As Mézinhas e a Produtividade

Médico a Testar Urina - Trophîme Bigot

No dia 9, na passada quarta-feira, estava a jantar com os seniores da minha família, e enquanto degustava uma delícia feita na perfeição – toucinho do céu – uma das tias teve uma tontura severa acompanhada de uma arritmia. Findo o processo de socorro, perguntei-lhe se havia comido algo antes do jantar, respondeu-me que havia simplesmente tomado um comprimido anti-alérgico. Pedi a bula e fiquei abismada com a leitura da mesma.

Sabiam que antes de tomar o remédio para curar uma urticária, o paciente tem de se certificar de que não é alérgico a alguns dos componentes do medicamento? Que este pode causar dificuldade em respirar, comichão, urticária, inchaço, batimento cardíaco rápido, alucinações, convulções, inflamação do fígado, etc?

Pensei, então se o medicamento não é contra-indicado para pessoas com mais de 80 anos, se a minha tia respeitou a posologia que lhe foi prescrita, se os comprimidos lhe foram receitados pelo médico de família que, supostamente, conhece todo o historial médico da paciente; por que razão está o dito comprimido a causar-lhe uma reacção tão nefasta?

O marido da minha tia contou-me que o mesmo médico lhe havia receitado Xanax quando há tempos se queixou de umas dores de cabeça lancinantes e, se não fora a sua neta teria morrido de tanta sonolência.  
Os meus titis que são quase todos retornados de Moçambique, começaram a percorrer mentalmente a avenida da nostalgia dos bons velhos tempos em África e, juraram a pés juntos que os médicos deste país ou são sapateiros ou são talhantes; não havendo comparação possível com os que exerciam em Moçambique. Retorqui dizendo que se agora lá estivessem já teriam esticado o pernil, porque informaram-me que, nos hospitais moçambicanos, os velhos são preteridos em relação aos mais novos; o tio André de seguida resmungou “nós iriamos para a África do Sul, gen...til menina”.

Por que razão os médicos de família são tão condescendentes com a saúde das pessoas?
Não deveria o médico de família servir de filtro entre os seus pacientes e a indústria farmacêutica cuja finalidade é vender-nos medicamentos que nos possam causar outras doenças e assim jamais abandonar o círculo vicioso das drogas prescritas?
Será que os médicos de família sabem que quando as pessoas tomam medicamentos que não lhes convém tomar; não só prejudicam os pacientes como também prejudicam as famílias dos mesmos? Por exemplo, a tontura da minha tia originou a que eu chegasse tarde a casa, e pela manhã estava cansada, pelo que o meu trabalho foi prejudicado já que não dei o meu melhor; duas netas tiveram que vir e velar pelo casal, não indo para a universidade nesse dia; a filha que estava numa viajem de negócios, ao receber o telefonema ficou preocupada e a pediu à família que vigiasse os seus pais. Como se vê, a saúde de um familiar está directamente relacionada com a produtividade, o PIB, e logo com a economia de uma nação.

Caros leitores, para que não estejamos nas mãos das farmacêuticas e de médicos pouco escrupulosos, temos de abandonar as comidas instantâneas, exercitar – não precisa de ginásio algum, basta uma caminhada pelo seu bairro – coma sopas caseiras (i.e. feitas por si), coma bastantes vegetais e frutas, beba água, se fuma reduza aos poucos, beba vinho com moderação e está lançado para uma vida saudável; porque tenho a certeza que ao tentar controlar a pressão arterial, não quererão contrair um glaucoma e por aí fora.

Claro que são coisas simples que são ditas na televisão acompanhadas de intermináveis anúncios e, os políticos não nos dirão porque terminada a carreira política, eles acabam como consultores das multinacionais.

Até para a semana!


Comentários

  1. Olá Lenny,

    O Xanax fez a tua tia ter sono? Pois um médico receitou à minha avó Xanax, quando ela se queixou de tonturas, e a coitada andava que parecia uma formiga "on speeds" lol. Não sei o que se passa com certos médicos em Portugal, mas passam receitas médicas de modo totalmente irresponsável sem ter em conta o historial clínico do paciente.
    lol Gostei do pormenor de especificar que sopa caseira significa aquela confeccionada em casa lol...não vão as pessoas cair no logro que são as sopas da Knorr (ou sei lá o quê que anda para aí) com o rótulo "Sopa Caseira" ou "Sopa da Avó", please....

    Beijocas e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Olá, Max!

      Um amigo disse-me que as alergias e a urticária estavam a aumentar porque as pessoas comem pão fermentado à pressão.

      As pessoas precisam de se proteger pois "a coisa está preta" - como diriam os brasileiros -

      Obrigada, bom fim-de-semana, para ti também!

      Eliminar
  2. Hahahaha coitada da tua tia, Lenny! Eu acho que as histórias de médicos de família e medicamentos em Portugal são tantas que já se tornaram uma vergonha, mas ouvi dizer que o governo está a tratar do assunto.
    Mas quem é que prescreve Xanax a pessoas por causa de dores de cabeça ou tonturas, como no caso da avó da Max? Está tudo doido!
    Ri-me imenso e pronto, vou feliz para o meu Shabbat. Shabbat Shalom a todos!

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. Hey, hey, hey..!

      Está mesmo tudo doido!

      Processar o médico, o governo e o posto médico por danos físicos e psicológicos seria a coisa mais acertada.

      Primeiro receitam xanax para as mais variadas maleitas e, eventualmente receitarão prozac e finalmente dirão: mate-se!

      Shabbat Shalom, minha linda!

      Eliminar
  3. Ó lenny, os políticos jamais dirão coisa alguma porque eles próprios tomam uma carrada de comprimidos só para poderem funcionar e aturar os doidos que aturam. Olhe, se eu tivesse que lidar com o partido comunista, eu também tomaria tudo o que me aparecesse à frente e agradeceria que o meu médico de família me receitasse xanax hahaha...

    ResponderEliminar

  4. Olá, João Pedro!

    hahaha...hahaha...; que graça: Ó João Pedro, você é engraçadíssimo!

    Os governantes em Portugal deveriam ter tido a coragem de Adolfo Suarez: banir o PCP; mas quem os tem?

    Boa semana de trabalho, meu caro

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço