Socialismo Comunismo Utopia



O socialismo nasceu devido ao desenvolvimento do capitalismo industrial nada ético:
  • Péssimas condições de trabalho.
  • Exploração de mulheres e crianças (entre 15 e 16 horas/dia de trabalho, pelos quais recebiam entre 30%-60% menos do que os homens).
  • Injustiça salarial (os salários eram pagos ou em meios pecuniários ou em víveres; eram pagos consoante o volume de negócios [se baixo, recebiam ainda menos do que já recebiam] e, se o trabalhador chegasse atrasado ao emprego, ou estragasse uma máquina, pagaria uma multa pesadíssima).
  • Miséria (os trabalhadores operários viviam em péssimas condições, em apartamentos providenciados pelos patrões, sem água potável nem esgoto: submetidos, assim, a todo o tipo de doença).
Estas condições severas levaram os operários a formar uma consciência colectiva de que eram vítimas do abuso da burguesia; e que somente uma revolução radical poderia trazer a justiça (que só poderia ser estabelecida se eles se organizassem e criassem instituições).
Em 1827, o movimento operário nasceu e era constituído por dois ramos paralelos: o sindicalismo (movimento profissional) e o político (de inspiração socialista).
O Sindicalismo tinha como objectivo a redução da carga laboral; aumentar os salários, melhorar as condições de higiene e segurança. Mas também tinha um sonho: transformar a sociedade, e prepará-la para o advento de uma nova ordem social mais justa (para a sociedade como um todo [intitulado o messianismo da classe operária]). O sindicalismo defendia que os operários não deveriam confiar nos burgueses, somente no movimento operário.

O espírito inicial do socialismo foi, a meu ver, correcto e justo.
A revolução industrial foi um dos melhores períodos da história da humanidade (no que toca à criatividade); mas também foi um período despido de ética no que toca ao comportamento capitalista (os trabalhadores foram severamente explorados; logo, desrespeitados, humilhados e desvalorizados [quando eram o principal activo de qualquer negócio: industrial, agrícola etc]).
O socialismo ajudou a melhorar as condições laborais em todo o mundo, e jamais podemos esquecê-lo; contudo, depois de tudo o que foi conquistado, por que é que continuam a manter (hoje) a velha, e tonta, retórica anti-rico quando os partidos socialistas são compostos, na sua maioria, por ricos (a “Gauche-caviar” [Francês para “Esquerda-caviar”]) que se auto-intitulam socialistas somente para atrair votos, e uma vez no poder implementam políticas de direita (excepto em assuntos de segurança nacional e orgulhos patriótico)?

Comunismo: a maior praga de todas, graças a Karl Marx e Friedrich Engels.
Estes filósofos Alemães tinham um sonho: que o socialismo substituísse o capitalismo, e resultasse numa sociedade sem estado, sem classes sociais, baptizado como puro comunismo.
A própria definição do comunismo (um conjunto de ideais económicos e políticos, mais os movimentos sociais, relacionado com o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes sociais e sem estado, baseado na possessão comum e controlo dos meios de produção e da propriedade em geral) é uma ilusão e, quando implementado torna-se, um ataque à individualidade, à criatividade, à ambição pessoal e à liberdade.
Quando posto em prática, o comunismo não se trata de igualitarismo (que pode ser alcançado por qualquer sistema político se/quando começarmos a respeitarmo-nos como seres humanos; coisa que o comunismo nunca fez, porque este não respeita: oprime e reprime); trata-se da busca do poder absoluto para um grupo restrito (que acaba sempre por se tornar um grupo político corrupto em absoluto); não se trata de alcançar uma sociedade sem classes (porque sob este regime existem duas classes: o povo e a matilha do regime); e não se trata nem mesmo de uma sociedade sem estado (porque o estado permanece existente: um governo comunista que controla e é dono de tudo, incluindo a vida e as mentes das pessoas).

O comunismo é bem pior que o capitalismo; porque este cria, constrói, desenvolve, investe, enriquece; enquanto que aquele embrutece a mente, faz lavagens cerebrais, castra, censura, persegue, prende, tortura, viola as liberdades humanas, destrói e empobrece.

Um regime socialista e/ou comunista bem sucedido é uma total utopia: acordem!


Visita o meu caro colaborador, LS, para um ponto de vista diverso (Inglês): Aqui

Comentários

  1. Socialismo e o Comunismo são partes integrantes do Processo Revolucionário, sendo que o Socialismo que prevê a existência de um Estado controlado pelo proletariado e é a 1ª Fase do Processo, seguindo-se de uma Segunda fase denominada de Comunismo, na qual o Estado passa a ser desnecessário, e desta forma extingue-se, sendo substituído por livres associações de produtores (que dariam muito jeito em tempos de crise) e cada pessoa seria remunerada de acordo com as suas necessidade. Esta é a parte utópica que descrevi somente para dar continuidade ao meu pensamento e reafirmando o que escreveu no post. - As necessidades das pessoas vão se criando, ou seja, há 30 anos atrás ninguém precisava ou necessitava de um telefone celular e hoje é quase que um bem de 1ª necessidade, desta forma, será que iriam pagar pelos celulares, porque se tornam numa necessidade urgente de comunicação e entretenimento? Pelos carros porque necessitamos de andar mais rapidamente nas estradas e de ar condicionado ligado devido ao aquecimento global? Não é querer ir contra a maré, mas há superfluos demais abastecendo a vida das pessoas.
    Parabéns pelo aniversário de casamento!! Divirta-se!! Comemore bastante!! Beijus

    ResponderEliminar
  2. Max, antes de tudo, desculpas pela ausência... Defesa de tese, comemoração, a catarse e a ressaca do momento... Além do fato de estar com o cérebro cansado e achar que nesse momento sou incapaz de articular um pensamento coerente...
    Mas vim deixar um beijo, carinho e desejos para um casamento harmonioso, feliz e tranquilo por todo o tempo!
    Um beijinho!
    ;)

    ResponderEliminar
  3. Passando para te ver...volta logo...

    otima semana

    ResponderEliminar
  4. Ideologias que não combinam com o mundo pós moderno...nem nos mais belos sonhos ! Poderia escrever algo sobre o Anarquismo, sobre a ideologia anarquista de "acabar" com o Estado e chegar o mais próximo possível de uma verdadeira democracia.
    Sobre seu tempinho longe do blog...é mais que merecido, curta bastante e comemore sempre!
    Apareça...
    Beijo!

    ResponderEliminar
  5. OI Amiga

    Antes de tudo, meus parabéns por um ano de casamento, espero que seja muito feliz.

    O tipo de governo perfeito realmente é uma utopia, a tendência sempre é ter explorações, acumulo de riquezas e poder.

    Um governo que realmente queira o bem do próximo, o bem comum, a igualdade entre todos, está mais para um discurso religioso do que político, mas é claro, mentiras são ditas para que o povo sem conhecimento seja enganado, manobrado e com isso apóiem esses grupos para que eles possam praticar as mais variadas atrocidades.

    Excelente texto.

    beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço