Truques e Grilhões


Permitam-me que vos apresente o maior truque de todos os tempos: o BE.
O BE (Bloco de Esquerda) é um partido da extrema-esquerda Português que maquilha a sua política radical para atrair a juventude e os descontentes para a sua teia fraudulenta.
Espreitemos rapidamente a alma do BE, para que possam ter uma ideia do que falo:

“Definição e objectivos
1 – O Bloco de Esquerda é um movimento político de cidadãs e cidadãos que
assume a forma legal de partido político.
2 – O Bloco de Esquerda, adiante também referido como Movimento, inspirase
nas contribuições convergentes de cidadãos, forças e movimentos que ao
longo dos anos se comprometeram e comprometem com a defesa intransigente
da liberdade e com a busca de alternativas ao capitalismo. Pronuncia-se por
um mundo ecologicamente sustentável. Combate as formas de exclusão
baseadas em discriminações de carácter étnico, de género, de orientação
sexual, de idade, de religião, de opinião ou de condição.
3 – O Bloco de Esquerda defende e promove uma cultura cívica de participação
e de acção política democrática como garantia de transformação social, e a
perspectiva do socialismo como expressão da luta emancipatória da Humanidade
contra a exploração e opressão.”(Source: Portal do
BE)

Comentário

1-Porquê a necessidade de dar ênfase a “cidadãs e cidadãos”? Acho que todos entenderíamos que a palavra “cidadãos” se refere aos dois géneros. A esquerda tem esta necessidade de mostrar o quanto se preocupa com as mulheres: é um truque. Todos sabemos que quando chega a hora de escolher um líder escolhem um homem.

2-“A defesa intransigente da liberdade”: truque. Os heróis do BE são o Estaline e o Lenine...preciso de dizer mais?
“A busca de alternativas ao capitalismo”: truque. A única alternativa ao capitalismo é o Capitalismo Ético; será que a extrema-esquerda estaria disposta a compreender e a aceitar este sistema económico? Ou será que a sua visão de alternativa é o falhado modelo Estalinista “o povo deveria produzir e não consumir: consumir é burguês”?

3-“A garantia de transformaçaõ social”: truque. A noção do BE da transformação social é subjugar todos os ricos, desapropriá-los, nacionalizar todas as empresas privadas e distribuir os lucros pelos pobres. Parece-me que este partido sofra do Síndrome de Robin Hood.
Eles falam em lutar contra a opressão, mas desejam oprimir os ricos (e no futuro; oprimir os seus inimigos políticos com certeza – o passado já nos ensinou).

As pessoas caem em truques e depois…quando acorrentadas vertem lágrimas amargas.


Agora convido-te a dares um pulinho ao cantinho do LS (em Inglês): Aqui.

Comentários

  1. Mas bah, Max.
    Tenho a Anarquia como regime ideal, sabendo, desde logo, tratar-se e utopia. É preciso dizer que tanto o comunismo quanto o capitalismo, bem como outros ismos que volta e meia aparecem como solução, têm falhado na missão de tornar a vida na Terra livre das misérias. É preciso, também, agradecer a comunistas e capitalistas por nos terem livrado do nazi-facismo.
    É preciso, ainda, recolhecer que num sistema onde as empresas, usando o poder econômico, atraem para si as melhores cabeças da sociedade, é conpreensível que os partidos políticos tentem de todas as formas, aregimentar seus quadros com jovens inteléctos.

    ResponderEliminar
  2. Oi Diler,

    "É preciso, também, agradecer a comunistas e capitalistas por nos terem livrado do nazi-facismo."

    Esta também é uma grande verdade.

    Diler, obrigadão pelo teu contributo: super valioso!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Max, teu nome deveria ser Provocação, porque sabes como ninguém provocar-nos, e provoca-nos reflexões e dilemas de todo tamanho e natureza. Hoje diante das tua provocações, senti-me acuada, num beco-sem-saída, como se a única alternativa nossa é sermos tragados pelo "lobo, do lobo do homem", parece que continuamos peças de um teatro de bonecos, onde somos manipulados de acordo com os interesses de uma classe mínima: os manipuladores; mas que detém todo o poder contra os manipulados e a esses (nós), nos resta engolir as tretas e fraudes com que somos alimentados migalha por migalha? Dá um certo desânimo e um ceticismo sem fim na tal humanidade que somos....

    Mas,

    Max, querida Max!

    Fico tão feliz em te ler e ver por aqui também, gosto do seu olhar atento para os pormenores dos meus singelos versos, caminhas sintonizada comigo, porque são tantas e várias as nossas cruzes (e crises), e a aliteração em três, era mesmo para sugerir o grito triplamente necessário.
    O abandono em nós mesmas (os), um chamamento para acordarmos da nossa própria catarse.
    A música já disseste tudo! E nunca nos calaremos, pois sim!!

    Um beijo grande!!

    ResponderEliminar
  4. Oi, Max

    Infelizmente aqui no Brasil não é muito diferente. Talvez até pior. Alguns não fazem nem questão de mascarar, já que a memória do eleitor é curta mesmo...

    ResponderEliminar
  5. É Max no Brasil a historia é acessa mesmo.....

    as mascaras sempre entraram em jogo....
    vc sempre indo muito bem...sumi um pouco por causa da facul e veio a preguiça mesmo..mas me desculpe...

    bjos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço