Análise: A Relação entre Poder e Sexo



O assento do Poder é quentinho e confortável. Também dá a sensação de omnipotência. Assim que um ser humano se sente nesse lugar tão atraente e invejado; ele/ela tem de ter consciência das forças, das fraquezas, das oportunidades e ameaças de se sentar em tão tentadora cadeira.
Se algum de vocês sonha com o Poder, aconselha-se a ter em mente de que se trata de um lugar extremamente elevado e só. Para além disso, nascer-vos-ão cabelos brancos (isto se ainda tiverem cabelos).

Os humanos gostam do Poder (sob as suas várias formas e tamanhos) e, logo, farão de tudo para o ter: fingir que defendem os valores familiares; esconder a sua verdadeira orientação sexual; fazer promessas que não podem cumprir; pisar os calos das outras pessoas; obliterar a ética, a lei e a ordem...tudo o que se possa imaginar...o Poder justifica os meios.

Depois de todo e qualquer meio ter sido usado para atingir os fins; o indivíduo poderoso apercebe-se de que está completamente só: não confia em ninguém (sob pena de ser destronado); é responsável pelo sucesso constante (já que será o único a ser responsabilizado pelo falhanço) e investe imenso tempo e energia a desenhar estratégias (um processo que, por consequência, obriga uma pessoa a fechar-se em si mesmo).

Por esta altura, já poderão ver quão stressante e desgastante ser poderoso pode ser; por isso deverão perguntar: o que é que mantém esta gente sã e em contacto com a realidade?
A resposta a esta questão pode ser disciplinas saudáveis que ajudariam estes indivíduos a entrar em contacto com o seu Eu, tais como:

  • Meditação e técnicas de respiração
  • Introspecção e Exames de Consciência
  • Yoga 
  • Tai Chi Chuan
  • Capoeira, Karaté, Tae Kwon Do, Krav Magá, Kung Fun etc

Contudo, alguns humanos Poderosos parecem voltar ao lado da vida mais crú e animalesco. Não estamos a falar de cópula com o cônjuge, mas sim de sexo rude e cruento com prostitutas e Cleptomaníacas do Amor.
Uma pessoa pensaria que disciplinas saudáveis ajudariam os Poderosos a lidar com toda a agressividade e barbaridade associadas com o Poder; mas não, algumas destas pessoas optam pelo deboche, depravação, desmoralização e deslustre.

Ser Poderoso exige o abuso da Razão e o congelamento das emoções; logo, ser depravado, desonroso e fazer sexo subversivo pode ser uma maneira de proceder ao degelo dessas mesmas emoções. Faz sentido...
Mas também faz sentido dizer que o Poder pode não estar relacionado com coisa alguma. Muitas pessoas Poderosas lidam com o seu pesado fardo através de disciplinas saudáveis; contudo alguns já eram/são sexualmente perturbados e depois usam o Poder para ter sexo, e subjugar, para exibir a extensão do Poder adquirido.

Por isso, qual a relação entre Poder e Sexo? Imaturidade.


Para uma análise diferente do tema, visita o Domínio do LS (Inglês): Aqui

Comentários

  1. Max, hoje sintetizarei meu pensamento: ando farta desse mundo e de como o estamos tornando cada vez pior!

    Mas não me farto de deixar beijinhos para ti, querida!

    ResponderEliminar
  2. Oi CB :D!

    Minha querida, dá cá um abraço! :)

    Não te fartes do mundo porque ainda está repleto de beleza e amor. Não deixes que o negativo consuma aquilo que o mundo tem de positivo :D.

    Beijinhos grandes e obrigada pelo teu comentário :D.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço