Possíveis Argumentos...


Não é fácil ser pai.
Antes de dar início a este artigo, gostaria de expressar o meu mais profundo respeito pelos pais à volta do mundo: Deus vos abençoe!

Sempre achei piada quando as crianças dizem o que querem ser quando crescerem (claro que metade delas acaba por ser algo completamente diferente do que haviam planeado): bailarina, bombeiro, agente da polícia, médico, cantor etc.
E o mais engraçado é a cara dos pais: orgulhosa e iluminada.
Contudo, pergunto-me qual seria o seu semblante, e qual a reacção que teriam, se os seus filhotes lhes dissessem que gostariam de ser, por exemplo, um cangalheiro...
Mas há pior...

Permitam-me que partilhe 4 profissões fora do comum, que as crianças possam sonhar exercer; e, os possíveis argumentos que os pais possam usar.

I. "Mãe, pai; quero ser uma quenga."
Possível reacção: claro, querida; se esse fôr mesmo o teu sonho. Claro que a família apoiar-te-á...quando tiveres 60 anos. Até lá, estuda, acaba a escola; arranja um emprego decente; tenta ser um bom ser humano, pai, um bom vizinho; e depois...quando tiveres 60, se ainda quiseres trabalhar na mediação sexual, talvez te possamos ajudar a montar um bordel...por cima do cadáver do teu pai.

II. "Pai, mãe; gostaria de ser um traficante de droga"
Possível reacção: para já nunca mais vais ver "Weeds" na tua vida. Achas que é fácil ser traficante de droga, é? Para começar tens de arranjar um licenciado em química, que seja ou um falhado ou um criminoso nato, para processar as drogas; depois tens de achar duas amigas falhadas para embalarem as porcarias; depois necessitas de arranjar outros 3 ou 4 falhados para distribuir o produto; a seguir terás de organizar um mini-exército mafioso para te protegerem a ti e, ao teu negócio; e finalmente, terás de passar a matemática e a química, tu mesmo; frequentar a universidade (tirar a licenciatura de Gestão de Empresas), ler "A Arte da Guerra" de Sun Tzu, juntares-te a um gang e perder todo os respeito pela vida humana...isto, se quiseres ter sucesso no meio, uma vez que não tens nenhum background de gangster.

III. "Mãe, pai; quero ser modelo"
Possível reacção: mas claro!! Nem sei como ainda não havia pensado em explorar-te antes. Eu realmente devo ser muito má como mãe mesmo, porque eu deveria ter-te encorajado a não comer; a tomar comprimidos para emagrecer; a ler revistas de moda o dia inteiro; deveria ter-te submetido a operações plásticas supérfluas; deveria ter-te atirado para os braços de agentes gordos, sebosos, nojentos, manipuladores e que abusam sexualmente das suas clientes; deveria ter-te sujeitado a pessoas que odeiam mulheres que te dizem que estás gorda ainda que estejas em pele e osso; e deveria ter sonhado aplaudir a tua magnífica exibição na passerelle (bêbeda-meia-a-desmaiar-devido-à-inanição). Claro, vai lá...

IV. "Pai, mãe; quero ser um bailarino dos Chippendales"
Possível reacção: para começar, por que é tu, como homem, haverias de querer usar fio-dental? Nem sequer são feitos de algodão. Mas se o teu sonho é ter um bando de mulheres a passarem as mãos pelo teu corpo e a colocarem dinheiro na tua cueca...claro, porque não...mata a tua mãe de vergonha. Para te dizer a verdade, até que estou surpreendido com estas novidades, tendo em conta que nem sequer gostas de te exercitar...olha para essa barriga. As mulheres não vão pagar para te ver abanar a gelatina; vão te chamar de gordo e aquela deixa "Mais fica para amar, querida" não funciona na vida real...olha que não estás nos "Simpsons". Vou orar por ti.

Realmente não é fácil ser pai. Os pais aturam muita coisa dos seus filhos (e ainda os adolescentes têm a lata de achar que eles é que são as vítimas)...às vezes penso que a paternidade equivale a queimar karma por todas as coisas que fazemos a nossa mãe, e pai, passarem.

Mas de qualquer maneira, qual é que achas que seria a tua reação se um filho, neto, sobrinho ou até primo, te dissesse que gostaria de exercer uma destas profissões esquisitas?

Imagem: Amor Victorius de Caravaggio

Comentários

  1. Mas bah, guria.
    Acho que filhos não perguntam muito sobre profissões, tem vocações e pronto.
    Se um dos meus filhos de repente resolvesse exercer uma dessas profissões, digo-te com toda a certeza, ainda seria meu filho e mereceria todo o amor...Embora, é claro, não concordasse com a escolha.

    ResponderEliminar
  2. Olá Diler :D!

    "Acho que filhos não perguntam muito sobre profissões, tem vocações e pronto."

    É verdade...

    "Se um dos meus filhos de repente resolvesse exercer uma dessas profissões, digo-te com toda a certeza, ainda seria meu filho e mereceria todo o amor...Embora, é claro, não concordasse com a escolha."

    Que lindo :) - acho que essa seria a coisa certa a fazer; embora o choque nos atingisse momentaneamente, não é? Mas fazer o quê? Filho é filho!

    Obrigada por este comentário maravilhoso, amei :D!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. É ótimo qndo temos apoio e incentivo !
    Temos que amar a nossa escolha, temos que amar o que fazemos e fazer com amor ! E que sejamos assim respeitados :o)
    Tem indicação para vc no meu blog.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. OI Max

    Muito bom o assunto, acho que quando a fámilia é bem estruturada a opinião dos pais acabam tendo um certo peso, as crianças acambam tendo os pais como modelos e se sentem impelidos a seguirem o mesmo caminho, o que acaba sendo uma situação nem sempre muito boa já que nem todo mundo tem vocação para a mesma coisa e as crianças podem tornar-se profissionais frustrados.

    "Mãe, pai; quero ser uma quenga."
    LOL, LOL, LOL já pensou Max!

    imagina a cara do pai...

    "talvez te possamos ajudar a montar um bordel...por cima do cadáver do teu pai." LOL, LOL

    Mas falando sério, o pior é que tenho visto pelos noticiários casos que não estão tão longe disso, pais que levam seus filhos a prostituição, um horror!

    "Pai, mãe; gostaria de ser um traficante de droga"

    LOL, nossa Max! para essa profissão precisa ser Ph.D no assunto, LOL

    "Mãe, pai; quero ser modelo"
    essa vejo aos montes por aí...

    "Pai, mãe; quero ser um bailarino dos Chippendales"
    "olha para essa barriga. As mulheres não vão pagar para te ver abanar a gelatina;"

    hummm...e ainda por cima com barriga de gelatina! LOL, LOL

    Qual seria a minha reação? Menina é difícil de dizer, o primeiro impulso seria perder a paciência e mandar essa pessoa se situar, cair na realidade, depois do susto acho que eu não acreditaria, acharia que era brincadeira, se eu visse que o caso era sério, teria que tomar alguma atitude de repente aconselhar, levar ao psicólogo...

    muito bom amiga


    beijos

    ResponderEliminar
  5. Oi Angel :D!

    Obrigada por partilhares a tua opinião connosco.
    E obrigada pela indicação...estarei lá em breve!

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Oi Philip :D!

    É verdade, meu lindo...

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Oi Dri :D!

    "Muito bom o assunto, acho que quando a fámilia é bem estruturada a opinião dos pais acabam tendo um certo peso, as crianças acambam tendo os pais como modelos e se sentem impelidos a seguirem o mesmo caminho, o que acaba sendo uma situação nem sempre muito boa já que nem todo mundo tem vocação para a mesma coisa e as crianças podem tornar-se profissionais frustrados."

    Agora disseste uma grande verdade! Eu tenho uma amiga que se tornou advogada porque o pai quis e ela nem sequer gosta de o ser...agora eu pergunto: será que ela defende os clientes com a convicção que poderia ter, se gostasse mesmo do que faz?

    "["Mãe, pai; quero ser uma quenga."] LOL, LOL, LOL já pensou Max! imagina a cara do pai..."

    LOL LOL nem quero imaginar se uma filha me dissesse isto...acho que ficaria catatónica primeiro LOL.
    LOL LOL LOL...coitados dos pais...

    "Mas falando sério, o pior é que tenho visto pelos noticiários casos que não estão tão longe disso, pais que levam seus filhos a prostituição, um horror!"

    Acredito que sim. Há até mães que incentivam as suas filhas (desde jovens) a enveredarem por esse caminho...é triste.

    "["Pai, mãe; gostaria de ser um traficante de droga"] LOL, nossa Max! para essa profissão precisa ser Ph.D no assunto, LOL"

    LOL LOL não é?

    "["Mãe, pai; quero ser modelo"] essa vejo aos montes por aí..."

    Outra tristeza! Já alguma vez viste aquele reality show chamado "A próxima Top Model do Brazil" (mais ou menos assim)? Um horror...

    "hummm...e ainda por cima com barriga de gelatina! LOL, LOL"

    LOL horrível! Imagina...um stripper masculino cheio de banhas...não, não, não....

    "Qual seria a minha reação? Menina é difícil de dizer, o primeiro impulso seria perder a paciência e mandar essa pessoa se situar, cair na realidade, depois do susto acho que eu não acreditaria, acharia que era brincadeira, se eu visse que o caso era sério, teria que tomar alguma atitude de repente aconselhar, levar ao psicólogo..."

    LOL LOL LOL é uma boa reacção! Parece que estou a ver a cena toda...lol.

    "muito bom amiga"

    Obrigada, linda! :D

    E obrigada pelo teu super comentário :D! Amei!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço