Pensamentos aleatórios


Quantas vezes é que já ouviste dizer "ele/ela tem de mudar!", "por que é que ele/ela não muda?" e/ou "Se ao menos ele/ela mudasse…"?

É incrível como os seres humanos conseguem demonstrar, por vezes, uma preguiça em respeitar e aceitar a natureza dos outros. É como se tivessem necessidade de controlar e moldar os outros à sua imagem (deveríamos chamar a isto o "Complexo do Criador"?)…

Já imaginaste a quantidade de tempo e energia despendidos na tentativa de mudar alguém? Já para não falar da irritação, discussões, miserabilidade e afastamento que tudo isso comporta.
Muitas vezes surpreendo-me a questionar-me se não seria melhor simplesmente aceitar o próximo como é; tentar compreender o porquê da sua natureza; por que fazem as coisas irritantes que fazem; penetrar fundo no seu ser e descobrir a razões por detrás do seu comportamento…e depois de adquirir a informação necessária (e se continuar a achar que se deve mudar a pessoa), deve-se ensinar ao indivíduo novos modelos comportamentais posando como exemplo (em oposição aos métodos invasivos e repressivos usados por muitos, que resultam em nada senão na degradação do espírito e psiquê).

Mas também pensei num outra lado questão: antes de se atacar uma pessoa com a frase "tens de mudar" uma pessoa deve-se questionar "E eu, será que estou disposto(a) a mudar?"
Se a resposta for "Sim" então uma pessoa está garantida (terá uma vida feliz e equilibrada). Está completamente preparada para lidar, e viver, com os seus irmãos humanos de todo o mundo; pois prova que compreendeu o conceito da flexibilidade, adaptação, compromisso…mais surtout…respeito.
Mas se a resposta for "Não" então, meu caro leitor, lamento informar que a pessoa está cega de vaidade, egostismo & egocentrismo; e tem um enorme prazer em torturar os outros com a sua falta de respeito, falta de elasticidade emocional e intelectual e a sua arrogância.

Aaaaaah…os pensamentos fluem…apresento-vos outro ponto a considerar:
Quando tudo foi feito; quando todas as oportunidades foram dadas, todas a solução foram apresentadas, gastas, e mesmo assim não houver meio de melhorar as relações humanas, só há duas coisas a serem feitas:

1- Reconhecer que o esforço foi feito debalde; olhar para a pessoa e deixá-la andar – encarando de uma vez o facto de que a pessoa jamais mudará, e ficar com ela.

2- Afastar-se, antes que se condene ao descontentamento intelectual e emocional; ao turpor e à auto-destruição.

O quanto vale a tua sanidade mental e, respeito por ti mesmo (a)?


Imagem: Tasso no Manicómio de Eugéne Delacroix

Comentários

  1. Olá amiga
    tem uns mimos para você lá no meu blog, mas sinta-se a vontade para participar ou não.

    beijos, ah, depois eu volto para comentar

    ResponderEliminar
  2. Aceitar a natureza das pessoas é admitir que nós é que temos que mudar os nossos conceitos. Achar defeito no outro é muito mais fácil. Beijus,

    ResponderEliminar
  3. Oi Adriana,

    Obrigada, minha linda :D! Já os vi, e achei-os lindos!

    Tá bom!

    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Oi Luma,

    Não poderia concordar mais contigo :D!

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. OI Max
    Todo tipo de imposição por si só já é ruim, querer que o outro mude,que o marido mude, o patrão mude, ou até que o mundo mude, para se adaptar a ele/ela, o grande problema deve ser a pessoa em questão.
    Quando queremos mudaças, precisamos estar preparados para mudar, afinal se o mundo se adaptasse ao nosso jeito, seria tudo muito fácil, não é?
    Mas numa relação onde o amor está presente naturalmente ocorrem as mudanças, e ficamos felizes com elas, pois, acontessem para melhorar, para o bem comum, mas nunca de uma forma imposta ou egoísta.

    beijos Max, muito bom o assunto

    Já ia me esquecendo, já tem um tempão que estou para te falar, o Messenger funcionou bem no Vista, Graças a Deus, lol
    beijo

    ResponderEliminar
  6. Ah, não respondi a pergunta... a minha sanidade mental e, respeito por mim mesmo, nossa! vale muito, não tem preço

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Oi Adriana,

    Não poderia concordar mais contigo! Aliás expuseste todo o tipo de situação, e era isso mesmo que pretendia :D!

    Obrigada, minha linda!

    Ai que boas noticias!! Isso é muito bom saber; assim já poderei fazer a transição...o Messenger é importantíssimo!!! lol
    Obrigada pela informação, és um anjo!

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Adriana,

    Podes crer! Vale ouro!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço