Mensagem da Al Qaeda: Não Para a Cruz, Mas Para os Judeus

Decapitação de João Baptista - Caravaggio

“Temos de eliminar a cruz (...) e o seu portador é a América”

A frase acima foi pronunciada durante o encontro dos cabecilhas da Al Qaeda no Iémen.
Aquelas criaturas, segundo concluí da leitura do artigo desta semana da Max, militam em grupos extremistas e praticam atrocidades porque aparentemente sentem-se lixados pelo facto de, como qualquer mortal, terem de respirar.

O Papa Francisco afirmou que a turbulência pela qual a fé muçulmana está a passar é similar à que foi atravessada pela Igreja Católica. Ora bem, discordo completamente porque primeiro a inquisição era uma instituição legal, os padres arrancavam as confissões e os seculares (governos) aplicavam a pena; as mortes durante toda a inquisição não terão sido mais de 2%; a crueldade legalizada era exercida somente entre cristãos; sim... consentaneamente fabricaram-se cristãos novos entre judeus e moiros, mas claro que quem não aceitou o “convite” foi desenraízado.
Par contre o crente muçulmano é arbitrário, a sua luta estende-se para além dos países praticantes da fé de Mohamed, não respeitam e nem aceitam a religião de terceiros, grotescamente acreditam que estão envolvidos numa guerra santa e para vencê-la recorrem à prática do terror pelo terror, não importa contra quem: que o digam as meninas da Nigéria, Uganda e Congo.

A fé cristã há muito que repugnou as trevas e a ignorância, por isso transformou-se numa crença mais racional, mais livre, mais tolerante, mais humana, mais pacífica e Sua Santidade sabe-o muito bem, portanto nada de paninhos quentes para com essa vil seita islamista, por mais que o alcance do seu conhecimento ultrapasse em muito a minha compreeensão.
Quem vai parar estes cães raivosos, raptores, violadores e assassinos da Al Qaeda e seus afiliados? Terá o mundo de viver outros 423 anos nesta espiral de violência abjecta, simplesmente porque achamos que o nosso intelecto nos coaje a darmos uma chance aos muçulmanos para que entendam que Deus não precisa de intermediários para o que quer que seja?

A coordenação e subsequente implementação do acto de terror como o que assistimos na Nigéria (banho de sangue na estação de autocarros em Abuja), é obra de uma organização maléfica, que está ciente de que o portador da Cruz é a Igreja Católica em Roma, a Anglicana em Inglaterra, a Luterana na Alemanha, a Ortodoxa na Grécia e na Rússia, a Evangélica em todo o mundo, a Mormón e a Cientologista ambas na América; por isso, a al Qaeda e seus afins sabem muito bem que nem daqui a um milhão de anos derrubarão a Cruz, já que esta foi dada aos Cristão como herança há 2000 anos por Jesus Nazareno “Rei dos Judeus”, como um símbolo imbatível porque assenta sobre o pilar da liberdade.

Então que raio de converseta foi aquela, na reunião dos pavorosos da al Qaeda? Para mim a mensagem foi bem clara “Temos de eliminar os judeus... e o seu maior recipiente é a América”.
Será que vão atacá-los nas Sinagogas, no AIPAC; nos centros judaicos ou será  através dos judeus de esquerda que estão tão convencidos do amor fraternal dos árabes na Palestina?
Serão ataques coordenados e praticados simultaneamente contra personalidades preponderantes da comunidade judaica na América e na Europa, por indivíduos da extrema direita num surto de ódio inexplicável?
Será que o facto dos pró-rússia no Este da Ucrânia terem emitido um comunicado instando os judeus daquela área a registarem-se como tal, é o pronúncio de algo macabro?
Será que os al Qaedas vão fazer o seu sincretismo, pagando e aliando-se à extrema direita no Ocidente e finalmente conseguirem eliminar os judeus à volta do mundo?

Páscoa feliz e continuação de um bom Pesach!
Até para a semana!
 

Comentários

  1. A Lenny pintou um cenário apocalíptico! Estes grupos de infiéis estão a passar de qualquer marca aceitável e temo por nós, vou ser sincera! Mesmo que a mensagem seja para os judeus, nossos irmãos, eu acho que estes indivíduos buscarão matar-nos a todos, mesmo cristãos, porque na mente deles somos todos a mesma coisa!
    O Santo Papa, que Deus o abençoe, deveria tomar uma posição mais clara nesta óbvia guerra santa!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Maria Joaquina!

      O Papa João Paulo II disse "Não tenham medo"; faço minhas as suas palavras, porque embora os moemetanos se estejam a infiltrar na Europa, como se dizia em Moçambique - quando a Frelimo tomou o poder - a reacção não passará :) .

      O Santo Papa irá concerteza aperceber-se disso quando estudar cuidadosamente as palavras do ex arcebispo da Cantuária que declarou "a Grã Bretanha está num período pós cristianismo".

      O problema da infiltração muçulmana no ocidente é culpa das governações socialistas; mas há uma solução: recambiá-los para os seus países de origem e as raparigas que se queiram converter ao islamismo devem perder as nacionalidades europeias e, adoptar a dos seus dilectos maridos, igualmente rumar para esses países.

      Boa semana de trabalho, amiga!

      Eliminar
  2. Se eles quiserem vir atrás de nós que venham, porque estaremos prontos para eles!
    Lembro-me de estar a comer o meu matzo quando ouvi esta notícia. Primeiro pensei, coitados dos cristãos que agora estão na mira destes tipos; depois pensei, lá vamos nós entrar em mais confusões! Mas nunca pensei que a mensagem fosse para nós....admito.

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Carla!

      Nem mais; eles que venham pois verão com quantos paus se faz uma canoa, no mundo Ocidental.

      bjcas!

      Eliminar
  3. Olá Lenny,

    É isso mesmo, esta mensagem da Al-Qaeda não é o que parece.
    Eu não compreendo o que a Igreja Católica anda a fazer, e muito menos o Papa: estamos numa clara guerra das cruzadas e ele anda para aí a apaziguar os muçulmanos? Ele acha que isso trará paz?
    Só estou à espera de ver o que o Papa vai dizer quando for a Israel...

    Beijinhos e óptimo trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Max!

      O Papa quando for a Israel vai orar no muro das lamentações depois irá ao mount temple e levará uma pedrada e cuspidos das mulheres árabes na Palestina.

      Já que mal precisamos do petróleo dos árabes, o papa vai chegar calado e sair mudo de Israel, só para não agravar os árabes e persas em cujos países está a verificar-se um proliferação sem paralelo de igrejas católicas e protestantes ;)

      Shalom, boss!

      Eliminar
  4. É impressionante como estamos sempre na mira destes gajos!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Celeste!

      Só tenho uma coisa a dizer-lhes: idiotas, andem para frente que atrás vem gente!

      Bjcas!

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço