Esperança e Fé


A esperança é a luz ao fim de um longo túnel.

Quando um indivíduo experiencia um momento de escuridão, de desespero ou aflição, a esperança é aquilo que o impulsiona a não desistir.
Agora, o que é mais interessante é que este desejo é acompanhado pelo conhecimento de que o caminho em frente é duro, difícil, doloroso e, contudo, uma pessoa permanece confiante de que irá alcançar a vitória, a realização pessoal, o sucesso.

Este facto interessante leva-me a colocar uma questão importante: poderá a esperança caminhar afastada da fé?
Se uma pessoa está confiante do sucesso, apesar das vicissitudes; não terá essa pessoa que acreditar que alguém ou algo ajudá-la-á a ultrapassar obstáculos?

Muitas pessoas dizem não acreditar em Deus; não obstante acreditam ou neles próprios, ou num Poder Criativo Superior ou até na humanidade. Acreditam em algo, têm fé (que é a força motivadora que transforma em realidade um desejo).

A esperança deriva da mente. Torna-se num desejo após ter sido reconhecida uma necessidade.
A fé deriva das profundezas da alma. Transcende a mente. Apesar da razão afirmar que ela é uma crença, na verdade, a fé é uma certeza do que pode vir a ser assim que nos concentremos e empenhemos nalgo. Donde vem esta certeza? Vem da informação contida no nosso espírito.

Outra questão interessante: quem veio primeiro, a esperança ou a fé?




Imagem: Barco numa tempestade marítima de Ivan Aivazovsky

Comentários

  1. É pra pensar mesmo...Boa reflexão!acho que é a fé...abração,chica

    ResponderEliminar
  2. Oi Chica :D!

    Eu concordaria que é a Fé que vem primeiro, sim.

    Obrigada pelo comentário :D!

    Abração

    ResponderEliminar
  3. Mas bah, guria.
    Fé, esperança e caridade são as Virtudes Teologais, aquelas que nos unem a Deus.
    Em princípios temos a tentação de achar que a fé vem primeiro, mas vivenciando essas virtudes entendemos que fazem parte de uma trindade indisolúvel; ter fé em Deus, viver na esperança de um dia estár junto Dele e praticar caridade em Seu nome, nos trás paz nesse mundo tão conturbado onde vivvemos.
    Abração.

    ResponderEliminar
  4. Eu também gostava de saber, especialmente porque essa matéria transcendental me encanta e nunca me responde às milhões de indagações que tenho e faço... Mas até aqui eu penso que uma não está ausente da outra, ou seja, pode existir uma sem a outra??

    Beijinhos!

    P.S.
    Depois de ter vindo aqui tantas vezes, lido, relido e no saber o que dizer.

    ResponderEliminar
  5. Nossa Amiga!

    Essa questão é muito profunda, o que veio primeiro a esperança ou a fé?

    Acho que a fé porque se você não acreditar em nada como ter esperança?

    Vai esperar de quem? é uma questão filosófica!

    Para mim, as duas são indissociáveis, e ligadas diretamente a Deus.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Esperança, como diz o próprio nome, está muito ligada ao ato de esperar, acreditar mas esperar que vai acontecer.

    A fé está muito além disso, bem como descreveste. Fé é ter certeza, é não precisar de provas contra ou a favor, não precisar saber vantagens ou desvantagens em se acreditar em algo. É acreditar e ponto.

    ResponderEliminar
  7. As duas se complementam: esperança e fé, cada qual ao seu modo, habitam cada um de nós.

    ResponderEliminar
  8. Oi Diler :D!

    "Fé, esperança e caridade são as Virtudes Teologais, aquelas que nos unem a Deus."

    Lindo.

    "Em princípios temos a tentação de achar que a fé vem primeiro, mas vivenciando essas virtudes entendemos que fazem parte de uma trindade indisolúvel; ter fé em Deus, viver na esperança de um dia estár junto Dele e praticar caridade em Seu nome, nos trás paz nesse mundo tão conturbado onde vivvemos."

    Isto é muito lindo, muito lindo mesmo. Obrigada :D.

    Abração

    ResponderEliminar
  9. Oi CB :D!

    "Eu também gostava de saber, especialmente porque essa matéria transcendental me encanta e nunca me responde às milhões de indagações que tenho e faço... Mas até aqui eu penso que uma não está ausente da outra, ou seja, pode existir uma sem a outra??"

    É isso mesmo que tento descobrir; se uma pode existir sem outra. Às vezes acho que pode, outras vezes acho que não...ainda indago.

    CB, obrigada por partilhares um pouco de ti connosco :D.

    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Oi Dri :D!

    "Acho que a fé porque se você não acreditar em nada como ter esperança?"

    Concordo...

    "Vai esperar de quem? é uma questão filosófica!"

    Mas é mesmo. Esperar de quem? De Deus, do próximo, de quem? E quando não se tem esperança, pode-se ter fé?

    "Para mim, as duas são indissociáveis, e ligadas diretamente a Deus."

    Percebo...

    Dri, obrigadíssima por este super comentário :D.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Oi Zahta :D!

    "A fé está muito além disso, bem como descreveste. Fé é ter certeza, é não precisar de provas contra ou a favor, não precisar saber vantagens ou desvantagens em se acreditar em algo. É acreditar e ponto."

    Isso...

    Zahta, obrigada pelo teu pensamento :D.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  12. Oi Pâmela :D!

    "As duas se complementam: esperança e fé, cada qual ao seu modo, habitam cada um de nós."

    Também acho. Mas pode-se ter uma e não a outra?

    Pâmela, sempre um prazer ter-te por aqui :D.

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço