Acorrentadas


Imagina um cérebro, um coração e uma alma cheios de grilhões...assim é uma mulher.
Quando uma mulher nasce, dá-se início à operação lavagem cerebral: as meninas usam côr-de-rosa; as meninas brincam com bonecas; as meninas brincam com meninas; as meninas têm ser simpáticas e boazinhas; as meninas têm de estar sempre a sorrir; as jovens têm de ter cuidado com os beijos; as jovens têm de permanecer puras; elas têm de ser virgens para poderem arranjar um bom marido (como se a virgindade fosse uma garantia disto); as mulheres têm de ter filhos; as mulheres têm de ter marido; as mulheres têm de, têm de, têm de...

As mulheres percorreram um longo caminho. Lutaram contra a injustiça, a humilhação, o desrespeito e, conquistaram muitos direitos; contudo permanecem acorrentadas. Sim, dito assim é chocante...horrível até; mas se olhares bem em volta verás do quão verdade isto é. O género feminino queixa-se do machismo...mas quem é que o perpetua? A mulher. Como? Ao participar activamente na operação “lavagem cerebral”. Porque o faz? Porque como sofreu uma lavagem cerebral, ela também exerce a lavagem a outras ainda que não se aperceba (o que prova o sucesso da operação).
Observa estas poderosas e generosas criaturas. Estão escravizadas. Por quem? Pela sua própria mente.

A maioria das mulheres acredita ser livre, independente e forte; mas depois luta consigo mesma por não ter um relacionamento, por não estar casada, por não ter filhos, por não construir uma família etc (ainda que afirme “Eu sou independente, não preciso de um homem!”) – sim, somos fortes, livres, independentes mas precisamos de um homem se (e somente se) ele nos amar, completar e respeitar; sim, podemos ter filhos mas, somente, se assim o desejarmos e, não porque fomos programadas para isso; sim, podemos ser donas de casa se assim o decidirmos; sim, podemos casar-nos se (e somente se) escolhermos fazê-lo, e não porque devemos ou, porque temos receio de que nos chamem de “vagabunda” se decidirmos ser razoavelmente livres.

As mulheres precisam de abandonar a sua dependência peniana. Uma coisa é compreender que “Il faut qu’l corps exulte” (o corpo tem as suas necessidades), outra coisa é ser totalmente viciada na figura do phallus. Quando se compreende que o corpo necessita de libertar tensões, uma pessoa encontra-se numa posição de poder; não obstante se se sofre de dependência fálica, uma pessoa encontra-se numa posição de submissão (uma vez que poderá vir a sujeitar-se ao desrespeito, à humilhação e à violência somente para adquirir ou manter o phallus).

O intelecto feminino é um activo valioso. A mulher deve desenvolvê-lo, e quando o fizer aperceber-se-á do poder que possui e, jamais voltará a ser humilhada  e, jamais voltarão a gritar com ela.
Conquistámos muitos direitos, e no entanto, continuamos a escravizarmo-nos; pois enquanto houver uma única mulher, ao cimo da terra, a ser castrada e acorrentada (seja de que forma fôr) estamos longe de sermos livres. As mulheres, no mundo livre, não devem ignorar aquelas que ainda não adquiriram o direito de quebrar as suas correntes.  

Imagem: Chains de Gabriela Rydzyk  

Comentários

  1. ´´´´´´´´´´´´´o77¶øo7¶7´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´´¶¢ø¢ø¶´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´´¶øø¢o7´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´o¶o¢ø´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶¶øøøo´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´o¶o$øøø´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´$ø¢¶oø¶7´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´ø¶øø¶¢o7´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´7ø77o$´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´ø¶¶¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶¶$¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´$ø¶¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶¶$¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶øø¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶¢¶¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´´¶¢$¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´1¶¢¶¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´1¶¢¶¶´´´´´´´´´´´´´´
    ´´´´´´´´´´´´´ø¶o¶¶¢´´´´´´´´´´´´´
    ´ø¶¶¶¶´´´´´´´ø¶7¶¶$´´´´´´´´´´´´´
    ´¶¶$¶¶´´´´´´´$¶o¶$$´´´´´´´´´´´´´
    ´¶¶øø¶´´´´´´´ø¶ø¶¶¶´´´´´´´´´´´´´
    ´¶¶øø¶¶´´´´´´¢$¢¶¶ø´´´´´´´´´´´´´
    ´ø¶$ø$¶¢´´´´´$¶oø¶¶´´´´´´´´´´´´´
    ´1¶¶øø¶¶o´´´´oøo¶¶¶´´´´´´$¶¶¶ø´´
    ´´¶¶øøø¶¶¶¶¶¶$øo$ø¶´´´´´ø¶7´ø¶´´
    ´´´¶¶ø$¶´¢¶¶¶¶¶1¶¶¶´´´´´¶¶´´¶¶´´
    ´´´ø¶$$¶´´´´´ø$o¶$¶´´´´¶¶o´´¶o´´
    ´´´´¶¶$¶¶´´´´¶¶$¶¶¶¶¶¶¶¶´´´7¶´´´
    ´´´´´¶¶$¶o´´´1777177¢o1´´´´¶o´´´
    ´´´´´´¶ø¶¶´´77´´o´´´´´´´´´¶¶´´´´
    ´´´´´´¶ø$¶$1¶¶¶¶¶¶¶¶71´´´¶¶´´´´´
    ´´´´´´¶øø¶¢´´´´´´´´´´´´´´¶¶´´´´´
    ´´´´´1¶øø¶¶´¶¶¶¶¶¶¶¶7´´´´¶o´´´´´
    ´´´´7¶¶ø$¶´´oøøø¶¶¶¶´´´7´¶o´´´´´
    ´´´o¶¶øø¶¶´´øø´´´´´´´´1ø$¶¶o´´´´
    ´´1¶¶øø¶¶o´1¶¶¶¶¶¶¶¶1´´´´¶ø¶¶´´´
    ´´¶¶øøø¶ø´´´´´´´$$¶¶´´´´´´´´¶¶´´
    ´ø¶$øø$¶´´´´17´´7´´´´´´´´´´´7¶ø´
    ´¶¶øøø$¶´´´´´o1´o´11´´´´´´´´´¶¶´
    ´¶¶øøøø¶ø´´´´´´´1´´´´´´´´´´´´7¶´
    ´¶¶øøøø$¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶7´´´´¶´
    ´¶¶øøøøøøøøø$$$ø$$$ø$øø¶¶¶ø´´´¶7
    ´ø¶¶øøøøøøø$$¢ø$¶1¶$$¶ø¶1$¶¶7$¶´
    ´´ø¶¶¶$øøøø$øø¶¢¶oø$$$ø$´o¶¶¶¶´´
    ´´´´$¶¶¶¶¶¶$¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´
    ´´´´´´´´´1oooooøøooooo77´´´´´´´´



    ´´´´´´´´´´´´´´¶´´¶´´´¶¶
    ´´´´´´´´´´´´´´¶´¶¶´¶¶
    ´´´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´´¶¶¶¶¶¶
    ´´´´´´´¶¶´´´´´´´´´´´´´´´´¶¶
    ´´´´´¶¶´´´´´´´´¶¶´´´´´´´´´´¶¶
    ´´´¶¶´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶¶
    ´´¶¶´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶¶
    ´´¶´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´¶´¶
    ´¶´´´´´´´´´´´´´´´´¶´´´´´´´´´´´´´¶
    ´¶´´´´´´´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´´´´´´´´´´¶
    ´¶´´´´´´´´´´´´¶¶´¶´´´´´´´´´´´¶´´´¶
    ´¶´´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶´´´´´´´¶¶¶¶´´´´¶
    ´¶´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶´´´´´´¶¶´´¶´´´´¶
    ´´¶´´´´´´´´¶¶¶¶¶´¶´´´´´¶¶¶¶¶¶´´´¶
    ´´¶¶´´´´´´´¶´´´´´¶´´´´¶¶¶¶¶¶´´´¶¶
    ´´´¶¶´´´´´´¶´´´´¶´´´´¶¶¶¶´´´´´¶
    ´´´´¶´´´´´´¶´´´¶´´´´´¶´´´´´´´¶
    ´´´´¶´´´´´´¶¶¶¶´´´´´´´´´¶´´¶¶
    ´´´´¶¶´´´´´´´´´´´´´´´¶¶¶´´¶
    ´´´´´¶¶¶´´´´´´´¶¶¶¶¶´´´´´´¶
    ´´´´´´´´¶¶¶´´´´´¶¶´´´´´´´¶¶
    ´´´´´´´´´´´´¶¶´´´´´¶¶¶¶¶¶´
    ´´´´´´´´´´¶¶´´´´´´¶¶´¶
    ´´´´´´´¶¶¶¶´´´´´´´´¶´¶¶
    ´´´´´´´´´¶´´¶¶´´´´´¶´´´¶
    ´´´´¶¶¶¶¶¶´¶´´´´´´´¶´´¶´
    ´´¶¶´´´¶¶¶¶´¶´´´´´´¶´´´¶¶¶¶¶¶¶
    ´´¶¶´´´´´´¶¶¶¶´´´´´¶´¶¶´´´´´¶¶
    ´´¶´´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶´´´´´´´´´¶
    ´´´¶¶´´´´´´´´´¶´´´¶´´´´´´´´´´¶
    ´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶


    DEER I LIKE URS BLOG.IT'S SO NICE.I LIKE IT.BEST WISHES TAKE CARE.

    NOW CHECK MY BLOGS

    NOW YOU CAN SEE COLLECTION OF WORLD'S BEST PHOTOS

    BEST PHOTOS OF THE WORLD

    NATURE OF GOD

    COOL PHOTOS BANK

    JAZZ OF LIFE

    BEAUTY OF WILDLIFE

    ResponderEliminar
  2. Max, John Lennon um dia nos anos 70, cantou "Woman is the nigger of the world"...
    E essa canção parece tão atual nos dias de hoje!

    ResponderEliminar
  3. Oi Gato Cid! :D

    "Max, John Lennon um dia nos anos 70, cantou "Woman is the nigger of the world"...E essa canção parece tão atual nos dias de hoje!"

    Compreendo-te perfeitamente!

    Obrigada pela visita e pelo teu valioso contributo :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Max
    Muito bom, amiga, gosto quando você escreve sobre a mulher.
    Sim, a grande maioria ainda está acorrentada e até algumas que pensam não estarem, também estão, porque não basta ter um emprego e pagar suas contas para se ver livre, a liberdade vem de dentro, do emocional, da alma, estar liberta, mas se ver dependente de uma situação é a mesma coisa que não estar.
    Claro, casar e ter uma familia é maravilhoso, digo até ser uma das missões mais importantes da mulher aqui na terra, já que é ela que mantem coesa a familia, que equilibra que da a dose de amor necessária, que chama os membros da familia a razão (não em todos os casos, mas deveria ser)
    Agora o que mais me entristece é ver tamanha desunião entre as mulheres, vejo muita inveja, competição, vejo pouco estudo, muita superficialidade, fico imensamente triste com isso, e vejo como unica saída, uma drástica mudança na educação da mulher, afinal algo tem que ser feito e isso só ocorrerá quando mudanças ocorrerem na familia, com as mães, aí entramos num circulo, já que elas ensinarão a seus filhos o que apenderam, e assim vai, é preciso que alguém comece a quebrar essa corrente.

    Muito bom, Max.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Oi Dri :D!

    "Muito bom, amiga, gosto quando você escreve sobre a mulher."

    Muito obrigada, linda *vénia*!

    "Sim, a grande maioria ainda está acorrentada e até algumas que pensam não estarem, também estão, porque não basta ter um emprego e pagar suas contas para se ver livre, a liberdade vem de dentro, do emocional, da alma, estar liberta, mas se ver dependente de uma situação é a mesma coisa que não estar."

    Não poderia concordar mais contigo! E é isso que muitas mulheres ainda não compreenderam...

    "Claro, casar e ter uma familia é maravilhoso, digo até ser uma das missões mais importantes da mulher aqui na terra, já que é ela que mantem coesa a familia, que equilibra que da a dose de amor necessária, que chama os membros da familia a razão (não em todos os casos, mas deveria ser)"

    Sim, sim, sim concordo...(infelizmente nem em todos os casos, mesmo...mas essa deveria ser a situação ideal).

    "Agora o que mais me entristece é ver tamanha desunião entre as mulheres, vejo muita inveja, competição, vejo pouco estudo, muita superficialidade, fico imensamente triste com isso, e vejo como unica saída, uma drástica mudança na educação da mulher, afinal algo tem que ser feito e isso só ocorrerá quando mudanças ocorrerem na familia, com as mães, aí entramos num circulo, já que elas ensinarão a seus filhos o que apenderam, e assim vai, é preciso que alguém comece a quebrar essa corrente."

    Também fico entristecida com a desunião entre as mulheres - não percebo por que é que elas fazem guerra entra elas, por que têm inveja, e competem entre si...é uma perda de tempo e energia! Se investissem o mesmo tempo gasto em invejas e mesquinharias no estudo, na aquisição de conhecimentos...as mulheres seriam imbatíveis.
    Eu tenho esperança que as mães mudem a forma como educam as suas filhas...elas é que têm de terminar com a lavagem cerebral (tanto às filhas como aos filhos) e educar seres humanos. Seres humanos bons, tementes a Deus.

    "Muito bom, Max."

    Obrigada, Dri, muito obrigada :D!

    E obrigadão pelo teu super comentário, amei!! Adoro conversar contigo!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Você tocou num ponto que, recentemente, discuti brevemente num post, sobre o fato da própria mulher ser, digamos, no mínimo conivente com tantos absurdos que ainda hoje ela sofre.

    O ponto a que me refiro tem a ver com o fato das mulheres não serem tão unidas, sempre tirando a responsabilidade - mesmo quando está explicitamente comprovada a culpa - do homem e a transferindo à mulher. Exemplos temos aos montes mundo afora.

    E nem quero chegar às mulheres muçulmanas... :-(

    Parabéns pelo texto e pela coragem, Max! Cada vez te admiro e respeito mais!

    Boa semana! :-)
    Beijos!
    Juca

    PS: Você já comentou em outra ocasião, mas agora fiquei em dúvida. Você mora atualmente em Portugal, certo? O que me deixa em dúvida é quanto à sua nacionalidade (origem). Poderia me confirmar se és de Moçambique, ou qual o país? Desculpe, deu "branco"! rsrs

    ResponderEliminar
  7. Oi Juca! :D

    "Você tocou num ponto que, recentemente, discuti brevemente num post, sobre o fato da própria mulher ser, digamos, no mínimo conivente com tantos absurdos que ainda hoje ela sofre."

    É verdade! Não li esse post...se puderes, envia-me o link (ou então o título), por favor!

    "O ponto a que me refiro tem a ver com o fato das mulheres não serem tão unidas, sempre tirando a responsabilidade - mesmo quando está explicitamente comprovada a culpa - do homem e a transferindo à mulher. Exemplos temos aos montes mundo afora."

    Juca, não poderia concordar mais contigo! É um escândalo! Também poderia dar uma lista de exemplos...são todos tão gritantes (e o mais engraçado é que certas mulheres, nas culturas anglo-saxónicas, ainda tentam negar o evidente; e os homens também...tipo este tipo de situação só acontece nas culturas de terceiro mundo ou machistas, mas nunca na deles...ha ha ha...como se fosse verdade!)!

    "E nem quero chegar às mulheres muçulmanas... :-("

    Coitadas dessas...mas também te digo: se nós deste lado lutámos, elas também vão ter de lutar (ainda que com a nossa ajuda)!

    "Parabéns pelo texto e pela coragem, Max! Cada vez te admiro e respeito mais!"

    Obrigada, meu lindo :D! Oooh, obrigada...ainda me vais fazer corar, Juca *abraço*!

    "PS: Você já comentou em outra ocasião, mas agora fiquei em dúvida. Você mora atualmente em Portugal, certo? O que me deixa em dúvida é quanto à sua nacionalidade (origem). Poderia me confirmar se és de Moçambique, ou qual o país? Desculpe, deu "branco"! rsrs"

    Sim, eu neste momento estou em Portugal. Eu sou Portuguesa, mas nasci em Moçambique.
    lol não faz mal... :)!

    Boa semana!

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Oi, Max!

    Aqui está o link, mas meu apelo às mulheres aparece ao final do post. Pedi que fossem mais unidas e menos dependente do homem.

    http://lavanderiavirtual.blogspot.com/2008/09/crimes-de-honra-barbarie-ainda.html

    Obrigado por se interessar! :-)

    Beijos!

    ResponderEliminar
  9. Oi Juca,

    Muito Obrigada pelo link (vou ler) :D!

    Ora, eu é que deveria agradecer pela tua mestria :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço