos que, perante um falhanço crasso, reage exibindo um sorrisinho psicótico. Estes, não tão surpreendentemente quanto isso, dedicam-se sempre ao serviço público, e no Domingo ficou provado que a classe política portuguesa é composta pelo tal grupo ignóbil. Senão vejamos, após a previsão da Universidade Católica, e enquanto decorria a última contagem dos votos, os líderes da oposição - “a maioria silenciosa” - clamou pela coroa de louros:

  • Durante a campanha eleitoral, o PS pediu vitória e maioria, não obteve nem uma coisa nem outra; 
  • O PCP perdeu para o BE e mesmo assim diz que ganhou em relação aos partidos da coligação PSD/CDS; 
  • O BE subiu no ranking partidário ultrapassando o PCP; pois, em vez de abraçar esta vitória, vociferou vitória em relação aos partidos da coligação e até se indisponibilizou para ajudar a passar um governo de direita (que lata!). 

Meus caros leitores, perante o cenário montado pela esquerda para mascarar o seu falhanço, só posso concluir que o futuro político em Portugal está entregue a sociopatas.

Está visto e revisto: a direita portuguesa é uma merda (Max, peço desculpa, mas deixa estar o epitáfio); as minorias só querem subsídios; os miseráveis, os pobres e os remediados (porque não pagam impostos nem pedágio neste país) estão-se francamente nas tintas.
Que se lixe, vou de férias com um amargo de boca!

Até daqui a um mês!


(Imagem: Passos Coelho e Paulo Portas na noite da vitória - Google)

Comentários

  1. Olá Lenny,

    Desde que comecei a votar que os portugueses sempre se recusaram a ir votar. Depois temos os rental-portugueses que só têm a nacionalidade para poderem viajar à vontade e ter outros benefícios (esses nunca votam).
    Bem, a esquerda mostrou que fala a sério quando menciona "os direitos e garantias" logo fazem uso do seu direito ao voto: parabéns.
    A direita portuguesa é uma vergonha. Está a precisar de um abanão.

    Quanto às negociatas esquerdistas: é incrível como agora querem agir como se isto fosse Israel (não é hilariante?). Eu diria Grécia, mas nem com ela se comparam porque o Syriza, que não teve maioria, juntou-se a um partido nacionalista de direita: o PS nem tem a fortitude testicular para o fazer; e muito menos os manos do Syriza (BE).

    Vamos lá ver no que isto irá dar. O futuro de Portugal está em jogo.

    Boas férias, Lenny. Descansa e parabéns pelo teu bom trabalho.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Bom descanso, lenny. Olhe, o goês católico já anda a fazer chantagem emocional, digo eu, com a coligação. Anda prá aí a reunir-se com o be e o pcp, o tipo não quer saber dos portugueses nem de portugal! O país vai cair no esgoto.

    ResponderEliminar
  3. Meu amor! A direita portuguesa é uma grande merda, tens razão! Desculpa Max, mas isto tem de ser dito! A direita portuguesa estraga o trabalho dos outros e tem de ser confrontada. Mas pronto, minha querida lenny: fizeste um trabalho fabuloso ao longo da campanha e por isso mereces um bom descanso! Vamos ter saudades.

    ResponderEliminar
  4. Lenny, boas férias! São bem merecidas, mas quando voltares até te vais assustar com o que o costa anda a tentar fazer! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ó lenny, faz bem em ir descansar. A sua contribuição para vitória da coligação não será esquecida! Mas agora temos de lutar contra o estúpido do costa. Vemo-la quando regressar!

    ResponderEliminar
  6. Mana, bom descanso e olha estaremos por aqui quando voltares!
    Portugal há de sobreviver!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço