Homofobia como uma forma de Perversão


Não há nada mais triste que a homofobia. Deus criou-nos a todos; a todos sem excepção.

Este artigo está divido em duas partes. A primeira é dirigida aos religiosos (de todas as denominações); a segunda discute um crime recentemente cometido contra gays, num país do Médio Oriente.

Parte I
Para: As comunidades religiosas em todo o mundo
Caros representantes das várias denominações religiosas: deveriam ter vergonha!
É suposto serem os representantes de Deus, aqui na terra. Vocês ensinam que Deus é Amor, Misericórdia, Perdão, o Bem Supremo...e no entanto vocês, como representantes Dele, fazem demonstrações de ódio, falta de compaixão, falta de perdão e maldade; se/quando incitam o vosso rebanho a estar contra os homossexuais.
Sei que alguns Cristão e Judeus diriam que Deus (em Levítico 18:22) qualificou os relacionamentos homossexuais (entre homens) como sendo abomináveis (= detestável, horrendo, torpe)...mas para quem? Certamente não para Deus (uma vez que Ele os cria e somente Ele sabe com que propósito); logo, porque terá Ele feito tal qualificação? Fê-lo porque Ele conhece bem o coração imperfeito dos homens. Ele sabe que os heterossexuais são hipócritas o suficiente para achar um relacionamento gay “detestável, horrendo, torpe” e gerar o mal baseado na sua própria hipocrisia (sim, porque Deus sabe que muitos heterossexuais fazem exactamente as mesmas coisas sexuais que os homossexuais); mas fê-lo, principalmente porque Ele sabe o perigo que este tipo de relacionamentos pode representar para o corpo humano (a nível de saúde) – e isto não pode ser negado.
Não obstante, Deus ama-nos a todos. Por isso, pergunto...baseado em quê é que vocês ensinam (do alto de um púlpito) as pessoas a desprezarem ou a odiarem outros irmãos e irmãs? Com que direito? Com que autoridade? Somente Deus nos pode julgar; e ser representante do Senhor não equivale a ser o Senhor.
Muitos de vós acusam os gays de serem uma perversão. Mas são vocês que representam a perversão, porque em vez de olharem para os gays como os seres humanos que são e respeitá-los como tal; não...vocês olham para eles e imediatamente começam a imaginar a sua vida sexual; vêem-nos a ter sexo; pensam nisso e tentam analisar o acto – isto é uma perversão.
A vida sexual das pessoas (seja hetero ou homo) não é da vossa conta. O vosso trabalho é alimentar a alma das pessoas; é ajudá-las a evoluir espiritualmente e a guardar os portões da morada de Deus na terra...por isso, façam-no e esqueçam o sexo.

Part II
Para: Israel
Este país é pioneiro no que toca aos direitos dos gays (por exemplo, homossexuais têm vindo a servir no IDF [Forças de Defesa Israelitas] sem sofrer qualquer discriminação, desde 1993) e, no entanto, na semana passada foi palco de uma tragédia de má qualidade: Liz Trobishi (de 17) e Nir Katz (de 26) foram mortos e, outros 15 foram feridos, num clube gay em Tel Aviv.
A polícia afirmou não se tratar de um crime de ódio, mas o Primeiro Ministro Bejamin Netanyahu comparou este triste evento a um acto terrorista (e concordo com ele).
O incidente provocou um inquérito, a partir do qual se concluiu que 46% dos Israelitas inquiridos considera a homossexualidade uma perversão.
Analisemos isto...ora bem, é sabido que alguns homens Israelitas vão a Pattaya, na Tailândia, afim de praticar (aquilo a que se chama de) turismo sexual, por causa da “humanidade, dos sorrisos das lindas e sexy mulheres que possuem uma mente aberta. Não são como as mulheres Israelitas que têm o nariz tão empinado que este chega a chocar com os aviões Jumbo que passam no céu” (Fonte [em Inglês]: Aqui); portanto, o que quer isto dizer? Quer dizer que uma vez que as Israelitas não estão dispostas a ceder às perversões de certos co-cidadãos, eles decidem ir para o estrangeiro para viver as suas fantasias pervertidas com as “mulheres sexy, de mente aberta”. Ser pervertido com mulheres é correctíssimo; pôr os cornos à mulher e viajar para o estrangeiro para que lhe façam sexo oral está certíssimo; ir para a Tailândia e pagar a meninas de 13 anos em troca de serviços sexuais é mesmo bom...mas...um relacionamento consentido entre dois adultos (ainda que do mesmo gênero) que se amam é perversão...claro...

Pedofilia é perversão.
Necrofilia é perversão.
Coprofilia é perversão.
Urofilia é perversão.
Parafilia é perversão.
Violência Doméstica é perversão....

O nosso corpo, a nossa carne é um fato de Carnaval...é uma ilusão. A realidade é o que emana por detrás da máscara: o espírito.
Os espíritos não possuem uma agenda sexual, pois, tratam-se simplesmente da essência.
Encarnamos para evoluir. Logo, desprezar, desrespeitar, odiar, bater em e matar outras pessoas com base nas suas preferências sexuais não é evoluir.

Imagem: Dois Rapazes de Cariani

Comentários

  1. Minha querida Max,
    Resumindo seu post, seu pensamento e reforçando o que eu penso e sinto: Preconceito é perversão!
    Preconceito é ignorância!
    Preconceito é crime contra a liberdade, contra a felicidade!
    Beijos
    Até...

    ResponderEliminar
  2. Oi Angel :D!

    "Resumindo seu post, seu pensamento e reforçando o que eu penso e sinto: Preconceito é perversão! Preconceito é ignorância! Preconceito é crime contra a liberdade, contra a felicidade!"

    Amén!! Muito bem dito *aplausos*!!

    Angel, obrigada por seres livre de preconceitos! :D

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Max,
    andei sumido devido a uma cirurgia que ainda não está bem cicatrizada. Mas, volto aos poucos ao convívio virtual e fico feliz com a tua postagem. Precisamos nos posicionar contra a hipocrisia, a falsa moral e todos esses desvios de conduta que levam certas pessoas a detestarem as outras que nunca lhes fizeram mal algum.
    Enfim, aplaudo a tua iniciativa e contigo estou solidário.
    Aos religiosos em geral, e em particular aos cristãos, recomenda-se amar ao próximo e não odiá-lo.

    Abraço fraterno.

    ResponderEliminar
  4. Max,

    Já que me fizeste uma pergunta muito pertinente sobre parto pélvico, fiz este post em resposta/homenagem: http://carlabeatrix.blogspot.com/2009/08/parto-pelvico.html.

    Beijos mil

    Carla

    ResponderEliminar
  5. Oi Lula :D!

    "andei sumido devido a uma cirurgia que ainda não está bem cicatrizada."

    Sinto muito, meu irmão! Mas há-de cicatrizar e bem :).

    "Mas, volto aos poucos ao convívio virtual e fico feliz com a tua postagem. Precisamos nos posicionar contra a hipocrisia, a falsa moral e todos esses desvios de conduta que levam certas pessoas a detestarem as outras que nunca lhes fizeram mal algum."

    Exactamente! É essa a minha posição!

    "Enfim, aplaudo a tua iniciativa e contigo estou solidário."

    Muito obrigada, Lula :D!

    "Aos religiosos em geral, e em particular aos cristãos, recomenda-se amar ao próximo e não odiá-lo."

    Amén!

    Lula, obrigada pelo teu super comentário: adorei!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Oi Carla,

    Vou ler agora: obrigada :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Mas bah, Max.
    Você tem sobrada razão, a ignorância e o preconceito estão no coração daqueles que se voltam contra minorias de qualquer espécie. Daqueles que não entendem que a carne é apenas o veículo onde viaja o espírito, que evolui com humildade não com soberba.

    ResponderEliminar
  8. Oi Diler :D!

    Muito bem dito *aplausos*! É isso mesmo...

    Diler, muito obrigada pelas tuas palavras...é sempre um prazer ouvir os teus pensamentos :D!

    Bom fim-de-semana e um abraço!

    ResponderEliminar
  9. O preconceito vem da falta de conhecimento e concordo quando diz que o espírito não possuem agenda sexual. Como sabemos, os anjos não possuem sexo. Ninguém escolhe ser homossexual. O desejo emocional e sexual por pessoas do mesmo sexo surge espontaneamente, da mesma forma que acontece com os heterossexuais. O que as pessoas podem escolher é se irão ou não ter comportamentos homossexuais. Uma coisa é a orientação homossexual (desejo, atração física e emocional), outra é o comportamento homossexual (relações amorosas e/ou sexuais com parceiros do mesmo sexo).
    Respeitar a opção sexual da pessoa, é respeitá-la como ser humano, ser criado por Deus! Beijus

    ResponderEliminar
  10. Oi Max

    Sou contra qualquer tipo de violência.
    Violência é sinal de ignorância, de total despreparo para viver em conjunto com as outras pessoas.

    beijinhos e um ótimo domingo.

    ResponderEliminar
  11. Oi Luma :D!

    Que comentário fantástico, querida: muito obrigada!!!

    Assino por baixo de tudo o que disseste!! :D

    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Oi Adriana :D!

    "Violência é sinal de ignorância, de total despreparo para viver em conjunto com as outras pessoas."

    Absolutamente!!

    Dri, minha linda, obrigada pelas tuas palavras de sabedoria :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço