Passos Coelho Surpreende!

PM Passos Coelho

Sr. Primeiro Ministro Passos Coelho, espero que esteja bem. Por cá tudo bem, graças à Inteligência Suprema.

A propósito de inteligência; gostaria de saber se, aquele seu colaborador responsável pela monitorização das redes sociais, lhe falou dos apelos que tenho vindo a fazer através deste blogue...não sei se “Etnias” lhe diz algo...
Sabe, é que às vezes aqueles que mais nos querem têm uma noção de protecção um pouco distorcida: não revelam as mensagens por si consideradas negativas para não aborrecer o chefe; sabendo o senhor, e eu, que o positivo e o desfavorável são uma questão de percepção, não é verdade?

Pois bem, cá estou eu e, como votante fiel e simpatizante confessa do seu Partido, gostaria de lhe fazer três sugestões sempre dentro da linha da esperança e acrescidas expectativas na sua pessoa:
  1.  Invista na Defesa Nacional
  2. Reduza o IRC para 20% escalão máximo
  3. Reduza o IRS para 35% o escalão máximo (se a fazenda detectar evasão, deve-se dar ordem de prisão imediata sem apelo nem agravo, nem mesmo caução).        
Assim, acabará com as deduções às empresas nacionais e estrangeiras que nada fazem senão chular o país; e, secará a mina dos subsídios extraordinários às empresas por estarem a cumprir o seu dever (que é salvar ou criar postos de trabalho). Sabia que, com este bónus, os patrões funcionam como agentes deprimentes? Porque, a pretexto da Formação Profissional, as pessoas são enfiadas o dia inteiro numa salinha (que outrora fora arquivo) a produzir nada senão uma carrada de nervos...
Carissímo, pense o quanto beneficiaria o nosso Portugal – com isto e umas cositas más que debateremos noutro artigo, não precisará de layoff os 100.000 funcionários públicos (alguns, de tão rudes, mereceriam mais o inferno que outra coisa qualquer...bàh voilá).

Ouvi o sr.deputado José Seguro (que a bem da verdade está um pouco envelhecido, ou seriam os ares da Madeira?) a arengar sobre €150 milhões de taxa audio-visual cobrada através da conta da electricidade (eu estava convencida que o, então, PM Cavaco Silva tivesse acabado com ela...mas aparentemente não sei às quantas ando...), de que é que o sr. está à espera? Pegue nesse dinheiro mais aquele que poupará ao fechar, ou a reformular, as empresas público-privadas, faça um brilharete e invista na indústria da Defesa.
Certamente, não preciso de lhe explicar que esses bravos homens que estão numa total inércia, podem ajudar na redução da taxa de desemprego; da balança de pagamentos; e aumentar o PIB porque estariam a produzir itens comercializáveis e, quiça, descobrir algo fenomenal!

Sim,sim, sim a sua entourage deve estar a dizer-lhe que isto é meshuga, que investir na Educação é mais transparente (parece que já estou a ouvi-los: “Sr. Primeiro Ministro oiça, nessas empreitadas militares, há sempre um que borra o quadro todo, é uma chatice...”), que além disso ao melhorar o ensino os ganhos são mais imediatos (a lo mejor...); mas lembre-se: a investigação militar é também um dos factores que pesam na qualificação dos países e, como Povo exigimos estar na premier league; certo?

Ó pá, se calhar estou a cansá-lo...que chutzpah não? Mas olhe, espero que entenda esta evocação semanal, do seu bom nome. O senhor é o meu Mutwana – como Africanista sei que está familiarizado com o título!

Até breve, e com todo o devido respeito: estou de olho em ti, bwana!                                                                                                                   

Comentários

  1. Olá Lenny,

    Vou começar por: Mutwana. Achas que o nosso PM Africanista não sabe o que isto quer dizer. Não sei se em Angola usam este termo...

    Concordo que Portugal deva investir mais na Defesa. Contudo a Esquerda, com os seus belos idealismos esquerdistas anti-militares (se bem que quando estão no poder adoram exibir a sua potência bélica e tudo o mais), passam a vida a emperrar tudo. Ainda me lembro da escandaleira que fizeram quando se compraram os submarinos e as corvetas - como se não fossem necessárias.
    (N.B: se houve corrupção, deve ser exposta; mas a mensagem da esquerda foi algo como "Para que precisamos disso quando temos criancinhas a morrer à fome?")

    Quanto aos impostos: sim, PM Passos Coelho, surpeenda-nos de uma vez por todas e baixe-os. Como é que Portugal pretende atrair investimento estrangeiro a cobrar um IRC de 31% escalão máximo? É escandaloso!
    Como é que Portugal pretende que os ricos cá mantenham o seu dinheiro; e, como pretende atrair depósitos estrangeiros com taxas de IRS a 49% escalão máximo? Nem eu cá deixaria o meu dinheiro se fosse rica - ser patriota não significa querer ser roubada (principalmente quando se trabalha mais horas aqueles Portugueses que só trabalham das 9 às 17).
    http://sol.sapo.pt/inicio/Economia/Interior.aspx?content_id=49910

    Parece que Portugal está a declarar guerra ao rico - não é para isso que elegemos governos de direita.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Max, obrigada pelo teu comentário.
      O termo Mutwana, é usado pelos Moçambicanos e pelos Zulus,refere-se a alguém importante e altamente respeitada; é aquilo a que os Anglo-Saxónicos designam de "doer".
      A esquerda em Portugal, mais a sua demagogia barata, está sobrevalorizada.
      Vistas curtas e soluções à pressão são o lema dos políticos em Portugal e mais não digo.
      Devido à mobilidade existente na União Europeia, a ideia de que os ricos resolverão a crise é naïveté romanceada; getting my point?

      Eliminar
  2. Lenny, se Portugal baixar impostos quem é que vai pagar os subsídios? Essa proposta nem levará Passos Coelho perante na assembleia - seria linchado pelo PS, BE e PCP. Quem é que quer ouvir a Deputada Apolónia aos berros na defesa dos pobrezinhos? Quem é que quer ouvir a voz esganiçada das "assistentes sociais" do PS (digo isto, porque não me lembro do nome de uma deputada irritante que tem a mania que sabe tudo e que é a madre Teresa de Portocalitá)?

    Portugal, a nação da classe média, precisa de fazer guerra aos ricos (que nem são tantos quanto isso, mas enfim)!
    Passos Coelho, não sei se terá o meu voto nas próximas eleições...oops, lá se vai o segredo por detrás do voto...

    ResponderEliminar
  3. Ana, obrigada, por visitares assiduamente o blogue da Max Coutinho!
    Subsídios só devem ser atribuídos aos incapacitados, viúvas destituídas e aos pensionistas com reformas de miséria; todo o resto deve bulir.
    O Povo atribuiu-lhe um mandato: ele que o execute ou então que se demita por incapacidade.
    Portocalitá? Lol Lol Lol...Referes-te à Sónia Fertuzinhos? Não há pachorra! A pobrezinha tem uma postura de fuínha... sabes aquele tipo de miúda que, no liceu, tem a mania que é esperta; mas na verdade é só invejosa?

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço