Wikipreso

Retirado do Wikipedia

São 17:00 e o meu intelecto mergulha num estupor temporário.
Já se deu demasiado tempo e atenção ao Wikileaks.
O entusiasmo pelo que foi exposto por este site ultrapassa-me por completo: as pessoas chafurdam nas wiki-informações do mesmo modo que chafurdam nas fofocas das revistas del corazón. Pergunto-me se elas se apercebem do quão perigoso o wiki-projecto realmente é e o que aqui está em jogo.

A Esquerda-romântica louva a falta de sabedoria do Leaks e a sua sede por fofoca diplomática, tudo em nome da Liberdade de Expressão.
Não obstante, o Wikileaks não está a exercer a Liberdade de Expressão nem de Informação: está antes a exercer a Liberdade de Anti-Americanismo.

Nem toda a gente tem de gostar dos Estados Unidos, nem toda a gente tem de concordar com as suas políticas, e certamente os EUA não estão acima da crítica; contudo ser anti-Americano não faz qualquer sentido quando metade do mundo imita o seu estilo de vida e, a outra metade aspira ao Sonho Americano.
Cada vez que vejo esquerdistas vestidos de Levi's, com Nikes nos pés, a beber Coca-Cola, a brincar com o iPhone e arrogantemente a malhar na America, tenho vontade de lhes dar ao desprezo.

Voltando ao Wikileaks...
Gostaria de compreender o plano secreto deste site. O que levou o Assange, e a sua gente, a vasculhar no mundo diplomático e a colocar em perigo a vida das pessoas envolvidas nos Serviços de Inteligência? Para além do mais, quem lhes deu acesso a comunicações confidenciais e com que propósito?
Eis perguntas interessantes que (até agora) permanecem sem resposta.

Wikileaks = Fofoca Perigosa com um Propósito.
Julian Assange é o editor-chefe do Wikileaks. Como tal, ele é o fofoqueiro-chefe que põe a perigo Diplomatas e o Corpo dos Serviços Secretos. Ele deveria ser processado por traição e Wikipreso pelo seu comportamento criminoso.

Comentários

  1. Sabes que eu também achei isso tudo de uma imbecilidade que mais nao posso acrescentar, tanto o criador do site como os vasculhadores dele, sao igualmente desocupados, e por mais que se fale nisso, disso, nao tive vontade de ir no sítio, e nao fui. O que demonstra o quanto eu sou dona das minhas vontades e pouco me importa questoes tao alheias....


    Beijos, Max e desculpe a ausencia!

    ResponderEliminar
  2. Minha querida amiga,
    Tenho um amigo tb historiador que diz que vivemos em um tempo perigoso, arriscado...tempo de uma falsa liberdade, de uma liberdade viagiada, como achar melhor e que pelo menos aqui de onde escrevo, alguns temem a banalidade de assuntos e acontecimentos e poucos temem ou se dão conta desse tempo que nos causa tanto estranhamento.
    Enfim, mais uma vez nos voltamos para tal questão...
    Evoluimos em tantas coisas mas será que sabemos de fato o que fazer com tudo que conquistamos?
    Liberdade! Onde? Qual? Para que?
    Deixemos isso para outros momentos...
    Desejo boas festas um feliz 2011 cheio de alegrias, paz, luz e sucesso a vc e todos os seus.
    Beijo!
    Até breve...com novidades...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço