Patriotismo vs Nacionalismo

Guerra de Delacroix
O que é o patriotismo? Este é:
  • Saber e respeitar os símbolos da Pátria: a bandeira e o hino nacional.
  • Estar orgulhoso da nação: da sua história, sucessos e evolução.
  • Defender os interesses do país e as tradições básicas,
  • Ter a coragem de criticá-lo sempre que necessário.
  • Ser digno de servir a nação e salvaguardar a sua segurança.
  • Procurar a nutrição intelectual e/ou a formação professional para, assim, contribuir para o desenvolvimento do país, e logo, para o seu enriquecimento.
  • Desenvolver e alimentar a espiritualidade, como meio de contribuir para a ordem da sociedade (os caminhos espirituais contra-balançam os impulsos humanos).
O patriotismo consiste em amor profundo e respeito pela nação. Tais sentimentos levam os cidadãos patrióticos a compreender que muitas vezes o seu território tem de ser partilhado com cidadãos estrangeiros (já que estes ajudam a gerar riqueza económica, cultural, social e espiritual). 
A diversidade dentro da unidade é bem-vinda, por parte dos patriotas. 
O patriotismo está a ser enviado para a forca. 

O que é o nacionalismo? Este é:
  • Ser obcecado pelos símbolos nacionais: a bandeira e o hino.
  • Estar orgulhoso dos segmentos opressivos da história nacional; das partes vergonhosas que conduziram aos eventuais sucessos nacionais e regressão comportamental. 
  • Rejeitar o enriquecimento cultural ao, neuroticamente, agarrar-se a qualquer tipo de tradição.
  • Negar qualquer forma de crítica à sua linha de pensamento político.
  • Servir a nação pelas razões erradas (i.e. perseguir as minorias; torturar os oponentes).
  • Procurar explorar as minorias afim de desenvolver e enriquecer o país. 
  • Declarar que a sua religião é a única verdadeira e aceitável; e decidir que os membros de outros grupos religiosos devam ser condenados à morte. 
O nacionalismo é composto pelo ódio e o total desrespeito não só pelo país, mas principalmente pelos seres humanos. Tais emoções negativas conduzem os nacionalistas a serem ignorantes, a agir como imbecis, sempre que atacam imigrantes, gays, a mudança...in summa: a diferença.
Infelizmente (devido ao extremismo Islâmico), o nacionalismo está a ressurgir sob o emblema da defesa da nação.
O nacionalismo é racismo, xenofobia, homofobia mascarados de patriotismo.  

Comentários

  1. Ótima definição dos dois termos.

    Ser patriota é amar o país em todos os sentidos, querer seu bem e o bem de quem vive nele, seja lá quem for. Ser nacionalista é fechar os olhos para a diversidade, para a riqueza que tal diversidade nos traz.

    Gostei muito desse ponto de vista.

    ResponderEliminar
  2. Oi Zahta :D!

    Aaah, que avatar tão giro: o Timtim! :D

    Fantástico comentário, o teu; pelo que to agradeço :D! E ainda bem que gostaste do artigo!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Mas bah, Max.
    Como sempre, sua pauta é ótima.
    O patriota se tem como parte da nação, já o nacionalista julga-se dono dela. Assim...
    Patriota é quem eventualmente dá a própria vida pela nação, já o nacionalista, se poder, cobra vidas alheias pela nação.
    Abração.

    ResponderEliminar
  4. Max, você não deixa margens para discóridas, um texto tõ bem elaborado, que qualquer pessoa de bom senso, assina embaixo, sem nenhum medo de errar!

    Beijo, querida!

    ResponderEliminar
  5. Oi Diler :D!

    Que comentário fantástico: concordo em género, número e grau!

    Muito obrigada pela tua objectividade :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Oi CB :D!

    Obrigada, querida! Assim, só me dás mais pica para continuar :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço