França Socialista: Nathalie Kosciusko-Morizet Metáfora de Sarkozy

Nathalie Kosciusko-Morizet

O partido de centro-direita francês (UMP) decidiu seguir o conselho deste blogue e apresentar, como candidata à câmara municipal de Paris, uma mulher glamorosa e moderna de 40 anos - Nathalie Kosciusko-Morizet.
Finalmente, a direita está a começar a dar lugar a pessoas mais novas que acompanham os tempos: uma verdadeira lufada de ar fresco.

Contudo, os parisienses parecem estar a desdenhar Nathalie dizendo que ela é demasiado bem, demasiado queque; tendo a BBC (em mais uma tentativa de fazer política) citado um think tank, a Generation Libre "Assim que ela abre a boca, só pensamos: OK, ela vem dos distritos mais abastados de paris e provavelmente não quer saber como a outra metade vive". Vivemos num mundo que, hoje em dia, grita "discriminação!" por tudo e por nada; contudo, permanece em silêncio quando uma mulher está a ser discriminada só porque é oriunda de um meio ambiente Premium.
A Esquerda fez uma lavagem cerebral à sociedade para a levar a pensar que todos os indivíduos das classes altas são insensíveis, indiferentes, distantes, egotísticos, elitistas, superficiais e com a vida garantida; contudo, estes comportamentoes desviantes não são somente uma característica da classe alta - também poderão ser detectados nas classes média, média-alta e rica - e nem sequer são uma regra mas sim uma excepção.

A Esquerda parisiense está mesmo a vender ao eleitorado aquele velho cliché que diz que a classe alta não entende as classes baixas; e por isso não deve votar na senhora Kosciusko-Morizet.
(NB: o partido socialista mais a sua estratégia barata só nos fez recordar que está repleto de militantes abastados, enfadados com a vida, que vivem totalmente fora da realidade, que se sentem culpados por serem ricos e, por isso, perseguem os seus pares dentro e fora da esfera política)

Ao eleitorado só lhe é necessário fazer recordar o seguinte detalhe: quando um membro da alta concorre para um cargo público, geralmente fá-lo por se preocupar com o bem-estar da sociedade e porque deseja melhorar o sistema, para que possa dar assistência aos mais desfavorecidos. Já quando outros membros de outras classes concorrem a cargos públicos, geralmente fazem-no para se auto-promoverem, para fazerem uso do sistema para enriquecerem ainda mais (i.e. ou através da corrupção ou ao assegurarem postos de poder para a vida pós-política).

Os votantes deveriam questionar-se quem é está em melhor posição para os servir: alguém que não precisa de roubar o povo; ou alguém que muito provavelmente irá corromper o sistema para aproveitamento próprio (e dos seus boys)?

Mas eis a verdadeira razão por detrás deste sofisma esquerdista francês: as eleições presidenciais de 2017.
Em França, as eleições autárquicas ocorrem a cada 6 anos; querendo isto dizer que as autárquicas deste ano estarão a ser vistas como o prelúdio das presidenciais (dentro de três anos). Os números dizem que se as eleições fossem hoje e Nicolas Sarkozy concorresse, ele seria eleito pelos franceses.
Logo, na mente socialista, deitar Nathalie Kosciusko-Morizet abaixo fará com que a UMP se veja em dificuldades para entusiasmar os militantes para 2017; contudo, dada a presente situação política francesa, diríamos que o Partido Socialista - por si só - já está a entusiasmar os militantes de toda a oposição...e, se a UMP jogar a cartada certa, nem mesmo o escândalo das gravações secretas ajudará os socialistas franceses a ganhar as próximas eleições.

A campanha presidencial de 2017 já começou.
Que o melhor Sarko concorra e ganhe!


Comentários


  1. A esquerda francesa está tão sem ideias, que chegou ao ponto de se ridicularizar ao fazer uso da táctica de difamar uma pessoa só porque ela é rica: Hollande tu fais honte à voir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lenny :D!

      Não é? Nem acredito que em pleno século XXI ainda se oiça este tipo de conversa "tirosa" (como cantava o Herman há muitas luas atrás).
      C'est vrai: Monsieur le Président fait vraiment honte à voir!

      Merci, Lenny, pour le commentaire: c'était super! :D

      Bisous

      Eliminar
  2. É preciso ir votar mas os socialistas estão em baixo nas sondagens por isso é que andam a tramar estas coisas. E a ministra da justiça de Hollande que mentiu ao dizer que não estava ao corrente das escutas ao Sarkozy? http://expresso.sapo.pt/crise-no-governo-frances=f860583
    Os socialistas estão lixados!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carlitos :D!

      Acho que as últimas sondagens davam vitória à socialista, mas isto foi em Janeiro. Ainda não encontrei números mais recentes. Mas quando encontrar partilharei aqui.
      Pois é, eu li essas notícias....gostaria de ver como é que elas irão afectar o voto no fim deste mês.

      Carlitos, obrigada pelo seu comentário :D.

      Um abraço

      Eliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço