Palavras...



“Jamais dormiria contigo nem que fosses o último homem na face da terra!”
As senhoras costumam proferir estas palavras no processo de recusar a corte de um homem...

Esta semana irei inverter a ordem normal, lógica, de qualquer texto começando pela conclusão: é uma treta; é tudo uma grande treta! As senhoras deveriam ter cuidado com o que dizem quando dão com os pés a um homem, pois nunca se sabe se o universo não as fará engolir as suas próprias palavras...

Jane era uma jovem com instrução. Um dia decidiu viajar até Africa para participar numa excursão exploratória; mas não contava que o seu avião se despenhasse. Ao abrir os olhos apercebeu-se de que estava sozinha no meio da selva. Ela estava com medo...e se nunca mais a encontrassem? Começa a pensar na sua caminha king-size, nos champôs e amaciadores que deixou para trás, na cêra de depilação, Internet...estava a meio dos seus pensamentos quando de repente um homem alto, peludo (que aparentava nunca se ter lavado na vida), a falar a língua dos símios pregou-lhe um susto de morte. Ele sentiu a necessidade de a proteger; o seu amigo (o Príncipe dos símios) disse-lhe que ela era como ele e que os dois deveriam fazer crias. Passam-se semanas e por mais inacreditável que seja Jane apaixona-se pelo homem que ela nomeou de Tarzan, depois de lhe ter cortado as unhas dos pés (ele nunca havia cortado as unhas antes)...tiveram filhotes.
Se a Jane estivesse no seu ambiente natural e se cruzasse com Tarzan (um indivíduo peludo, eloquente na língua dos símios somente), e ele sentisse a necessidade de a proteger…que lhe diria ela (ainda que ele não a entendesse)? “Jamais dormiria contigo, nem que fosses of último homem na face da terra!”...já na selva…

Quatro contabilistas preparam-se para viajar de Los Angeles até S. Paulo afim de realizar uma auditoria à filial Brazileira da empresa para qual trabalham.
Ao entrar no avião privado, Phoebe apercebe-se de que estão a bordo o seu amigo Jeff; o seu primo Paul e Chuck (um ruivinho, baixinho, gorducho, feio, estrábico que se atira a ela sempre que pode). Ela revira os olhos e lá se senta ao lado do Chucky. Este, à medida que o avião levanta vôo, inclina-se sobre o ouvido esquerdo dela e sussurra as suas frases de engate do costume. Em voz baixa ela responde “Ouve, Chuck; por que é que não desistes, hein? Nunca haverá nada entre ti e mim...jamais dormiria contigo, nem que fosses o último homem ao cima da terra! Simplesmente não somos compatíveis!” o estrábico olha no fundo dos olhos dela e fere o ar com uma gargalhada cutilante “É o que vamos ver, boneca; se eu fosse a ti não apostaria muito nisso!”
Ao sobrevoar a floresta Amazónica o avião começa a ter problemas…os motores param…o aparelho começa a descer tão rapidamente que ninguém tem tempo de fazer coisa alguma…o avião despenha-se no coração da selva.
Phoebe abre os olhos e chama pelo seu primo e pelo amigo para ver se eles estão bem “Sim, estou bem, boneca! Obrigado pela preocupação!”…. ela revira os olhos [“Ai, eu não acredito!”]. No dia seguinte ela acorda e vê uma cabana feita, uma fogueira a crepitar e o Chuck ocupado a tratar de ervas com um animal morto do lado. Phoebe observa o Chucky, depois olha em torno de si, e apercebe-se do quão macho ele é…passam-se semanas e ela sente-se cada vez mais atraída pelo homem que é mais do que um contabilista feio e chato: ele é um sobrevivente! Como não consegue mais controlar o desejo que sente por ele insinua-se e...love is in the air!
Quando são finalmente encontrados por uns Ìndios Phoebe está grávida...
Em Los Angeles (onde os homens lindos e sexys abundam) Charles não é mais que um patinho feio; mas no meio de nenhures ele é o homem que a maioria das mulheres procuram...


Imagem: "Francis Bacon, 1952" de Lucien Freud

Comentários

  1. tag! you're it! http://mlizcochico.com/?p=406

    ResponderEliminar
  2. Hey Liza,

    Thank you so much! I will drop by your place in a while :D!

    Cheers

    ResponderEliminar
  3. Putz grila!!!!!!!!!!!!!!
    Essas gajas nunca ouviram falar de uma siririca bem batida não!????????
    Olha nada contra, sei que essas coisas acontecem, mas colocar as coisas como uma solução sem alternativa é pau!!!!!!
    As pessoas podem até se apaixonar por um molho de coentro, sem nem estarem no meio da selva mas trepar com um, só porque não têm mais nada diante delas no meio do mato, ai não dá!!!!!!!!
    Acho que é muito pobre essa idéia de uma pila de plantão.
    Olha tem vezes que não dá não, não tem energia que dê jeito numa suvaqueira tresnoitada!!!!!!!!!!
    O problema é que muitas mulheres infelizmente nunca, sequer ouviram falar da palavra masturbação!!!!!!!
    Ai acham que um perdido na selva é o pila doce que resolve tudo nessas situações.
    E não aplicam um ditado que parece bem lugar comum, mas é de uma sabedoria incrível e que poderá nos livrar de muitos problemas futuros:
    ANTES SÓ QUE MAL ACOMPANHADA.
    Mas atenção, muitas aplicam esse ditado sim!. Por isso homens das selvas um desodorante e um banhinho cai bem!!!
    E claro... um pouco de beleza nunca fez mal a ninguém... lol,lol,lol
    Je t'aime

    ResponderEliminar
  4. Oi Anónima,

    LOL LOL *aceno de cabeça*...

    "As pessoas podem até se apaixonar por um molho de coentro, sem nem estarem no meio da selva mas trepar com um, só porque não têm mais nada diante delas no meio do mato, ai não dá!!!!!!!!" - LOL LOL não era essa a mensagem do artigo; mas concordo que as mulheres não devam ter experiências com um homem só...há que ter base de comparação. Com isto não digo que elas não devam escolher o seu caminho sexual, afinal de contas, a vida sexual de cada um só a si diz respeito (se quiserem só ter um, estão à vontade).

    "Acho que é muito pobre essa idéia de uma pila de plantão." - bem, as feministas acham que se os homens podem ter uma vagina de plantão, as mulheres também podem ter um pénis de plantão. Mas como não sou feminista...

    "Olha tem vezes que não dá não, não tem energia que dê jeito numa suvaqueira tresnoitada!!!!!!!!!!" - LOL LOL LOL afe...

    "O problema é que muitas mulheres infelizmente nunca, sequer ouviram falar da palavra masturbação!!!!!!!" - ouviram, ouviram...mas mais uma vez, elas escolhem não se masturbarem; elas preferem um bom homem (que nem sempre é tão bom assim, mas enfim...).

    "Ai acham que um perdido na selva é o pila doce que resolve tudo nessas situações." - LOL LOL mais uma vez, o poder de opção delas entra em campo, aqui.

    "Por isso homens das selvas um desodorante e um banhinho cai bem!!!" - LOL LOL mas se um homem da selva nunca tiver ouvido falar de desodorizantes? Como pode usar uma coisa que não está ao seu alcance? Quanto ao banho, eles tomam banho...uma vez por mês (pelo menos) LOL...

    "E claro... um pouco de beleza nunca fez mal a ninguém... lol,lol,lol" - aí concordo plenamente; mas nem sempre o bonitinho é a melhor das pessoas. E às vezes mais vale ficar com o feio macho do que com o bonito bunda mole (já para não falar desinteressante a nível intelectual)...
    Anónima, muito obrigada pelo teu comentário super interessante :)! É sempre um prazer imenso ler as tuas palavras :D!

    Je t'aime

    ResponderEliminar
  5. "Acho que é muito pobre essa idéia de uma pila de plantão." - bem, as feministas acham que se os homens podem ter uma vagina de plantão, as mulheres também podem ter um pénis de plantão. Mas como não sou feminista...

    Corrigindo:
    As feministas não aprovam essa conduta não, os homens é que adoram uma vagina de plantão!!!
    Je t'aime

    ResponderEliminar
  6. Ufaaa! Depois desse comentário, perdi até o fio da meada! :-) Bom, só posso dizer agora que esse relato me fez lembrar da fábula da Raposa e a Uva, com o ditado "Quem desdenha quer comprar"! :-)

    Beijos, Max! Bom final de sábado e ótimo domingo!

    ResponderEliminar
  7. Oi Anónima!

    Lamento que não tenhas percebido o que eu disse: as feministas é que acham que os homens adoram uma vagina de plantão; porque as não-feministas não têm essa opinião deles.

    Mas já ouvi algumas feministas anglo-saxónicas e Europeias dizerem que sim, que elas têm direito a ter um pénis de plantão, "porque não?"...

    Je t'aime

    ResponderEliminar
  8. LOL LOL Oi Juca!

    "Quem desdenha quer comprar" aplica-se bem à segunda parte do artigo (Phoebe + Chuck) LOL!

    Muito obrigada, meu lindo :D! Espero que tenhas tido um óptimo fim-de-semana!

    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Nunca podemos dizer dessa água não bebo, mas daí partir para situações extremas é justicável mas não baseado em sentimentos verdadeiros. Somos, homens e mulheres, maquininhas programáveis! Basta colocarmos algo na cabeça e pronto, meio caminho para a consumação do ato!! Beijus

    ResponderEliminar
  10. Oi Luma!!

    Bem-vinda ao MAX :D!

    "Nunca podemos dizer dessa água não bebo, mas daí partir para situações extremas é justicável mas não baseado em sentimentos verdadeiros." - percebo o que estás a dizer, mas o que são os verdadeiros sentimentos e, será que estes estão sujeitos ao meio ambiente, ou ainda ao estado de espírito da altura?

    "Somos, homens e mulheres, maquininhas programáveis! Basta colocarmos algo na cabeça e pronto, meio caminho para a consumação do ato!!" - lol lol interessante...mas será que somos tão programáveis assim? E se sim, por quanto tempo nos deixamos programar?

    Muito obrigada pela tua visita, amei...daqui a pouco vou passar pelo teu blog, para te agradecer este magnífico comentário :D!

    Beijos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

O Etnias aprecia toda a sorte de comentários, já que aqui se defende a liberdade de expressão; contudo, reservamo-nos o direito de apagar Comentos de Trolls; comentários difamatórios e ofensivos (e.g. racistas e anti-Semitas) mais aqueles que contenham asneiras em excesso. Este blog não considera que a vulgaridade esteja protegida pelo direito à liberdade de expressão. Um abraço