Actividade Paranormal: Realidade ou Alucinação?



Alguém respira sobre o meu pescoço e sussurra palavras de Amor...viro-me para lhe responder e vejo sua Excelência Etérea a esvanecer-se no ar...

Ver, pressentir e sentir o cheiro de entidades é considerado, pelas mentes comuns, alucinante, irreal, pecado ou demoníaco.
Ouvir espíritos é motivo para considerar uma pessoa esquizofrénica e, logo, interná-la.
Ser capaz de ver o futuro é charlatanismo. Curar pessoas através do Reiki pode ser visto, por muitos, como um esquema.
Atingir o estado de Iluminação através da Yoga e do Tantrismo é olhado com cepticismo e visto como um ataque contra o Criador de todas as coisas.

A realidade pressupõe verdade e, está relacionada com corporalidade, sugerindo assim que somente o que é tangível pode ser considerado real ou verdadeiro.
Alucinação supõe falsidade e está relacionada com a ausência de matéria; dando a entender que a clarividência, a clariaudiência, a clarisentiência, a psicografia, por exemplo, resulta de uma disordem mental ou da acção de drogas no corpo; simplesmente porque a ciência não consegue explicar, ou medir, tais experiências.

“Veritas est adequatio intellectus et rei”
(A Verdade é a conformidade do intelecto com as coisas)
Tomás de Aquino

Deus é intangível; deveríamos render-nos à ideia ridícula de que Ele não é real/verdade?
Jesus, exempli gratia, tinha a capacidade de curar pessoas, de ver o futuro, de ler os corações dos Homens, de ver e ouvir demónios...será que era alucinado, esquizofrénico ou foi ele um exemplo do que a mente humana é capaz quando optimizada?
Muitas pessoas têm encontros com Malakhim, serão alucinadas? Muitos até são palpáveis, ainda que as suas acções não se encaixem nas "experiências normais"; mas quererá dizer que não são verdade/reais?

Esquizofrenia: afecção mental caracterizada por afrouxamento das formas habituais de associação de ideias, enfraquecimento da afectividade e ensimesmamento (autismo), com perda de contacto vital com a realidade, alucinação.
Esta é a definição oficial deste distúrbio que permanece um verdadeiro mistério.
Contudo, na minha opinião, a esquizofrenia resulta da falta de competência para lidar com a própria Mediunidade.

Na tua opinião, as actividades paranormais são reais ou alucinatórias?


Para outra opinião paranormal, passa pela Casa Assombrada do LS (Inglês).

Comentários

  1. Olá Max,

    Na minha opinião as actividades paranormais são muito reais.
    Tenho pena daqueles que as consideram alucinatórias porque na tentativa de mostrarem que sabem tudo, que tudo explicam, só expressam a sua máxima ignorância.

    Concordo com Tomás de Aquino: Veritas est adequatio intellectus et rei.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Olá Max! Mais um texto gerador de reflexões.

    Acredito que a linha que separa a mediunidade da alucinação e ambas da charlatanice é muito tênue, e cabe a cada um definir esses limites, baseado em suas crenças e experiências anteriores.

    Na minha opinião, existem aqueles que realmente possuem essa habilidade de sentir diferentes tempos e/ou espaços. Mas também há aqueles que usam de mentiras a respeito dessas habilidades para ganhar algum dinheiro, e também aqueles que não sabem lidar com esse dom de alguma forma e acabam enlouquecendo... Um tristeza mesmo.

    Ótimo artigo! Abraços!

    ResponderEliminar
  3. Olá Cláudia :D!

    Desde já obrigada pelo teu comentário.

    A ignorância é a raíz de todos os males (discórdia, violência etc; mas devemos também ter em conta que nem tudo o que a mente crê ser verdade é-o a 100% (ex: paranóicos, esquizofrénicos etc); mas tenho uma pergunta para ti...quem vê melhor a verdade: a mente ou intelecto?

    Obrigada, mais uma vez. :D

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Oi Zahta :D!

    Brilhante comentário, pá! :D

    É verdade que são muitos os que usam a sua mediunidade para ganhar dinheiro, e aí podemos -perguntarmo-nos se essa corrupção do dom não trará consequências para essa mesma mediunidade e para a própria pessoa.

    Olha, como bem concluiste: uma tristeza.

    Obrigada pelo brilhantismo, meu amigo :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. "Há muitos mais mistérios entre o céu e a terra" - e o mar - "do que possa imaginar a nossa vã filosofia"!

    Eu ando a ouvir sussuros e palavras de amor ao pé do ouvido, Max, devo ser internada como louca, esquizo? Hehehe!

    Beijos, minha lindona tão querida!r

    ResponderEliminar
  6. Oi CB :D!

    Que linda citação: obrigada *vénia*.

    LOL não, de esquizo não tens coisa alguma :)...

    É bom ver que a pluma esotérica passa também por ti.

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. comentei e sumiu....

    Mas, creio e já viv experiencias na área. Vejo gente morto, nao tenho medo e meu cunhado, 24 horas após a morte, veio a mim e disse comoe stava.
    Minha mae fez o mesmo...na hora do funeral, um vento veio e me derrubou...Acordei com a sensacao de que ela nao tinha partido..
    bjs e dias felzies

    ResponderEliminar
  8. Há gente ruim de toda espécie. Mas, eu jamais, gostaria de usar nenhum poder que a mim for ou foi dado, por dinheiro.
    Bjk

    ResponderEliminar
  9. Oi Grace :D!

    Que experiências fantásticas: obrigada por as teres partilhado connosco (a sério) :).

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Grace,

    Compreendo-te perfeitamente: se o dom for dado (ainda mais por Deus) ele não deve ser usado para enriquecer, mas sim para ajudar.

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço